book_icon

Trybe e Mercado Livre oferecem curso gratuito de introdução à programação

Com ensino de alta qualidade e aulas práticas, os quatro dias de evento são destinados para pessoas que não possuem conhecimento na área de TI

Trybe e Mercado Livre oferecem curso gratuito de introdução à programação

A Trybe, escola de tecnologia referência na formação de profissionais em programação, oferece curso gratuito de introdução à programação com 15 mil vagas. A capacitação de alta qualidade será divida em quatro dias de evento, entre 21 e 24 de março, ao vivo pelo canal da escola no YouTube e são destinadas para pessoas que não possuem conhecimento na área de TI. O curso contará com a participação de profissionais do Mercado Livre, para contribuírem com a sua perspectiva sobre o atual cenário do mercado de tecnologia e suas oportunidades. A edtech oferece 15 mil vagas, e as inscrições podem ser realizadas até o dia 21 de março na página do curso. Após a confirmação, as pessoas estudantes receberão por e-mail todas as orientações para o melhor aproveitamento das aulas.

Fundada em agosto de 2019, com modelo de negócios pioneiro na América Latina, a Trybe permite que suas pessoas estudantes possam começar a pagar pelo curso só após a conclusão do mesmo e estando já empregadas na área. Mais de 200 mil pessoas já se inscreveram para estudar na Trybe e mais de 92% dos profissionais formados pela escola conseguem trabalho em tecnologia em até três meses após a conclusão do curso.

Com conteúdos teóricos e práticos exclusivos, a edtech tem como objetivo ensinar os conceitos fundamentais para o ingresso na área. Não é necessário conhecimento prévio em programação. As aulas se dividem da seguinte forma: Dia 1) Introdução à Lógica de Programação e ao Javascript + Queremos contratar! Por que o mercado está precisando tanto de pessoas desenvolvedoras? (com participação de Gustavo Albuquerque (Gerente de Talent Acquisition para IT no Mercado Livre); Dia 2) Operadores e estruturas condicionais no JavaScript + Momento Soft Skills: Porque o mercado de trabalho está olhando tanto para isso? (com participação de Natalia Ventura (supervisora de Talent Acquisition para IT no Mercado Livre); Dia 3) Arrays, Strings, Estruturas de repetição e funções + Tira-dúvidas sobre a Trybe; e Dia 4) Mão na massa: Resolvendo o Desafio Prático da Trybe em Javascript + Bate-papo com pessoas estudantes.

De acordo com João Duarte, CTO da Trybe, o curso Primeiros Passos na Programação é ainda muito importante para quem deseja estudar na Trybe. “O PPP possibilita que potenciais pessoas estudantes tenham acesso na prática ao conceito da nossa formação, que é totalmente focada no sucesso profissional desses estudantes. Além disso, quem participa desse preparatório possui até oito vezes mais chances de se tornar aluno, já que o conteúdo oferecido nesses quatro dias é o material de estudo para o processo seletivo da Trybe”, esclarece.

Outra vantagem para as pessoas que se inscreverem no PPP é que elas passarão a fazer parte de uma comunidade exclusiva para interação e resolução de dúvidas durante as aulas. Os participantes que concluírem as oito horas de curso receberão um certificado de conclusão.

Fundada em agosto de 2019 por Claudio Lensing, João Daniel Duarte, Marcos Moura, Matheus Goyas e Rafael Torres, a Trybe é uma escola de tecnologia que oferece uma formação de alta qualidade em programação e totalmente focada no sucesso profissional dos estudantes. Mas, detalhe importante, a pessoa estudante da Trybe pode só pagar pelo seu curso quando estiver empregada. Mais de 90% dos profissionais formados pela Trybe conseguem trabalho em tecnologia em até três meses após a conclusão do curso.

Serviço
www.betrybe.com.

João Duarte

Mercado Livre

Trybe

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.