book_icon

Roteador D-Link Covr 1103 expande o sinal Wi-Fi e tem fácil instalação

Roteador D-Link Covr 1103 expande o sinal Wi-Fi e tem fácil instalação

O roteador D-Link Covr 1103 pode cobrir uma área de até 464 m² com três pontos conectados. Com instalação simples e app intuitivo, é ideal para residências e pequenas empresas. Acompanhe o review e saiba tudo sobre o produto

Roteador D-Link Covr
Roteador D-Link Covr 1103 / Crédito foto: René Ribeiro

O review é do roteador Covr 1103 (pronuncia-se “côver”), da D-Link, que usa a tecnologia Wi-Fi Mesh. Ele utiliza o protocolo 802.11ac, que trabalha com duas frequências: 2,4 GHz e 5 GHz. Importante dizer que ele também é compatível com protocolos legados, para que dispositivos mais antigos também possam ser conectados.

É como se fossem duas redes, porém, esse roteador altera automaticamente o dispositivo conectado (seja smartphone, notebook, tablet ou qualquer outro gadget) para a melhor frequência, de modo que a pessoa não tenha perda do sinal, mesmo se ela estiver andando pela casa.

Um roteador tipo Mesh tem uma comunicação multidirecional e no sistema tradicional de repetidores a comunicação é unidirecional. E isso dá uma grande vantagem prática, pois você pode adicionar roteadores a sua rede e ir ampliando o sinal, sem adicionar redes Wi-Fi a sua casa, escritório ou empresa.

Assim, o Covr 1103 usa o mesmo nome de rede para a frequência de 2,4 GHz e a de 5 GHz. E os dispositivos conectados alteram automaticamente de frequência, simplificando as configurações e mantendo um sinal estável sem que você precise se preocupar com a intensidade do sinal.

Por esse motivo, o Covr 1103 pode ser comprado em versões de um, dois ou três roteadores. Isso vai depender do tamanho de sua casa ou quantos andares ela tem. E, mesmo se a casa for muito grande, basta adicionar quantos roteadores forem necessários.

D-Link cov-r 1100
O roteador D-Link COV-R alterna a banda automaticamente, dependendo do dispositivo conectado e da distância

Um exemplo: se a casa for muito grande e você quer que o sinal Wi-Fi chegue até a área externa, como área de piscina ou lazer, basta adicionar outro Covr e ligá-lo na tomada, sem precisar configurar absolutamente nada. Um ponto de acesso vai se conectando a outro. Isso é uma grande vantagem prática dos roteadores com tecnologia Mesh, como é o caso do D-Link Covr 1103.

Instalar o roteador Covr 1103 é fácil?

Essa é a principal dúvida de quem precisa comprar um roteador. Felizmente os novos produtos são bem mais fáceis de instalar hoje em dia. O D-Link Covr 1103 não precisa de manual.

Na caixa há um pequeno cartão em que a instrução é baixar o app D-Link Wi-Fi para o seu celular. Eu fiz o recomendado e depois bastou eu seguir o passo a passo no qual o app vai avançando as telas até o roteador ficar pronto para funcionar. Logicamente, um dos passos foi dar um nome para a rede Wi-Fi e inserir uma senha para conectar.

D-Link Covr 1103
O app da D-Link é intuitivo, o que facilita a instalação e as configurações

No final o app também verificou automaticamente que havia uma atualização do firmware do roteador. Nessa parte o app deixa a decisão para o usuário de atualizar ou não.

Porém, uma atualização, teoricamente, é para corrigir bugs ou trazer melhorias, então decidi atualizar. E correu tudo bem, o que é importante dizer. Depois disso a rede Wi-Fi ficou pronta e bastou conectar os dispositivos.

Alcance e estabilidade do sinal Wi-Fi do D-Link Covr 1103

Testei o roteador em uma casa de 160 m². Teoricamente, a D-Link informa em seu site que três peças do D-Link Covr cobrem uma área de até 464 m². Portanto, iniciei os testes com apenas uma peça do roteador.

O roteador ficou em um quarto localizado no canto extremo da casa, para testar realmente a força do sinal no outro extremo da casa. Usei um notebook no último quarto, que fica a uma distância cerca de 35 metros do quarto do roteador.

Veja também:

O sinal manteve-se estável o tempo todo, o que era esperado, pois está bem dentro da área estimada pela D-Link. Mas existe um porém e aqui vai outra dica: entre um quarto e outro havia anteparos que podiam gerar perda de sinal. Isso não aconteceu e o notebook manteve a conexão robusta. Portanto, é sempre bom ficar atento ao posicionamento do roteador.

Outro teste foi conectar vários dispositivos para verificar se o roteador suportaria o compartilhamento. Outra dica: um roteador Mesh suporta muitos dispositivos conectados, acima de 50. Enquanto que um repetidor chega a 20 dispositivos.

Tudo bem, 20 ainda é bastante para um ambiente residencial, mas se você tem uma pequena empresa, esse roteador da D-Link já seria interessante.

E vale mais uma observação: 20 dispositivos pode parecer muito, porém, hoje em dia existem outros dispositivos se conectando à rede Wi-Fi: os chamados dispositivos IoT, como caixas de som com Alexa, Google assistente, lâmpadas, interruptores, tomadas, smartwatches e outros sensores que estão cada vez mais presentes em nossas casas. Mais do que isso, ainda há o acesso a serviços de filmes e jogos: membros de uma família acessam Netflix e outros serviços simultaneamente. Portanto, vale muito pensar em comprar roteadores tipo Mesh como o Covr.

Voltando ao teste, depois de conectar dois tablets, duas TVs, três computadores e três smartphones, apenas um roteador continuou dando conta do sinal, mas o valor de download e tempo de resposta dos dispositivos caiu. Além de muitos dispositivos, ainda havia o fator de anteparos como paredes e portas. Então instalei uma segunda unidade do COVR na sala. O resultado foi como o esperado e prometido pela D-Link: a velocidade de download e upload melhoraram, além do tempo de resposta das aplicações. Veja o valor do download, do upload e do tempo de resposta (Ping) medidos pelo site wifiman:

D-Link cov-r 1100

A velocidade contratada de minha internet é de 300 Mbits/seg para download e 250 Mbits/seg para upload. Então você pode pensar que os valores acima obtidos pelos testes estão baixos perto da velocidade contratada. Porém, é preciso considerar esses pontos: o valor contratado de uma conta de internet é medido quando conectado por cabo de rede e não por Wi-Fi. Para confirmar, também usamos o famoso e tradicional Speedtest, como mostra abaixo.

D-Link cov-r 1100

O Wi-Fi sempre terá perdas e ainda se agrava com anteparos já citados, como portas, paredes, vidros e outros que possam prejudicar a qualidade do sinal. Portanto, o valor de 200 Mbits/seg atingido é um resultado muito bom, e ainda mais com vários dispositivos conectados ao mesmo tempo consumindo banda.

Atente também para o valor de latência de 6 ms (milissegundos) em um teste e 3 ms medidos no segundo teste, com outro serviço. Esse valor é importante pois é o tempo de resposta para um site ou aplicação web responder à sua solicitação.

Quanto menor esse valor, melhor. Imagine acessar o Netflix ou HBO Max e o serviço de filmes demorar para responder. As imagens podem falhar para carregar ou o filme perder resolução se esse valor for muito alto. E, para quem joga online, o valor do ping baixo é primordial para ter bom desempenho nas partidas.

É recomendado que esse valor não passe de 20 ms para serviços de streaming (filmes, vídeos em tempo real) e, se você curte jogos online, é melhor não passar de 8 ms. Portanto, os valores atingidos nos testes pelo Covr, com todos esses dispositivos conectados, foi ótimo.

Detalhes que valem destacar sobre o D-Link Covr 1103

Se você tem uma casa muito grande e provavelmente vai precisar mais de um roteador, provavelmente está se perguntando o tamanho desse modelo. O Covr tem formato de um cubo, com dimensões de 92 x 92 x 92 mm.

