book_icon

Plataforma do Mercado Eletrônico ajuda compradores e fornecedores durante a quarentena

A Transformação Digital vem promovendo mudanças em todos os setores, principalmente na forma como as empresas realizam negócios entre si
Plataforma do Mercado Eletrônico ajuda compradores e fornecedores durante a quarentena

No mercado B2B, os marketplaces trouxeram a mais alta tecnologia disponível para potencializar o comércio entre empresas. Com a crise do coronavírus, seus benefícios ficaram ainda mais evidentes, uma vez que as relações estão limitadas e a solução mais simples é realizá-las em ambientes online.
No caso de empresas que atuam no comércio B2B, as plataformas de e-commerce que contam com um marketplace são grandes aliadas. O marketplace do Mercado Eletrônico, por exemplo, possui mais de 1 milhão de fornecedores ativos, 8 mil compradores e movimenta um valor acima de R$ 100 bilhões por ano em sua plataforma.
“Com o distanciamento social obrigatório, o ambiente online passou a ser a melhor maneira de estreitar parcerias comerciais e manter o mercado entre empresas em funcionamento. O marketplace oferece suporte para que fornecedores e compradores se relacionem, mantenham seus negócios ativos e conquistem, inclusive, novas oportunidades no mercado” explica Fabrizio Tassitano, diretor de produtos do Mercado Eletrônico.

As empresas que optam por fazer parte de um marketplace não se preocupam em investir em infraestrutura e manutenção. Apenas contratam um plano, que varia de acordo com o grau de visibilidade, ou pagam por transação na plataforma  

O marketplace disponibiliza aos compradores B2B uma ampla comunidade de empresas fornecedoras, de diferentes portes e segmentos. Além de ser possível encontrar novas fontes de fornecimento neste período de crise, os processos de compras ganham segurança, agilidade, governança e colaboração.
Por sua vez, o fornecedor que reforçar sua presença digital neste momento pode mapear oportunidades disponibilizadas por compradores de grandes empresas nacionais e internacionais. “Se ele não tivesse a chance de participar de uma comunidade online, talvez, não fosse tão fácil conquistar grande visibilidade, principalmente neste cenário em que não há tempo para criar sua própria loja virtual”, explica Fabrizio.
A plataforma disponibiliza, ainda, um rating de fornecedores. Os compradores avaliam os serviços dos parceiros em relação ao prazo de entrega, tempo de resposta de cotação e outras variáveis importantes para qualquer relação comercial. Todos os dados ficam públicos na plataforma e ajudam nas tomadas de decisão.
A exposição em um canal digital é a maneira mais efetiva para conquistar novos clientes. O marketplace funciona como uma vitrine que aumenta as chances de um cliente encontrar empresas, e conhecer novos produtos e serviços. É importante que o fornecedor mantenha seu cadastro e palavras-chave sempre atualizados para ser facilmente encontrado na busca.
“As empresas que optam por fazer parte de um marketplace não se preocupam em investir em infraestrutura e manutenção. Apenas contratam um plano, que varia de acordo com o grau de visibilidade, ou pagam por transação na plataforma”, destaca Tassitano. Segundo o executivo, isso cria uma rede de melhores negócios em todos os segmentos e portes, permitindo que um pequeno fornecedor consiga vender para grandes empresas, ao mesmo tempo em que os grandes descobrem oportunidades nunca exploradas.
Em um ambiente digital, fornecedores entram em contato com organizações que jamais teriam acesso. É uma oportunidade de aumentar o portfólio de clientes, conquistar novas vendas, reduzir custos e realizar transações com transparência e segurança. Tassiano explica que há espaço para quem quer expandir, “mas é preciso pensar estrategicamente em ações digitais que gerem volume e conversões, e contribuam ainda mais para o crescimento das vendas e compras online”.

B2B

Fabrizio Tassitano

marketplace

Plataforma do Mercado Eletrônico

Transformação Digital

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento