book_icon

Odata: em 2021 a digitalização foi consolidada

Na série Lições de 2021, Infor Channel publica relatos de algumas empresas de TIC e hoje, é Victor Sellmer, diretor de Marketing e Vendas, que conta a experiência da Odata

Odata: em 2021 a digitalização foi consolidada

Victor Sellmer, diretor de Marketing e Vendas da Odata, comenta os desafios superados no ano passado, dentro da série Lições de 2021, ano que foi desafiador para todos os setores e para a economia global. Acompanhe.

Do ponto de vista econômico, como avalia 2021?
Não só foi intenso, como foi um excelente ano para a Odata em termos de desenvolvimento comercial. Sentimos que em 2020 a transformação tecnológica acelerou a digitalização da economia e em 2021 a consolidou, fato que é irreversível e traz eficiência ao mercado, além da redução de custos e ganho de produtividade. Foi um ano de muito trabalho, atendemos empresas de todos os tamanhos, suportando as necessidades de infraestrutura de TI de diversos setores, como: o de finanças, educação, telecomunicação, provedores de computação em Nuvem, entre outros. Por conta da alta demanda por infraestrutura para suportar o crescimento das empresas, antecipamos nossos planos e já estamos trabalhando em grandes projetos para a entrega de novos data centers em 2022.

 E do tecnológico?
Do ponto de vista tecnológico, vimos a Transformação Digital acontecer. Acompanhamos em 2021 grandes discussões sobre tendências e avanços tecnológicos, como a chegada do 5G que viabilizará o melhor funcionamento e consequentemente a maior adoção de novas tecnologias como: Internet das Coisas (IoT), Big Data Analytics, Inteligência Artificial e, em breve, o metaverso. E todas essas inovações produzem e demandam um grande volume de tráfego de dados e, nesse sentido, os Data Centers têm um papel essencial, pois serão o coração tecnológico proporcionando a infraestrutura de TI ideal ao oferecer ultra conectividade, redundância, um espaço físico seguro e de rápida escalabilidade. Com isso, vejo que em 2021 começamos a vislumbrar como as novas tecnologias podem alavancar a transformação digital da economia e para o futuro próximo acredito que as veremos cada vez mais na prática.

Se considerarmos o controle da pandemia, como a Odata conduziá a retomada do trabalho presencial? Haverá aumento ou redução do espaço físico da empresa?
Em meados de novembro de 2021, a equipe administrativa começou a trabalhar de maneira híbrida. Mesmo assim estamos sempre acompanhando as recomendações oficiais dos órgãos de saúde para guiar nossas decisões de como esse modelo irá permanecer. Independente da aplicação do trabalho híbrido para nossas equipes, pelo crescimento acelerado da Odata nesses últimos 2 anos não temos como não pensar na expansão de nossas estruturas.

Quais foram as lições apreendidas do ponto de vista dos negócios?
Como falamos nas perguntas anteriores, é crítico para o sucesso dos negócios estar atualizado em relação às novas tecnologias, tendências de mercado e às necessidades dos clientes, mas acredito que a maior lição é a importância de criar e cultivar os relacionamentos através da excelência na prestação dos serviços e foco no atendimento. A forma transparente de como você apresenta as novas oportunidades, e até mesmo os desafios, focando na solução é essencial para estabelecer uma relação de confiança e crescimento da parceria e dos negócios.

E quanto ao trato com os funcionários, clientes e fornecedores?
Em linha com a resposta anterior, tratar todos esses stakeholders com transparência e respeito é essencial para o sucesso dos negócios e para uma relação produtiva entre todas as partes. Aqui na Odata dois de nossos padrões organizacionais são o “cliente em primeiro lugar” e “ética e pronto”, padrões esses que guiam a tomada de decisões entre os colaboradores da Odata e como nos relacionamos com nossos clientes e fornecedores.

 Já se vislumbram desafios para 2022. Na sua visão quais serão os maiores?
O maior desafio do setor de data centers na América Latina continuará sendo suprir o gap de infraestrutura da região, ampliando cada vez mais a capacidade instalada de data centers para continuar suportando o crescimento tecnológico das empresas. E nessa mesma linha, em 2022, iremos inaugurar dois novos data centers no Brasil, um no Rio de Janeiro e outro em Osasco (SP), além da expansão do SP01, em Santana do Parnaíba, e inaugurações no México, Chile e Colômbia.

 Acredita que haverá ‘desengavetamento’ de projetos? Em quais setores da economia?
Acredito que 2021 já foi um ano bem ativo em relação a projetos para o mercado de TI, e a tendência é que em 2022 isso continue principalmente no setor privado. Não podemos desconsiderar que o ano de 2022 com eleições, dúvidas sobre como avançará o combate a pandemia e diversos eventos como a Copa do Mundo, fazem com que alguns planos sejam repensados. Mas, em contrapartida, o setor de TI continuará sua evolução, alavancado pela acelerada digitalização dos negócios. A necessidade de ampliar a infraestrutura de TI para acompanhar os avanços tecnológicos/inovações das empresas e o movimento de grandes players internacionais de estarem mais próximos do mercado consumidor, que são indicadores que acredito que ajudarão a “desengavetar” projetos.

 O que espera da política setorial de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação)?
Todos os Data Centers da Odata são carrier neutral, ou seja, são neutros em conectividade, nossos clientes podem contratar os serviços das operadoras de sua preferência. Nesse sentido estamos “na ponta” final viabilizando o serviço das empresas de TIC para nossos clientes. Acredito que todas as ações que busquem uma melhor qualidade, competição e capilaridade dos serviços de TIC disponíveis para o país será positivo para todos os setores.

data centers

digitalização da economia

Odata

transformação tecnológica

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento