Informe aqui

NICE anuncia crescimento de 10% na receita do primeiro trimestre de 2018 e crescimento de 32% na receita em cloud

Empresa registra crescimento de dois dígitos no lucro operacional e EPS, além de melhora significativa na margem bruta em cloud, e aumenta sua expectativa de receita e lucros por ação para o exercício completo de 2018

HOBOKEN, N.J, Maio de 2018 – A NICE (NASDAQ: NICE) anunciou seus resultados referentes ao primeiro trimestre, encerrado em 31 de março de 2018.

Destaques financeiros do primeiro trimestre de 2018

GAAP Não GAAP
Receita de US$ 335 milhões – aumento de 10% em relação ao ano anterior Receita de US$ 341 milhões – aumento de 11% em relação ao ano anterior
Receita de cloud de US$ 104 milhões – aumento de 32% em relação ao ano anterior Receita de cloud de US$ 106 milhões – aumento de 33% em relação ao ano anterior
Margem bruta de 64,7%, contra 62,1% no ano anterior Margem bruta de 70.6%, contra 69.9% no ano anterior
Lucro operacional de US$ 34 milhões, contra US$ 28 milhões no ano passado – crescimento de 22% em relação ao ano anterior Lucro operacional de US$ 84 milhões, contra US$ 74 milhões no ano passado – crescimento de 14% em relação ao ano anterior
Margem operacional de 10.2%, contra 9.1% no ano anterior Margem operacional de 24.6%, contra 23.9% no ano anterior
Lucro por ação de US$ 0,37, contra US$ 0,28 no ano anterior – crescimento de 32% Lucro por ação de US$ 1,03, contra US$ 0,89 no ano anterior – crescimento de 16%
Fluxo de caixa operacional alcançou US$ 137 milhões
A coluna GAAP da tabela contém os destaques financeiros do primeiro trimestre de 2018 sob o ASC 606, com o período de comparação sob o ASC 605.

A coluna não GAAP da tabela contém os destaques financeiros do primeiro trimestre de 2018 sob o ASC 605, com o período de comparação sob o ASC 605.

“Estamos satisfeitos com nosso sólido início de ano, conforme evidenciado pelo crescimento de dois dígitos na receita total, juntamente com o crescimento de 32% na nossa receita de cloud”, disse Barak Eilam, CEO da NICE. “Além disso, continuamos a capturar receitas de cloud de alta qualidade, conforme demonstrado pelo aumento contínuo em nossa lucratividade associada à cloud”.

O Sr. Eilam prosseguiu: “Nosso sólido desempenho em cloud está sendo impulsionado pela plataforma CXone. O que antes era apenas uma previsão para a CXone, agora se tornou realidade com um número cada vez maior de clientes – em todos os segmentos de mercado – adotando nossa plataforma de cloud. Isso inclui um número crescente de grandes empresas, onde temos implementações de mais de 1.000 posições de atendimento e valores totais de contratos em intervalos de sete e oito dígitos. Devemos o sucesso da plataforma CXone à sua infraestrutura de cloud verdadeiramente nativa, sua escalabilidade e sua elasticidade, bem como a um crescente número de parceiros de ecossistema que adotam nossa estratégia de cloud.

“Nossos investimentos em inovação – especialmente em cloud, soluções analíticas e inteligência artificial – colocam-nos em uma posição única para diferenciar ainda mais nossa oferta e fortalecer nossa posição competitiva”.

Destaques financeiros GAAP do primeiro trimestre, encerrado em 31 de março:

Os números GAAP apresentados abaixo para o primeiro trimestre de 2018 estão sob o ASC 606, e os números GAAP do período de comparação para o primeiro trimestre de 2017 estão sob o ASC 605

Receitas: as receitas totais do primeiro trimestre de 2018 aumentaram 9,8%, alcançando o montante de US$ 335,4 milhões, contra os US$ 305,6 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.

Lucro bruto: o lucro bruto e a margem bruta do primeiro trimestre de 2018 aumentaram para US$ 216,9 milhões e 64,7%, respectivamente, comparados a US$ 189,9 milhões e 62,1%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior.

Lucro operacional: o lucro operacional e a margem operacional do primeiro trimestre de 2018 aumentaram para US$ 34,2 milhões e 10,2%, respectivamente, comparados a US$ 27,9 milhões e 9,1%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior.

Lucro líquido: o lucro líquido e a margem líquida do primeiro trimestre de 2018 aumentaram para US$ 23,5 milhões e 7,0%, respectivamente, comparados a US$ 17,3 milhões e 5,7%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior.

Lucro por ação: o lucro por ação do primeiro trimestre de 2018 aumentou para US$ 0,37, contra os US$ 0,28 do mesmo período do ano anterior.

Fluxo de caixa operacional e saldo de caixa: o fluxo de caixa operacional do primeiro trimestre de 2018 foi de US$ 136,9 milhões. No primeiro trimestre, US$ 4,3 milhões foram utilizados para a recompra de ações. Até 31 de março de 2018, o caixa total e os equivalentes de caixa, os investimentos de curto prazo e os títulos e valores mobiliários comercializáveis eram de US$ 646,7 milhões, e a dívida total era de US$ 449,7 milhões.

Destaques financeiros não GAAP do primeiro trimestre, encerrado no dia 31 de março:

Os números não GAAP apresentados abaixo para o primeiro trimestre de 2018, e os números não GAAP para o período de comparação no mesmo período do ano anterior estão sob o ASC 605.

Receitas: as receitas totais não GAAP do primeiro trimestre de 2018 aumentaram 10,7%, alcançando o montante de US$ 340,9 milhões, contra os US$ 308,0 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.

Lucro bruto: o lucro bruto não GAAP e a margem bruta não GAAP do primeiro trimestre de 2018 aumentaram para US$ 240,8 milhões e 70,6%, respectivamente, comparados a US$ 215,2 milhões e 69,9%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior.

Lucro operacional: o lucro operacional não GAAP e a margem operacional não GAAP do primeiro trimestre de 2018 aumentaram para US$ 83,8 milhões e 24,6%, respectivamente, comparados a US$ 73,6 milhões e 23,9%, respectivamente, no mesmo período do no anterior.

Lucro líquido: o lucro líquido não GAAP e a margem líquida não GAAP do primeiro trimestre de 2018 aumentaram para US$ 64,5 milhões e 18,9%, respectivamente, comparados a US$ 55,1 milhões e 17,9%, respectivamente, no mesmo período do ano anterior.
Lucro por ação: o lucro por ação não GAAP do primeiro trimestre de 2018 aumentou para US$ 1,03 – aumento de 15,7% em relação aos US$ 0,89 registrados no mesmo período do ano anterior.

Adoção do novo padrão de reconhecimento de receita – ASC 606

A NICE adotou o novo padrão contábil de reconhecimento de receitas, a Codificação de padrões contábeis (Accounting Standards Codification – “ASC”) 606, com vigência a partir de 1º de janeiro de 2018, em uma base retrospectiva modificada. Os resultados financeiros referentes aos períodos de relatório durante o ano de 2018 são apresentados em conformidade com o ASC 606. Os resultados financeiros históricos referentes aos períodos anteriores a 2018 são apresentados em conformidade com os valores divulgados anteriormente, segundo o padrão de reconhecimento de receita anterior, ASC 605. Este comunicado de imprensa inclui informações adicionais para conciliar os impactos da adoção do novo padrão de reconhecimento de receitas nos resultados financeiros da companhia para o trimestre encerrado em 31 de março de 2018.

A orientação para o segundo trimestre e o exercício completo de 2018 é fornecida usando o padrão contábil ASC 605, a fim de proporcionar uma melhor transparência e comparabilidade com os dados financeiros de 2017, que foram reportados sob o ASC 605.

Direcionamento para o segundo trimestre e o exercício completo de 2018:

Segundo trimestre de 2018: as receitas totais não GAAP do segundo trimestre de 2018 devem ficar entre US$ 338 milhões e US$ 348 milhões. O lucro por ação não GAAP do segundo trimestre de 2018 deve ficar entre US$ 1,00 e US$ 1,06.

Exercício completo de 2018: A empresa aumentou a previsão de receitas totais não GAAP do exercício completo de 2018 para o intervalo esperado de US$ 1.434 milhões a US$ 1.458 milhões. A empresa aumentou sua expectativa de lucro por ação não GAAP para o exercício completo de 2018 para o intervalo de US$ 4,43 a US$ 4,63.