Informe aqui

Sistema de videomonitoramento e neblina frustra 95% dos assaltos a bancos

É muito difícil prever onde um assalto acontecerá, mas é possível transformar 95% dos crimes em uma tentativa frustrada. O sistema de segurança e autodefesa da Alarmtek integra videomonitoramento, alarme e neblina para desorientar qualquer ação de bandidos. Instalada em mais de 9 mil agências bancárias pelo país, a tecnologia também é indicada para proteger loterias, farmácias, joalherias e outros alvos. Há 20 anos desenvolvendo sistemas de proteção, a Alarmtek dobrou o faturamento no último ano e pretende expandir a solução para América Central e do Norte.

“Focamos em um sistema autônomo capaz de integrar diferentes sistemas usuais como os de CFTV e alarme, incorporando-os a um sofisticado sistema de autodefesa autônomo capaz de reagir a ataques severos como os assaltos a Bancos com explosivos, dinamites e outros materiais”, explicam o CEO da empresa, Rogério Camargo, e o diretor de desenvolvimento, Gustavo Krupensky.

Cerca de 2% de todo faturamento da Alarmtek é investido em inovações tecnológicas para o sistema. A iniciativa prevê a constante atualização das ferramentas da criminalidade, por isso, o sistema se atualiza constantemente, sempre pronto para reagir a toda inovação criada pelos assaltantes.

Os especialistas contam que a plataforma analisa de maneira autônoma os comportamentos que captura e se ajusta continuamente para atender às necessidades que surgem, desde o local a ser protegido e aos tipos de ataque que a vertical tende a sofrer, também de acordo com a rotina de clientes e circulação.

“Não podemos diminuir os ataques, mas diminuímos o sucesso dos assaltos – impedimos mais de 95% dos ataques que são convertidos em tentativas sem sucesso. Ataques criminosos em locais sem sistemas de proteção como o nosso chegam a ter 100% de sucesso na ação dos bandidos, gerando enormes perdas diretas e indiretas aos clientes e à empresa”, finalizam.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.