book_icon

Microsoft se engaja na batalha cibernética contra os russos para defender a Ucrânia

Na quarta-feira, 6 de abril, a empresa obtive uma ordem judicial autorizando a assumir o controle de sete domínios da Internet que o grupo Strontium estava usando para conduzir esses ataques a alvos ucranianos

Microsoft se engaja na batalha cibernética contra os russos para defender a Ucrânia

A Microsoft não apenas interrompeu seus negócios na Rússia por causa da guerra na Ucrânia. a empresa também se engajou na batalha cibernética que vem sendo travada por atores russos contra instituições ucranianas. Tom Burt, vice-presidente corporativo de Segurança e Confiança do Cliente da Microsoft contou no blog da empresa as medidas que foram tomadas para interromper ataques cibernéticos de um ator de estado-nação russo visando a Ucrânia.

“Recentemente, observamos ataques direcionados a entidades ucranianas do Strontium, um ator russo conectado ao GRU que acompanhamos há anos. Esta semana, conseguimos interromper alguns dos ataques a alvos na Ucrânia. Na quarta-feira, 6 de abril, obtivemos uma ordem judicial autorizando-nos a assumir o controle de sete domínios da Internet que o Strontium estava usando para conduzir esses ataques. Desde então, redirecionamos esses domínios para um sumidouro controlado pela Microsoft, permitindo-nos mitigar o uso atual desses domínios pelo Strontium e habilitar notificações de vítimas” contou Burt.

Antes da invasão russa, nossas equipes começaram a trabalhar 24 horas por dia para ajudar organizações ucranianas, incluindo agências governamentais, a se defenderem contra um ataque de guerra cibernética

O estrôncio estava usando essa infraestrutura para atingir instituições ucranianas, incluindo organizações de mídia. Também visava instituições governamentais e grupos de reflexão nos Estados Unidos e na União Europeia envolvidos na política externa. “Acreditamos que o Strontium estava tentando estabelecer acesso de longo prazo aos sistemas de seus alvos, fornecer suporte tático para a invasão física e exfiltrar informações confidenciais. Notificamos o governo da Ucrânia sobre a atividade que detectamos e a ação que tomamos”, continuou.

Segundo o executivo, essa interrupção faz parte de um investimento contínuo de longo prazo, iniciado em 2016, para tomar medidas legais e técnicas para apreender a infraestrutura que está sendo usada pelo Strontium. “Estabelecemos um processo legal que nos permite obter decisões judiciais rápidas para este trabalho. Antes desta semana, tomamos medidas por meio desse processo 15 vezes para assumir o controle de mais de 100 domínios controlados pelo Strontium”, contou Burt.

“Os ataques são apenas uma pequena parte da atividade que vimos na Ucrânia. Antes da invasão russa, nossas equipes começaram a trabalhar 24 horas por dia para ajudar organizações ucranianas, incluindo agências governamentais, a se defenderem contra um ataque de guerra cibernética, que aumentou desde o início da invasão e continua implacavelmente. Desde então, observamos quase todos os atores do estado-nação da Rússia engajados na ofensiva contínua em grande escala contra o governo e a infraestrutura crítica da Ucrânia, e continuamos a trabalhar em estreita colaboração com o governo e organizações de todos os tipos na Ucrânia para ajudá-los a se defender contra isso. ataque. Nas próximas semanas, esperamos fornecer uma visão mais abrangente do escopo da guerra cibernética na Ucrânia”, finalizou Burt.

Serviço
www.microsoft.com

ataque cibernético

guerra

Microsoft

Rússia

segurança

Strontium

Ucrânia

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento