book_icon

TP-Link faz conexão dos serviços públicos e oferece ferramenta para participantes de licitações

Entenda como a colaboração entre a TP-Link favorece a conectividade da educação, saúde e serviços postais, promovendo inclusão digital

TP-Link faz conexão dos serviços públicos e oferece ferramenta para participantes de licitações

A caricatura de um serviço público burocrático, moroso e pronto para distribuir carimbos está aos poucos deixando este cenário e dando espaço para aplicativos governamentais, conectividade e digitalização. A modernização tem tornado cada cidadão mais próximo das instituições através da transparência, mas principalmente reduzindo etapas, filas e tempo de atendimentos para que a eficiência e a acessibilidade sejam cruciais. Estudos da Organização das Nações Unidas (ONU) apontam que o Brasil avançou para o nível considerado muito alto de desenvolvimento no quesito governo eletrônico, sendo a 20ª na colocação que avalia 193 Países.

E neste processo, as licitações são o início de tudo para que empresas especializadas ofereçam a implementação da atualização de redes Wi-Fi e cabeada, assim garantem que órgãos governamentais possam oferecer serviços ininterruptos e acesso fácil à informação. Neste contexto, a TP-Link, empresa global em soluções de conectividade, se destaca como uma parceira estratégica para o poder público, seja através da excelência dos produtos e do custo-benefício, nas soluções apresentadas, ou mesmo diretamente auxiliando no acesso aos preços.

No setor hospitalar, por exemplo, uma rede robusta simplifica boa parte do atendimento, permitindo o acesso rápido a prontuários eletrônicos, facilitando consultas e garantindo a comunicação ininterrupta entre atendimento, médicos e enfermeiros 

O resultado é a presença da marca em instituições de ensino, unidades de saúde, órgãos como o DETRAN e demais projetos públicos. O reconhecimento é reforçado pela criação do portal de Atas de Registro de Preço (ARPs) pela TP-Link, uma inovação pensada para agilizar o processo de licitação, garantindo que as empresas possam acessar facilmente os preços registrados em projetos similares, otimizando tempo, recursos e garantindo a participação em pregões.

O site de Atas de Registro de Preço (ARPs) da TP-Link, foi desenvolvido para facilitar futuras licitações. Nele são registrados levantamentos feitos através de procedimento de registro de preços. Enquanto o contrato estiver valendo, toda compra ou serviço incluído naquele registro terá o valor previamente definido. “Ou seja, as licitações são 100% baseadas em preço. Dessa forma, o órgão público escolhe a linha Omada, por exemplo, não apenas pela tecnologia, mas sim pelo custo-benefício que a TP-Link fornece para os produtos, o que consequentemente permitem que o melhor seja oferecido para os usuários”, explica Marcelo Oliveira, diretor de Vendas ENBU & SMB, da TP-Link.

Soluções
Marcelo ainda reforça que a marca buscou o desenvolvimento de tecnologias para segmentos de alta demanda que reduzissem o custo, mas ao mesmo tempo melhorassem a qualidade do projeto. “Um bom exemplo é realmente a Linha Omada da TP-Link, uma solução robusta que combina alto desempenho com economia, uma equação essencial em processos licitatórios governamentais, que são determinados exclusivamente pelo preço”, completa. O Software de Gerenciamento Centralizado é uma ferramenta gratuita que elimina custos ocultos com licenças recorrentes ou atualizações, e que garante uma gestão de rede rápida e eficaz.

“Em um ambiente onde a tecnologia avança a passos largos, a TP-Link não apenas acompanha essa evolução, mas se antecipa às necessidades de seus parceiros governamentais, oferecendo soluções que atendem aos critérios de eficiência, acessibilidade e custo-benefício”, acrescenta Marcelo. A escolha pela linha Omada reflete uma tendência crescente de valorização de propostas que combinam inovação tecnológica com viabilidade financeira, um diferencial que posiciona a TP-Link como uma aliada estratégica no avanço da digitalização dos serviços públicos no Brasil.

Vantagens
No setor hospitalar, por exemplo, uma rede robusta simplifica boa parte do atendimento, permitindo o acesso rápido a prontuários eletrônicos, facilitando consultas e garantindo a comunicação ininterrupta entre atendimento, médicos e enfermeiros. Na educação, redes atualizadas abrem portas para um universo de possibilidades de aprendizado, desde a infraestrutura administrativa, até aulas online interativas, acesso a bibliotecas digitais globais, quebrando barreiras físicas e democratizando o conhecimento.

Além disso, a implementação de redes Wi-Fi públicas em espaços como parques e praças transforma áreas comuns em pontos de encontro digitais, onde cidadãos podem acessar informações, serviços governamentais ou simplesmente desfrutar da liberdade de estar online, reforçando a inclusão digital e social. “Através de parceiros temos cidades com Wi-Fi em terminais rodoviários, praças, pontos turísticos e o resultado reflete diretamente na economia da cidade e na qualidade de vida”, destaca.

TP-Link + parceiros no Setor Público
Outro importante projeto foi entre a TP-Link e o parceiro Microtécnica, que juntos desenvolveram uma solução para a empresa logística estatal do País, resultado de uma licitação para modernizar as infraestruturas de TI. Em diversas unidades serão instalados em média 4800 switches do modelo TL-SG3428MP e aproximadamente 9.800 unidades do modelo SM331-T. A iniciativa promete transformar o modo como os serviços postais operam no Brasil. Esta modernização, focada na implementação e atualização das redes Wi-Fi e cabeadas, visa aprimorar a eficiência e a acessibilidade dos serviços oferecidos pela instituição.

O impacto dessa parceria se estende para além da otimização operacional, como também promovendo a inclusão. Em uma era onde a rapidez e a confiabilidade são essenciais, com essa modernização, estão preparados para atender às crescentes demandas da população, visto que a compra online só tem aumentado, totalizando mais de 2 milhões de entregas diariamente.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.