Canal de Distribuição

Accesstage reformula programa de canais

Desde o começo de 2016, a Accesstage, especialista em soluções para intercâmbio de dados financeiros, atua com parceiros de vendas em um novo modelo de programa de canais. Batizado de Lead Generation, o programa tem como principal prerrogativa ter os parceiros atuando como indicadores de negócios, ou seja, passam a ser responsáveis pelo mapeamento e sugestão de novos clientes. Atualmente, a empresa tem 30 parceiros que trabalham nesse modelo, mas a intenção é que em 2017, o número chegue a 100 até junho de 2017.

De acordo com Peterson Pais, gerente de marketing da Accesstage, a reformulação aconteceu a princípio para alavancar os escritórios espalhados pelo país. “Estamos há cerca de um ano em Recife, Fortaleza, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia e Porto Alegre. Nos consolidamos nessas áreas e a ideia, agora, é aumentar a base de clientes e centralizar o atendimento em cada local”, explica.

Pais conta que o novo modelo simplifica a parceria entre a Accesstage e seus canais, uma vez que todas as etapas de venda, implementação e atendimento são feitas pela fornecedora. “Isso permite que os parceiros tenham um ganho financeiro sem precisar reduzir sua dedicação a outras soluções e serviços que eles oferecem. Outra particularidade do nosso modelo é que, além de uma comissão por empresa indicada, os parceiros recebem um valor recorrente por dois anos, caso um lead qualificado venha a fechar negócio conosco”, afirma.

O Lead Generation, que substituiu o modelo tradicional de programa de canal em vigor desde 2010, está em uso desde o começo deste ano e os parceiros indicadores já representam 3% no faturamento global da empresa. A empresa busca parceiros que possuam uma carteira de clientes consolidada ou já atuem com ferramentas voltadas para ERPs, Business Intelligence (BI), soluções fiscais, contábeis ou outras tecnologias para a área financeira das organizações.

Com uma base de mais de 100 mil empresas conectadas, a Accesstage é integradora de soluções e serviços para a gestão de pagamentos/recebimentos e transferência eletrônica de informações financeiras. Segundo Pais projeta, a expectativa é que as indicações dos parceiros representem 8% do faturamento da empresa.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.