Portanto, é um formato discreto e fica bem em qualquer lugar da casa. Isso é um detalhe importante, pois, o posicionamento de cada Covr vai dar melhor eficiência para a expansão do sinal.

roteador D-Link Covr 1103
O D-Link Covr tem dimensões pequenas e um design simples, o que ajuda na estética e na instalação

Dica extra: faça o possível para posicionar o roteador em uma altura de, pelo menos, 1 metro. O motivo é para o sinal Wi-Fi não encontrar barreiras e assim manter sua eficiência máxima.

O roteador é todo na cor branca, com minúsculos orifícios para saída de ar. Ele não esquenta quase nada, porém, como qualquer peça eletrônica, é preciso ter um escape para uma refrigeração, pois aumenta a vida útil dos componentes eletrônicos.

Na parte de baixo, há uma etiqueta com os dados do roteador e na parte de cima existe um minúsculo LED que fica na cor branca, para indicar que ele está em uso. Esse é um recurso que pode passar despercebido, mas é importante: é possível desabilitar esse LED pelo app da D-Link. Isso é muito bacana se um dos roteadores estiver instalado em seu quarto: você pode desligar o LED para não atrapalhar o sono.

roteador D-Link Covr 1103
O Covr tem um LED indicador de uso. Mas, se ele estiver em um quarto, é possível desligar esse LED pelo aplicativo, para não incomodar o sono

O roteador é compatível com protocolos de segurança de Wi-Fi tipo WPA, WPA2 e o mais atual WPA3. Isso é interessante, pois nem todos notebooks, tablets e smartphones estão preparados para o WPA3, porque esse protocolo é muito recente. E por que é interessante? Porque mostra que esse roteador está preparado para a mais nova tecnologia de segurança.

Outros recursos do roteador D-Link Covr 1103

Como disse no review, as redes dual band (2,4 GHz e 5 GHz) que o Covr fornece, serão distribuídas conforme a distância que os dispositivos estiverem do roteador. Porém, e se você precisar de mais banda para seu notebook de trabalho, por exemplo? O Covr tem implementado o recurso QoS (Quality of Services).

 

D-Link cov-r 1100
Tela de configuração do roteador COV-R: ferramenta permite priorizar dispositivos que precisam de mais banda de Wi-Fi

Com o QoS é possível estabelecer prioridades para os equipamentos que estiverem conectados na rede Wi-Fi. E também é simples de configurar: Os equipamentos aparecem listados e basta arrastar cada um para a tabela de prioridades. A imagem abaixo mostra um exemplo de configuração.

Outro recurso é a compatibilidade com comandos de voz, para Alexa, da Amazon ou o Google Assistente. É possível ligar e desligar o Wi-Fi da rede de convidados, verificar as credenciais de login e reiniciar o sistema Wi-Fi. São apenas esses comandos de voz, mas interessante poder comandar um roteador pela voz.

roteador D-Link Covr 1103
Parte traseira do roteador D-Link Covr 1103. Da esq. para dir: botão liga/desliga; porta internet para ligar o modem; porta Ethernet para configuração e o conector para alimentação

E, claro, ele tem os recursos essenciais de um roteador: opções de Firewall, redirecionamento de portas (muito usado por quem joga online), filtro de páginas (para bloquear acesso a sites), Rotas estáticas, DNS dinâmico (para executar um servidor virtual) e criação de VPN segura, para permitir que outros dispositivos de fora de sua casa possa acessar sua rede. Essa última é útil se você está em viagem, por exemplo, e precisa acessar algum arquivo ou documentos que estão em um computador em sua casa.

Roteador D-Link Covr 1103: Conclusão

“Porque eu deveria usar um roteador como o D-Link Covr e não apenas um repetidor para ampliar o sinal Wi-Fi?”. Essa é a principal questão a ser respondida para esse tipo de produto. Em minha opinião, um roteador como esse, que usa tecnologia Mesh, é melhor do que repetidores, pois você fica livre de usar várias redes no perímetro da sua casa ou empresa. Por utilizar tecnologia Mesh, o D-Link Covr é altamente escalável. Isso significa que, quando o usuário precisar expandir o sinal, basta adquirir outro Cov-r e, simplesmente, conectá-lo a tomada e o aplicativo da D-link configura esse ponto automaticamente, colocando-o na rede já existente.

Além da simplicidade, vale destacar que o roteador D-Link Covr tem recurso para priorizar dispositivos que precisam acessar mais banda e isso é selecionado pelo usuário por um painel gráfico nas configurações, sem precisar de linhas de comandos. O aplicativo tem interface intuitiva, mostrando os pontos de acesso em formato gráfico, além de exibir os dispositivos online na rede. A rede de convidados também está presente como em outros roteadores, e é simples de configurar.

Como descrito no review, a área de cobertura de um ponto de acesso, cobre até 160 m², desde que não tenha bloqueios, como paredes, portas, biombos.  A velocidade do W-Fi alcançada foi ótima, mas é sempre bom explicar que isso vai depender também do dispositivo que está sendo conectado. Pois a qualidade do hardware do Wi-Fi também conta. Um detalhe importante a ser destacado é sobre o posicionamento de cada ponto do Covr: nos testes, às vezes, um dispositivo perdia o sinal momentaneamente. Percebi que não era culpa do roteador, mas sim, do posicionamento adequado. Se um ponto não ficar longe o suficiente de outro ponto Covr, a troca de comunicação entre eles atrasa a resposta e o dispositivo (pode ser um celular, notebook, etc.) perde o sinal até a comunicação ser completada. Quando afastei mais um dos pontos do Covr, o sinal ficou estável e sem problemas.

Outro ponto a deixar claro: O roteador D-Link Covr 1103 tem esse nome porque vem com três pontos de acesso (roteadores). Por isso você pode achar o preço caro. Mas a parte boa é que existem os modelos Covr-1102 (com dois roteadores) e Covr-1100 (com um roteador). Portanto, dependendo da área da sua casa ou empresa, é possível comprar o modelo ideal.

Serviço:

Para saber mais sobre onde comprar e sobre a D-Link, acesse o site: https://www.dlink.com.br/categoria/residencial/wi-fi-na-casa-toda/

 

Ficha técnica completa do Roteador D-Link Covr 1103

Interfaces do Dispositivo (por unidade) 1 x WAN Gigabit
1 x LAN Gigabit
Wireless AC (Wave II)
Botão Liga/Desliga
Botão Reset
Padrões Wi-Fi 802.11ac (Wi-Fi 5)
802.11n
802.11g
802.11a
802.11b
Frequências Wi-Fi 2.4 GHz (até 300 Mbps¹)
5 GHz (até 866 Mbps¹
Recursos Avançados Aplicativo D-Link Wi-Fi
Assistente de configuração Web
Auto-configuration
Ethernet Backhaul
Multicast Support
MU-MIMO
QoS (Quality of Service)
Voice Control
Wireless roaming
Wireless band steering
Wireless Air Time Fairness (ATF)
Modos de Operação Roteador
Repetidor
Modo Bridge
2 antenas internas (por unidade)
Segurança WPA2
WPA3
Alimentação Elétrica Entrada: 100-240V (50/60 Hz)
Saída: 12V / 1A
Consumo de Energia (por unidade) Máximo: 8,55 W
Dimensões (por unidade) 92 x 92 x 92 mm
Peso (por unidade) 197 g
Conteúdo da Embalagem 3 peças COVR
3 fontes de alimentação
Cabo de Rede Ethernet
Cartão de Instalação Rápida
Guia de Instalação Rápida
Garantia 5 anos

 

expande o sinal Wi-Fi

review D-Link covr

Roteador D-Link Covr-1103

tecnologia Wi-Fi Mesh

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | PRÊMIO A ESCOLHA DO LEITOR

As indicações do usuário

Leia nessa edição sobre carreira

CÓDIGO ABERTO

Kubernetes rumo à Nuvem

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

LEGISLAÇÃO

Importações desafiam as empresas

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

COMUNICAÇÕES

5G: Será que agora vai?

Outubro | 2021 | #51 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento