book_icon

ICTS e Coinfirm firmam parceria para combater crimes envolvendo criptomoedas

O objetivo é identificar esquemas de fraude que envolvem o uso das criptomoedas, trazendo proteção e confiança ao mercado

ICTS e Coinfirm firmam parceria para combater crimes envolvendo criptomoedas

A ICTS, empresa brasileira de consultoria, auditoria e tecnologia com experiência nas áreas de gestão de riscos, compliance e segurança, anunciou parceria com a Coinfirm, empresa especializada em soluções de tecnologia regulatória e analítica de blockchain, para fortalecer a proteção e confiança do mercado de criptomoedas e blockchain.

O Brasil, em particular, vem apresentando um crescimento exponencial na adoção da tecnologia, trazendo oportunidades, mas também riscos para as partes interessadas

Por meio da plataforma de análise avançada de combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo da Coinfirm (AML/CFT, do inglês Anti-Money Laundering/Combating the Financing of Terrorism), a ICTS poderá conduzir processos de due diligence e investigações mais aprofundados, identificando diversos esquemas de fraude que envolvem o uso das criptomoedas.

“A parceria com a Coinfirm permite que nossos analistas avaliem transações e carteiras em vários blockchains, identificando aqueles que estão vinculados a maiores taxas de risco, como lavagem de dinheiro, o que inclui esquemas de pirâmide, por exemplo, assim como suborno e corrupção, atividade criminosa em geral ou relacionados a entidades internacionalmente sancionadas ou denunciadas. Este é um grande passo em direção ao aumento de proteção e transparência para clientes e provedores de criptoativos”, comenta Thacio Chaves, sócio da ICTS e diretor da área de Diligências.

A ICTS, que atua com análise de risco em uma ampla gama de setores da economia tradicional, ocupa uma posição privilegiada para lidar com ativos de criptomoeda. O Brasil, em particular, vem apresentando um crescimento exponencial na adoção da tecnologia, trazendo oportunidades, mas também riscos para as partes interessadas.

“A relação das criptomoedas com a economia tradicional está crescendo, com mais criminosos se voltando para a classe de criptoativos como um veículo para financiar o terrorismo, comercializar mercadorias ilícitas e lavar dinheiro. Estamos orgulhosos da parceria com a ICTS para utilizar a análise de blockchain e soluções de conformidade a fim de combater essas ameaças”, comenta Pawel Kuskowski, CEO e cofundador da Coinfirm.

Fundada em 2016, a Coinfirm oferece um conjunto completo de soluções que automatizam e simplificam a conformidade e a análise de AML/CFT para criptomoedas. A AML Platform possui várias ferramentas como gestão de casos, visualizações, denúncias e lista de bloqueio, entre outras, sendo alimentada por 330 algoritmos para verificação de riscos de criptocrimes em SDNs (Redes Definidas por Software).

Serviço
www.icts.com.br

Blockchain

Coinfirm

criptomoeda

fraude

Icts

segurança

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento