book_icon

Excesso de uso de celular aumenta problemas ortopédicos, alertam os médicos no Dia do Ortopedista

Excesso de uso de celular aumenta problemas ortopédicos, alertam os médicos no Dia do Ortopedista

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT, que comemora dia 19 de setembro tanto seu aniversário – 83 anos, como o Dia do Ortopedista, aproveita a data para alertar para um problema crescente, o número de pessoas com problemas de coluna, principalmente das vértebras cervicais – que ficam no pescoço -, decorrente do uso do celular em postura inadequada.
O diretor de Campanhas Públicas da SBOT, Rodrigo Galinari, diz que embora ainda não haja um estudo científico sobre a frequência de problemas da coluna causados pelo uso do celular, os médicos têm registrado o aumento do número de pacientes com problemas tanto da coluna cervical como torácica. “O problema decorre do uso do celular para acessar a Internet com o aparelho à altura da cintura, o que leva o usuário a manter a cabeça curvada para baixo por muito tempo, o queixo junto ao peito, o que força a coluna”.
A recomendação é levantar o celular à altura dos olhos ou usar o celular pousado numa mesa, o que também alivia o problema. Como o celular já substitui em grande parte o computador e não é cômodo usá-lo com o braço levantado, a outra recomendação é que o usuário faça exercícios que diminuam o efeito da posição inadequada. “O exercício mais importante é o alongamento da musculatura da coluna cervical com movimentos de flexão, extensão e rotação lateral do pescoço”, explica o diretor.
A presidente da SBOT, Patrícia Fucs, lembra a propósito que a Organização Mundial da Saúde também alerta para a necessidade de fazer exercício, pois concluiu que o sedentarismo se tornou a quarta maior causa de morte no mundo, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares, o câncer e a diabetes.
A OMS calcula que 81% dos adolescentes e 23% dos adultos no mundo exercitam-se menos que o recomendável, e o exercício habitual, como a caminhada reduzem em 21% os casos de câncer de mama e colon, 27% dos casos de diabetes e, no caso da Ortopedia, destaca Patricia Fucs, “30% dos problemas da coluna, especificamente dor nas costas e hérnia de disco”.

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento