Informe aqui

Administração de Segurança de Transportes dos Estado Unidos seleciona Unisys para operar e proteger equipamentos de triagem nos aeroportos

A Unisys Corporation (NYSE: UIS) foi selecionada pela Administração de Segurança de Transportes (TSA, em inglês) dos Estados Unidos para implementar o pacote integrado de software e serviços Unisys Stealth® em um conjunto de aplicações de missão crítica que conecta, protege e integra os equipamentos de triagem da agência implantados em mais de 400 aeroportos. As soluções da Unisys atuam no desenvolvimento, operação e manutenção dos sistemas.
O trabalho será realizado sob o contrato geral de aquisição de serviços de suporte DOMAIN (Domain Awareness Integrated Network), dentro do Programa Integrado de Tecnologias de Segurança da TSA. Como um esforço conjunto entre o Programa de Triagem de Passageiros e o Programa de Rastreio Eletrônico de Bagagens, a implantação da Unisys fornecerá uma plataforma segura e expansível para integrar dados de passageiros e de equipamentos com a finalidade de identificar ameaças em tempo real e fazer avaliações de riscos.
O contrato tem valor máximo de US$ 250 milhões ao longo de cinco anos, a duração se estende pelo período de um ano inicial, seguido de quatro anos opcionais. Sob esse acordo, a Unisys fará o desenvolvimento completo de aplicações e prestará serviços de suporte operacional para conectar e integrar dados de até 14 mil equipamentos de segurança da TSA.
A solução inclui o software de microssegmentação Stealth™ com um eficiente modelo de implantação que permitirá à TSA conectar e gerenciar com segurança todos os equipamentos de triagem nos aeroportos conectados à rede geral da agência. Esses dispositivos executam funções como a verificação de bagagens e de pessoas para garantir a segurança dos passageiros que entram e saem dos aeroportos dos Estados Unidos.
Os produtos de segurança Stealth garantem proteção adaptável por meio do uso da tecnologia de microssegmentação em empresas, protegendo usuários, dados, aplicações e sistemas contra ameaças cibernéticas. Mediante a criação de comunidades seguras, usuários e dispositivos autorizados conectados à Internet das Coisas, como os equipamentos de triagem da TSA, são reunidos em segmentos criptografados criados pelo Stealth, camuflados contra invasores externos e protegidos contra as ameaças internas.
“A solução da Unisys tem potencial para transformar positivamente o conceito de implantação de operações, permitindo uma conexão imediata, com total controle, gerenciamento e monitoramento usando um modelo de rede isolada segura. Nossa abordagem garantirá à TSA níveis significativos de economia de custo e de eficiência, além de segurança por toda a rede”, afirma Amy Rall, vice-presidente do grupo de segurança nacional e infraestruturas críticas da Unisys Federal. “O resultado será um ambiente mais seguro e eficiente de dispositivos e a capacidade de se adaptar e implantar rapidamente novas tecnologias de rastreio em todos os aeroportos dos Estados Unidos”, completa.
“Com esse trabalho de implantação do Stealth e de desenvolvimento, implementação e manutenção dessas aplicações de missão crítica para a TSA, a Unisys ajudará a agência em sua contínua missão de garantir a segurança para centenas de milhões de cidadãos que dependem de viagens aéreas todos os anos”, acrescenta Rall. “A Unisys prioriza o uso da microssegmentação e de outros meios avançados de segurança nos ambientes mais críticos. Estamos orgulhosos por termos sido escolhidos pela TSA para tratar desse importante aspecto essencial do trabalho da agência”, conclui o executivo.