book_icon

Monitor AOC Agon AG251FZ2: ótimos recursos a um preço atraente

A tela de 24,5 polegadas e a alta taxa de atualização de 240 Hz garantem a qualidade das imagens e permitem ao usuário aproveitar todos os recursos dos jogos

Monitor AOC Agon AG251FZ2: ótimos recursos a um preço atraente

monitor AOC Agon

Se você é entusiasta de jogos de PC, ou até mesmo um jogador competitivo de partidas multiplayer, é bem provável que queira um monitor ideal para games. E não estou falando apenas de contraste, brilho e recurso docs, mas também com uma taxa de atualização alta, que é o caso desse monitor da AOC, o Agon AG251FZ2.

A tamanho da tela é de 24,5 polegadas. A resolução máxima é full HD (1920 x 1080), o que, para mim, é suficiente para aproveitar os recursos visuais dos jogos. Para quem tem dúvida sobre a resolução 4K, tenho argumentos muito interessantes para provar que ele não é necessário: a definição 4K é legal sim, afinal, são mais pixels na tela, formando uma densidade que entrega uma imagem mais definida.

Porém, é preciso considerar mais pontos antes de comprar um monitor 4K para jogos: você precisa ter um PC com uma configuração muito boa, pois, para processar mais pixels, é preciso de desempenho.

A definição 4K também faz cair o fps (frames por segundo) dos jogos, fazendo com que a resposta fique mais lenta. E assim, para jogar em 4K, você precisa de uma placa de vídeo potente para ter mais fps.

monitor AOC Agon AG251FZ2
monitor AOC Agon AG251FZ2

E a qualidade de imagem, mesmo sendo melhor do que full HD, acaba não compensando pela pouca diferença que isso causa em jogos e pelo alto preço de um monitor 4K.

Assim sendo, um monitor com resolução 4K é ótimo para profissionais de mídia, que precisam ver detalhes mínimos para entregar seu trabalho. Além disso, um monitor com 4K é bem mais caro do que um full HD. 

Logicamente, é sempre bom ter o melhor, mas, diante desses fatos, um monitor full HD atende muito bem a quem gosta de jogos.

O design e acabamento do AOC Agon AG251FZ2

Como a maioria dos monitores gamers, esse modelo da AOC apresenta um design diferenciado. A parte de trás tem um corte que divide o monitor em dois níveis bem visíveis onde tem duas cores: vermelho na parte de cima e preta na parte de baixo, formando um V bem aberto. 

monitor AOC Agon
Parte de trás do monitor AOC Agon AG251FZ2

Também na parte traseira, há uma haste móvel no canto superior esquerdo. É bem interessante esse recurso, difícil de encontrar em monitores: essa haste serve para pendurar o fone de ouvido. Considerando que gamers usam fones e headsets grandes, é algo muito útil para guardar o fone em vez de deixá-lo em cima da mesa quando não está sendo utilizado.

monitor AOC Agon
Detalhe da haste que tem a função de guardar o fone de ouvido

A base e o suporte do monitor são feitos em metal e são muito robustos. O suporte possui ajuste de altura pneumático do monitor: basta deslizar a tela para cima ou para baixo e largar na posição desejada.

Verifiquei que o deslizamento é suave e quando deixei o monitor na altura desejada, ele realmente fica parado na posição, mesmo sem haver nenhuma trava. A pressão exercida é bastante eficiente e não é preciso fazer muita força para deslizar o monitor.

monitor AOC Agon
A base e o suporte são em metal. A estrutura oferece ajuste de altura e de inclinação do monitor

Além do ajuste de altura, também é possível mover a tela para trás em até 21,5 graus e para frente até 3,5 graus. E ainda tem mais: a base permite girar o monitor para esquerda e direita em um ângulo de 20º para cada lado.

Ele também pode girar deixando a tela na vertical. É uma opção interessante para quem trabalha com editoração de banners, com softwares como In Design, Corel Draw, Lightroom, por exemplo.

O monitor ainda tem a opção de ser fixado na parede, com suporte padrão VESA.

Monitor bem servido de conexões

O AOC Agon AG251FZ2 tem conectores de vídeo na parte de trás, voltados para a parte de baixo. E também mais conectores USBs para servir como hub, para o usuário não precisar abaixar até o computador para manusear cabos. Veja as fotos abaixo:

monitor AOC Agon

A foto acima mostra os conectores na parte de baixo a direita do monitor, na ordem: entradas de vídeo: DVI, duas HDMIs, Display port, VGA e saída para fone (ou caixa de som) e microfone. O último conector é para o controle Quick Switch, que veremos mais adiante.

monitor AOC Agon

A foto acima exibe o hub USB 3.0. O conector azul mais a direita é ligado ao computador para passar energia e dados às duas USBs a esquerda. A AOC inseriu esses conectores para facilitar o acesso do usuário. Pois, dessa forma, não é necessário abaixar ao desktop para conectar periféricos ao PC. O conector preto mais a direita é para a fonte de energia do monitor. E os cinco botões abaixo são de acesso ao menu de configurações.

monitor AOC Agon

Na borda direita do monitor ainda há um conector USB (amarelo) para carregamento de smartphones ou qualquer outro gadget, mais uma USB 3.0 para conexão de dados e conectores para fone de ouvido  e microfone.

Os cabos passam bem , sem problemas, tem espaço suficiente para mexer e podem ser organizados passando pelo suporte do monitor.

O controle por hardware Quick Switch

É preciso admitir que a AOC caprichou nos detalhes nesse monitor. Ele também acompanha uma espécie de mini teclado.

Conectado ao monitor, ele tem duas teclas que servem para alternar entre os modos de jogo (FPS, RTS, Corrida e três modos customizáveis chamados de Jogador 1, 2 e 3).

monitor AOC Agon
O mini teclado Quick Switch: um periférico que acompanha o monitor que serve como atalho para alternar entre os modos de jogos

Pode parecer um exagero, mas esse tecladinho é muito útil para trocar os modos que o usuário levou tempo para configurar de acordo com sua melhor visualização para cada tipo de jogo.

Depois de configurados os parâmetros no menu do monitor, basta clicar nos botões para alternar entre os modos de jogos. Como o dispositivo é pequeno, não ocupa muito espaço. E como o cabo tem cerca de 60 cm, é possível deixá-lo perto do teclado normal ou mesmo perto da base do monitor.

Desempenho e características técnicas 

Já começo com boas notícias nesse item. O monitor AOC Agon AG251FZ2 foi muito bem nos testes.

Ele usa um painel de LED tipo TN. Essa tecnologia não é das mais sofisticadas, mas já chegou em um nível de maturidade alta e tem uma eficiência ótima para jogos. A tecnologia de painéis tipo TN tem melhor tempo de resposta, o que é ideal para jogos. O tempo de resposta é o tempo que um pixel leva para sair de uma cor (cinza, por exemplo) e passar por todos os tons até chegar ao cinza novamente.

Em um monitor, quanto menor o tempo de resposta, melhor será a definição das imagens em movimento e, no caso aqui, ótimo para jogos. Esse monitor tem um tempo de resposta de 0,5 ms (milissegundos). É o menor tempo da categoria e isso ajuda demais a não ter cenas com cores borradas, principalmente as cenas de mais ação e jogos com muitos personagens atuando na tela ao mesmo tempo.

Outro recurso muito importante desse monitor é a taxa de atualização. Em monitores comuns, para trabalho de escritório, essa taxa não passa de 60 Hz (Hertz). Já o Agon AG251FZ2 chega a 240 Hz. 

Para ter uma ideia, 120 Hz já faria diferença. E com 240 Hz o contorno dos objetos em movimento (seja um personagem, um carro, um avião ou mesmo cenas com explosões) ficam mais fluidas, com movimentos sem rastros fantasmas, como mostra o exemplo abaixo.

monitor AOC Agon
Exemplo de como seria uma imagem de jogo em movimento. Em frequências mais altas, como é o caso desse monitor, o efeito de arrasto praticamente não existe.

O tempo de resposta baixo somado a taxa de atualização alta é um diferencial para quem joga online. Essa soma ajuda muito no tempo de reação dos jogadores, onde cada milissegundo conta na hora acertar um adversário.

Um dos jogos que testei foi Shadow of the Tomb Raider. É um jogo riquíssimo em detalhes, tanto dos personagens, quanto dos cenários. É um bom jogo para testes de monitor, pois os cenários são ao livre, com muitas variedades: há ações em cidades, em florestas, em rios e contando com sombras, locais com muita luz e locais escuros. Resumindo, é ótimo para testar se o monitor consegue exibir tudo com contrastes, brilho, cores e também verificar se existe desfoque.

Importante dizer que testei em um desktop com CPU Intel Core i9-9900K e placa de vídeo Nvidia GTX 1080. Outro detalhe importante: para o monitor atingir a frequência de 240 Hz é preciso usar a entrada de vídeo display port.

Em cenas a luz do dia no jogo, o monitor exibiu objetos e personagens com ótima definição de cores, mesmo quando esses passavam por lugares com sombras do sol. Nas cenas de ação, a frequência de 240 Hz mostrou eficiência, exibindo todos os movimentos com fluidez. Nas cenas mais escuras eu precisei calibrar no setup do monitor, a intensidade de gamma, pois o contraste estava muito alto no modo automático para jogos de ação.

Testei também o jogo de corrida Dirt 5, para verificar cenas bem rápidas. Foi outra experiência muito boa. Os efeitos de poeira e barro voando ficaram bem reais, assim como fumaça do motor, quando esse ficava com problemas. As cenas rápidas não desfocavam e isso elevou a experiência desse jogo, pois ver a paisagem sem desfoque, ou as ruas, foi um diferencial na experiência e imersão nesse tipo de jogo de corrida.

Além da taxa de atualização de 240 Hz, gostei muito da qualidade do DCR (Relação do Contraste Dinâmico, em português). Esse recurso não é novo e muitos monitores gamers usam. Ele ajusta automaticamente o brilho da tela para enxergar com mais precisão as áreas mais escuras do conteúdo exibido em mais profundidade. Nesse monitor, com o DCR ativado, foi possível ver as áreas escuras com mais detalhes, com cores bem definidas, seno possível observar objetos e personagens.

Um ponto que achei que poderia ser melhor: o áudio dos alto-falantes. Ele tem potência, porém, realça demais os sons graves, mesmo que eu configurasse pelo Windows ou pelo menu do monitor.

Quanto aos menus, tem as opções que todo monitor gamer que se preza necessita ter. São ajustes de luz de fundo, brilho, contraste, temperatura da cor, opções de gamma 2.1, 2.2 e 2.4, modos de jogo GPS, RTS, racing, além de três opções que podem ser customizadas pelo usuário.

Também tem controle de sombras, que pode ser ajustado de acordo com o tipo de jogo. Por exemplo, um jogo de terror é bem mais escuro do que um jogo de corridas. E esse ajuste é muito interessante para melhorar a visualização de detalhes.

Conclusão sobre o monitor Agon AG251FZ2

A análise desse monitor revelou muitos pontos positivos. O primeiro ponto é saber que o preço é ótimo pelos recursos que ele oferece. Em acabamento é muito robusto, tem uma base e suporte muito sólidos. Os ajustas que a base permite são totais: altura, inclinação frente e trás e ainda para laterais. Portanto, é ótima para ajustar em qualquer mesa deixando a postura do usuário a mais confortável possível.

Também é repleto de conexões, talvez até mais do que o necessário. Há opções de USBs na parte traseira e na lateral do monitor, sem que seja necessário abaixar até o desktop para conectar um HD externo, um smartphone ou pendrive, por exemplo. Vale citar também o suporte para headsets. Pode ser um detalhe pequeno, mas achei útil: Se você tem um fone caro e grande, é bem legal deixa-lo no suporte do monitor em vez de deixa-lo jogado em cima da mesa.

No desempenho, ele se saiu muito bem nos jogos, com cores vibrantes e cumprindo o que promete com os recursos que mais chamam a atenção: a alta taxa de 240 Hz e o tempo de resposta de 0,5 milissegundos. Esses dois recursos elevam muito a experiência de jogos, pois evitam o efeito de arrasto em cenas movimentadas. E isso vale para filmes também. Quanto a textos, o Agon AG251FZ2 também foi bem nos testes para estudo ou trabalho. As várias configurações do menu, inclusive o modo azul, que torna a imagem mais confortável para leitura, ajudam muito a evitar fadiga ocular quando se passa várias horas lendo no monitor.

O único ponto que pecou mais foi na qualidade do áudio dos alto-falantes. O som é alto, mas os graves se sobressaem muito, faltando equilíbrio com agudos e médios.

Monitor AOC AG251FZ2: Ficha técnica completa 

Tipo de painel LED
Tamanho do painel 24,5″ Widescreen
Tamanho da imagem visível (diagonal) 62,2 cm
Pixel pitch 0,36375 mm
Contraste estático 1.000:1
Frequência do painel 240 Hz
Tratamento da tela Anti-reflexivo
Ângulo de visão horizontal 170º
Contraste (Dinâmico) 80.000.000:1
Ângulo de visão vertical 160º
Brilho 400 cd/m2
Resolução máxima 1920 x 1080
Tempo de resposta 0,5 ms
Resolução recomendada 1920 x 1080
Detalhes Possui 1 entrada para Headset (que permite entrada e saída do áudio pelo mesmo conector) além de uma alça para apoiar o Headset no próprio monitor.
Suporte de cores Maior que 16 milhões
Cabos que acompanham o produto DISPLAY PORT, VGA

Conexões

VGA 1
DVI 1 (Dual-Link)
Display Port 1
Entrada de áudio 2
HDMI 2
USB 4
Fone de ouvido 1

Dimensões e fixação

Preparado para fixação em parede/painel (padrão de furação VESA Mount) Sim (100 x 100) mm
Peso líquido 6,5 Kg
Peso Bruto com embalagem 8,7 Kg
Dimensões c/ base (L x A x P) 566,6 x 545,2 x 218,2 mm mm
Dimensões s/ base (L x A x P) 566,6 x 336,02 x 61,16 mm mm
Embalagem (L x A x P) 655 x 250 x 420 mm mm
Base ajustável Altura: 130mm Giro: 20°/20° Inclinação: -3,5°/+21;5° Pivô: 90°

Produto

Alto-Falantes Sim
Consumo (máximo) 64 Watts
Fonte Externa – 100~240V – 50/60 Hz
Controles manuais Source/Auto/Sair; Game Mode/Esquerda; Select/Direita; Menu; Power.
Consumo Ligado 24 Watts
Consumo em modo espera (standby, máximo) 0,5 Watts
Código EAN 7898620270926
Compatibilidade Windows, MAC, Linux
Cor predominante do produto Preta
Cor predominante da base Metálica
Garantia 1 ano (s)
Normas / segurança / certificações CE, CB, FCC, cNus, CCC, CEL1, RCM&MEPS, KCC, e-Standby, BSMI, Win 8/8_1,Win 10, EAU (CU), RoHS, EPA, WEE, Bauart, ISO 9241-307, Carbon Footprint,
Itens inclusos na embalagem Controle Externo QuickSwitch, Cabo de força, Cabo DP, Cabo VGA, certificado de garantia, base e monitor

AOC

monitor AOC

Monitor de vídeo

monitor gamer

review

review monitor AOC Agon

Tecnologia

Comentários

  1. Aurelio

    Parabéns pela matéria e pelos testes. Eu estava buscando um monitor de qualidade e decidi comprar esse. Tirou minhas dúvidas. Continuem assim isso ajuda a escolher melhor produtos que quermos comprar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

ENCARTE - ESPECIAL DISTRIBUIÇÃO

Prêmio Excelência em Distribuição, e listagem de distribuidores de TIC

Leia nessa edição sobre carreira

ANÁLISES

Evoluções digitais

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

TECNOLOGIA

Arquitetura descentralizada

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

QUALIFICAÇÃO

Na jornada do conhecimento

Junho| 2021 | #47 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento