book_icon

IA generativa cresce no marketing, mas encontra desafios, diz estudo

O levantamento revela que 78% das empresas já implementaram algum tipo de IA generativa em suas estratégias, refletindo um crescimento significativo no uso dessa tecnologia

IA generativa cresce no marketing, mas encontra desafios, diz estudo

Um estudo conduzido conjuntamente pela FIA Business School, o LabMKT, núcleo da instituição dedicado à área de marketing, Gaspers.IA e AnaMid, destaca a crescente adoção e o impacto significativo da Inteligência Artificial (IA) generativa nas estratégias de marketing em todo o Brasil. Realizada entre fevereiro e junho de 2024, a pesquisa “Desvendando o Futuro do Marketing com Inteligência Artificial Generativa” contou com a participação de mais de 200 profissionais de marketing de diversos segmentos e tamanhos de empresas. Ela revela um panorama onde a IA generativa não apenas melhora a eficácia das estratégias do setor, mas também desafia as organizações a superar obstáculos relacionados a investimentos, integração de sistemas e resistências culturais.

A adoção da IA generativa está transformando o cenário do marketing, mas ainda há um longo caminho a percorrer em termos de preparação e investimento

O levantamento revela que 78% das empresas já implementaram algum tipo de IA generativa em suas estratégias, refletindo um crescimento significativo no uso dessa tecnologia. A pesquisa também mostra que 95% dos profissionais de marketing acreditam que o desenvolvimento de habilidades em IA generativa é essencial para o futuro do marketing, enquanto apenas 41% se consideram muito ou extremamente preparados para essa tecnologia.

Entre os principais resultados, destaca-se que 50% das empresas não possuem orçamento dedicado para iniciativas de IA no marketing, apesar de 57% dos líderes empresariais reconhecerem a alta importância da IA generativa para as operações. Paralelamente, 44% dos respondentes estão preocupados com violações de privacidade e proteção de dados, enfatizando a necessidade de conformidade com regulamentações, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

“A adoção da IA generativa está transformando o cenário do marketing, mas ainda há um longo caminho a percorrer em termos de preparação e investimento. A escassez de talentos especializados, identificada por 42% das empresas, enfatiza a necessidade de desenvolver competências internas para superar obstáculos de implementação. A capacitação contínua e a integração de práticas éticas são fundamentais para que as empresas do setor possam aproveitar ao máximo essa tecnologia como aliada’’, comenta Patricia Daré Artoni, coordenadora do LabMKT da FIA Business School.

Para Felipe Bogéa, professor da FIA Business School e co-fundador da Gaspers.ai, o estudo revela um panorama onde a maturidade na adoção da Inteligência Artificial generativa varia significativamente entre as organizações. Isso implica que em um futuro não tão distante, empresas que souberem explorar e aprofundar suas capacidades em IA generativa, se adaptarão às novas realidades do mercado e serão capazes de gerar um diferencial competitivo.

 

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.