book_icon

Meios de pagamento digitais estão em alta

Estudo global da Visa mostra mudanças de hábitos e estratégias de consumidores e pequenas empresas
Meios de pagamento digitais estão em alta

Um estudo publicado pela Visa mostra que 73% dos brasileiros mudaram o meio de pagamento para reduzir o contato físico neste período de pandemia da Covid-19 e 84% das micro e pequenas empresas (PME) nacionais estão buscando novas estratégias para manterem seus negócios rentáveis.
Chamado Visa Back to Business, o estudo foi realizado pela Wakefield Research entre os dias 18 e 29 de junho de 2020 com 250 pequenos empresários, donos de empresas com até 100 funcionários, nos Estados Unidos, Brasil, Canadá, Alemanha, Hong Kong, Irlanda, Cingapura e Emirados Árabes Unidos. A pesquisa com consumidores foi realizada entre os dias 12 e 29 de junho de 2020 com 1 mil adultos com mais de 18 anos nos Estados Unidos e 500 adultos com mais de 18 anos no Brasil, Canadá, Alemanha, Hong Kong, Irlanda, Cingapura e Emirados Árabes Unidos.
A avaliação mostra uma drástica migração para o comércio digital em resposta à pandemia, impulsionada, em grande parte, pela mudança nas expectativas dos consumidores e sua busca por um momento de pagamento seguro e sem contato. “As empresas e os consumidores brasileiros são ágeis e, em pouco tempo, mudaram o comportamento e estão preferindo o comércio eletrônico e os pagamentos digitais”, diz Fernando Pantaleão, vice-presidente de Soluções para o Comércio da Visa do Brasil. “Os consumidores do Brasil e de toda a América Latina e Caribe entenderam que podem comprar praticamente qualquer produto digitalmente e retirá-lo via drive-thru, recebê-lo em casa ou buscá-lo na loja. Hoje, nas lojas brasileiras, os pagamentos sem contato marcam tanta presença no checkout quanto as máscaras faciais e o álcool em gel, e muitas dessas novas experiências estão se tornando um hábito”, afirma o executivo.
As PMEs brasileiras estão preocupadas em atrair novos clientes (64%), número maior do que em outros países (40% globalmente) e mais da metade afirma que perdeu receita neste período de pandemia. Para resolver isso, estão abraçando o comércio digital e outras estratégias. A migração do negócio para o ambiente digital foi citada por 50% pelas PMEs brasileiras; também 50% estão usando publicidade direcionada nas redes sociais. A entrega de mercadorias na casa do consumidor está sendo oferecida por 33% dos respondentes e 30% disseram que aceitam pagamentos por aproximação, como celulares ou cartões.

A ampla maioria dos consumidores eliminou ou diminuiu o uso de dinheiro (78%) 

Os consumidores brasileiros também estão adotando o digital. Quase três quartos (73%) dos consumidores brasileiros mudaram seu método de pagamento; 56% compram online sempre que possível e 43% usam pagamentos por aproximação. A ampla maioria dos consumidores eliminou ou diminuiu o uso de dinheiro (78%) e 87% estão tomando medidas para manter seus cartões limpos.
“A Visa está comprometida em ajudar os consumidores e as PMEs brasileiras a se recuperarem da Covid-19”, diz Pantaleão. “Sabemos que bancos, estabelecimentos comerciais e consumidores precisam estar bem informados para tomar suas decisões, e é por isso que investimos em estudos como este. Queremos que as pequenas empresas saibam que podemos ajudá-las a atender às novas necessidades e expectativas dos seus clientes de uma forma rápida, fácil e com reflexos duradouros em seu negócio”, finaliza o executivo.
Serviço Visa – www.visa.com.br
 

comércio eletrônico

COVID-19

e-commerce

Estudo

Fernando Pantaleão

Micro e pequena empresa

pesquisa

PME

Visa

Visa Back to Business

Wakefield Research

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento