book_icon

Engineering foca em usuários finais e lança oferta de UI/UX para melhorar a Experiência Digital

Companhia de TI desenvolve metodologia própria que compõe jornada para otimizar a interface e a usabilidade do seu portfólio de produtos e de seus clientes. A estratégia está alinhada à experiência do usuário como fator decisório para a compra

Engineering foca em usuários finais e lança oferta de UI/UX para melhorar a Experiência Digital

O crescimento do uso de aplicativos e plataformas digitais aumentou a preocupação das empresas com a experiência de seus usuários finais. Acompanhando essa demanda, que foi impulsionada pela geração de consumidores ainda mais conectados, a Engineering, companhia global de Tecnologia da Informação e consultoria especializada em Transformação Digital, aposta numa nova oferta dedicada a UI (User Interface) e a UX (User Experience).

“A forma de consumir mudou a percepção das empresas sobre a experiência do usuário, passando a considerá-la como decisória na jornada de concepção de seus produtos e serviços. Pensando nisso, criamos um conceito de atuação totalmente modular. Baseado no Design Thinking, nossa suíte tem cinco etapas que, de forma completa, resultam na jornada perfeita da usabilidade e experiência dos usuários, com possibilidades de atuação em produtos específicos a depender da necessidade de cada cliente e nível de maturidade do produto ou serviço para fomentar tal diferencial da experiência positiva”, explica Paulo França da Engineering.

A oferta pode ter atuação tanto na concepção, quanto no desenvolvimento ou ajuste de novas soluções, ou seja, produtos ou serviços da companhia para atender às demandas de mercado  

Denominada UX Suite, a jornada da usabilidade é definida por cinco etapas, tais como descoberta de problemas por meio de mapeamentos internos e de mercado, definição comportamental de usuários, ideação de possíveis soluções, prototipação e testagens para validação.

A oferta pode ter atuação tanto na concepção, quanto no desenvolvimento ou ajuste de novas soluções, ou seja, produtos ou serviços da companhia para atender às demandas de mercado. De acordo com Samuel Carvalho, coordenador de UI/UX da Engineering, a efetividade da metodologia foi testada em projetos, como o de uma das maiores empresas de soluções de aprendizagem do Brasil, no qual alcançaram o objetivo proposto de desenvolver um produto inovador, validado e testado para lançamento no mercado.

“Nesta empresa, passamos por toda a suíte UI/UX, visando a criação de um produto inovador, que ainda não está sendo explorado pelo mercado. O grande potencial de aderência e aplicação da “jornada perfeita” conquistou resultados satisfatórios, tendo a metodologia validada e o modelo de negócio sustentável. Esse produto será brevemente lançado de forma oficial no mercado e visa a aplicação de tecnologias para desenvolvimentos de conteúdos para as áreas de educação, jornalismo e marketing, por exemplo”, explica Carvalho.

As etapas são viabilizadas por profissionais qualificados que trabalham cada fase de forma singular ou dentro de squads multidisciplinares para conduzir inovações, interna e externamente, focadas em UI/UX com o objetivo de alcançar resultados como eficiência operacional, custos de desenvolvimento reduzidos, produto com assertividade que seja testado e validado pelos usuários, aumento de receita com conversões e agilidade empresarial, entre outros benefícios.

 

Design Thinking

Engineering

experiência digital

Paulo França

Samuel Carvalho

UI (User Interface)

UX – User Experience

UX Suite

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento