book_icon

Pure Storage divulga pesquisa sobre Kubernetes e anuncia o PX-Backup 2.1

A pesquisa revela que a mobilidade e a proteção de dados são os maiores desafios na gestão de aplicações stateful no Kubernetes

Pure Storage divulga pesquisa sobre Kubernetes e anuncia o PX-Backup 2.1

A Portworx da Pure Storage, plataforma de serviços de dados da Kubernetes, lançou o PX-Backup 2.1, a nova versão da sua solução para uma proteção de dados abrangente, mobilidade multicloud e mais suporte de compliance para aplicações em execução no Kubernetes, seja on premise ou na Nuvem. A Portworx também lançou novos dados com avaliação das perspectivas do usuário final sobre a execução de aplicações stateful no Kubernetes.

Os recentes upgrades do PX-Backup incluem:
Portabilidade da aplicação entre as Nuvens
 O PX-Backup oferece portabilidade de aplicações entre qualquer nuvem ou data center on premise. Agora, é possível realizar o backup das aplicações Kubernetes em execução em uma nuvem ou data center e restaurá-las em qualquer outra.

Os profissionais de TI concordam que a execução de aplicativos stateful no Kubernetes lhes permite desenvolver (54%) e escalar (55%) mais rapidamente, enquanto permite que os desenvolvedores sejam mais eficientes (55%) 

Melhoria da compliance com regras de backup 3-2-1 para qualquer armazenamento
A regra de backup 3-2-1 é um padrão da indústria para qualquer plano de proteção de dados, garantindo a recuperação de vários cenários de falha. O PX-Backup pode agora descarregar backups de snapshots pela Interface de Armazenamento de Contêiner (CSI) para o armazenamento de objetos. As empresas que executam aplicativos Kubernetes no Portworx PX-Store, qualquer serviço de armazenamento compatível com CSI ou armazenamento baseado em nuvem podem agora usar o PX-Backup para manter três cópias de dados (produção, snapshots, cópia de backup) tanto no armazenamento em disco quanto no de objetos. Isto proporciona flexibilidade para armazenar dados offsite (em qualquer nuvem), cumprindo os requisitos de um programa de backup baseado em 3-2-1.

Recuperação expandida com suporte para compartilhamento de arquivos
 Além das capacidades existentes para fazer backup de cargas de trabalho baseadas em blocos, as empresas podem agora fazer backup e recuperar aplicações executadas em volumes persistentes de read-write-many (RWX) provisionados como compartilhamento de arquivos FlashBlade, Portworx proxy volumes, ou qualquer servidor NFS.

 Mais proteção com o PX-Secure
Os usuários do PX-Backup podem agora aproveitar tanto os controles de acesso baseados em funções quanto os serviços de criptografia oferecidos no Portworx PX-Secure, ganhando uma camada adicional de suporte de segurança para as aplicações modernas e capacidade de redução de custos gerais de gerenciamento.

Pesquisa com o usuário final: Perspectivas sobre a Execução de Aplicações stateful no Kubernetes
O Kubernetes mantém um papel fundamental na condução da agilidade e da resiliência dos negócios à medida que as empresas trabalham para modernizar suas aplicações e infraestrutura. Uma pesquisa com usuários finais realizada com 500 profissionais de TI nos Estados Unidos e no Reino Unido descobriu que mais da metade dos entrevistados citou o aumento da agilidade (58%) e da resiliência (52%) como os maiores impulsionadores por trás da decisão de sua equipe de construir e implementar aplicações stateful no Kubernetes. Os principais resultados da pesquisa incluem:

 Impactos nas decisões finais de uma empresa
Os profissionais de TI concordam que a execução de aplicativos stateful no Kubernetes lhes permite desenvolver (54%) e escalar (55%) mais rapidamente, enquanto permite que os desenvolvedores sejam mais eficientes (55%).
 Backup & Restauração são requisitos chave
Backup e restauração (55%), mobilidade de dados e gerenciamento de capacidade (49%) e alta disponibilidade (48%) foram identificados como os requisitos mais críticos para aplicações stateful em execução no Kubernetes.

 Mobilidade e proteção de dados são grandes desafios
 A mobilidade de dados (29%) é o requisito que os profissionais de TI lutam para alcançar o máximo quando executam aplicações stateful no Kubernetes, enquanto a proteção de dados (46%) é o maior desafio operacional.

A carga de trabalho stateful deve aumentar
A maioria (87%) dos entrevistados espera que a porcentagem de carga de trabalho stateful aumente nos próximos 12 meses, enquanto 9% esperam que permaneça a mesma, e apenas 4% esperam que diminua.

“Os dados revelados na pesquisa ressaltam a urgência de garantir aplicações Kubernetes de missão crítica com uma estratégia abrangente de proteção de dados e compliance. Com as últimas melhorias do PX-Backup, estamos entusiasmados em oferecer aos clientes no mundo inteiro uma solução que os permita realmente gerenciar e garantir sua infraestrutura Kubernetes moderna e de distribuída”, explica Murli Thirumale, VP e gerente geral, a Unidade de Negócios Nativos da Nuvem na Pure Storage.

O PX-Backup 2.1 estará disponível em novembro de 2021.

Murli Thirumale

Portworx da Pure Storage

proteção de dados

PX-Backup 2.1

usuários finais do Kubernetes

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento