book_icon

O que a cidadania americana proporciona além do Green Card?

O que a cidadania americana proporciona além do Green Card?

O que a cidadania americana
proporciona além do Green Card?

Quando um brasileiro se naturaliza como um cidadão dos Estados Unidos, além de autorização para morar e trabalhar no país – que também é garantido pelo Green Card – ele passa a ter os mesmos direitos que um cidadão nascido nos Estados Unidos.

“A cidadania dos EUA significa viajar por outros países com o mesmo passaporte e benefícios dos americanos, tendo direito inclusive aos acordos internacionais com vantagens no próprio país. E, ao mesmo tempo, não é necessário deixar de ser brasileiro, já que o Brasil permite a dupla nacionalidade”, destaca Ana Elisa Bezerra, vice-presidente da LCR Capital Partners, empresa especialista em EB-5 e que auxilia brasileiros a se qualificarem para o Green Card.

Conheça as vantagens de quem tem essa cidadania:

Prioridade em aeroportos
Quem já viajou para o Canadá ou países da Europa provavelmente reparou nos privilégios que os americanos têm ao passar pela alfândega. Já no aeroporto, as filas são separadas – e a deles anda bem mais rápido. Principalmente em países com problemas com imigração ilegal, como a Inglaterra, o passaporte americano faz bastante diferença.

Com a naturalização aprovada, passa a ser um americano nas fronteiras internacionais – e isso significa carregar o mesmo passaporte e passar pela mesma fila dos americanos. Se o passaporte dos Estados Unidos faz diferença em países que não requerem o visto de brasileiros, imagina aqueles que ainda pedem essa autorização prévia nos consulados? Com a cidadania americana, o brasileiro passa a ser dispensado de apresentação de visto de turista para alguns países, como Canadá, Nova Zelândia e Japão.

Visto de trabalho temporário
Trabalhar em outro país, mesmo que temporariamente, é uma boa experiência para a carreira e para o crescimento pessoal. Os Estados Unidos mantém acordos internacionais que viabilizam para que jovens possam trabalhar legalmente em outros países, pagando parte de suas despesas de viagens.

O programa chamado Working Holiday (trabalho de férias) geralmente tem foco em jovens de 18 a 30 anos, e permite que eles possam trabalhar legalmente em outros países por alguns meses, durante suas férias prolongadas. Esse tipo de programa não é comum no Brasil. Já os Estados Unidos, atualmente, têm esse programa disponível na Austrália, Irlanda, Nova Zelândia, Singapura e Coreia do Sul.

Direito de residência
Uma das principais limitações de vistos de residência nos Estados Unidos é em relação a viagens internacionais. Dependendo do visto, é exigido que a pessoa permaneça no país sem viajar por determinado período de tempo, e as viagens mais longas requerem que ele notifique às autoridades, com o risco de perder o visto.

Com a cidadania americana, o direito de residir nos EUA é permanente, sem correr o risco de perdê-lo mesmo que passe muito tempo morando fora. Também não precisa notificar suas viagens mais longas às autoridades, nem tem que permanecer longos períodos sem deixar o país.

Visto de residência para parentes diretos
Um cidadão americano tem facilidades para obter o visto de residência para parentes diretos – sejam pais ou irmãos menores de 21 anos – desde que seja o seu patrocinador, comprovando que tem condições de sustentá-los. Já os filhos têm direito a cidadania, mas o benefício pode levar alguns anos.

Embora quem tenha o Green Card também possa tentar o visto de residência para país, filhos e irmão, esse processo, além de mais demorado, tem um número limitado de pedidos por ano, o que reduz bastante as chances de sucesso.

Cidadania americana
Uma vez naturalizado americano, o cidadão adquire exatamente os mesmos direitos de uma pessoa que nasceu naquele país, com exceção de se candidatar a Presidência da República. O principal deles é o direito de votar nas eleições locais, o que será importante depois de algum tempo vivendo nos EUA. Além disso, como cidadão, adquire o direito de trabalhar em departamentos do Governo e assumir cargos públicos, reservados somente a americanos. Também pode solicitar assistência federal, inclusive em questões legais ou em viagens ao exterior.

Sobre o programa EB-5
O EB-5 é um programa credenciado pelo governo norte-americano que oferece visto (Green Card) a quem fizer aportes em projetos para a geração de empregos naquele país. O valor do aporte é atualmente de US$ 500 mil, com probabilidade de aumento pelo congresso americano nos próximos meses.

Sobre a LCR Capital Partners
A LCR Capital Partners é um Centro Regional, autorizado pelo governo norte-americano a assessorar estrangeiros que sonham viver nos Estados Unidos, sem as amarras dos vistos de estudante ou de negócio que expiram, acabado o curso ou o contrato de trabalho.

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento