book_icon

Sob novo comando, Commvault reformula programa de canais

Mudanças acontecem em um momento que a empresa quer se consolidar como fornecedora de plataforma para gestão de dados
Sob novo comando, Commvault reformula programa de canais

Desde que assumiu o comando da Commvault no Brasil, o country manager Bruno Lobo tem focado na mensagem que passa ao mercado para expandir a atuação da empresa para além do que ela é hoje conhecida. “O objetivo é mostrar ao nosso canal e aos clientes que somos mais que uma empresa de backup de dados. Isso faz parte de uma estratégia que começou antes de eu entrar, há dois anos”. Lobo refere-se ao fato de que a Commvault trabalha hoje ser vista no mercado como fornecedora de uma plataforma capaz de consolidar, automatizar e simplificar a gestão de dados.

Com 100% das vendas feitas via canal, a Commvault avalia que a sua base está preparada para a mudança de venda CAPEX para OPEX

Segundo o executivo, que ocupa cargos de destaque na indústria de software há mais de 17 anos, o mercado atualmente está voltado a adquirir soluções de gerenciamento de dados. “Já passamos pelo momento de virtualização de servidores, depois de rede. Agora os dados estão em voga”, pontua. O mercado brasileiro, na sua avaliação, está maduro e as principais oportunidades estão em corporações que já possuem a infraestrutura consolidada mas precisam lidar com os dados.

A atual oferta da Commvault é baseada no conceito de Data Plataform, que é a consolidação de vários serviços feitos de forma isolada. Em uma arquitetura de hiperconvergência e com uma camada extra para gestão de dados, a empresa entrega uma oferta diferenciada de SaaS, a qual Lobo pontua que tem 97% de satisfação dos clientes. O time interno de desenvolvimento, segundo o executivo, é direcionado conforme as demandas dos clientes e prospects da empresa.

Com 100% das vendas feitas via canal, a Commvault avalia que a sua base está preparada para a mudança de venda CAPEX para OPEX. Com 74 parceiros, o programa foi reformulado com novos nomes para as categorias, que passam a ser Autorized, Premier e MarketBuilder, já a partir de setembro. Os distribuidores são Westcon Comstor e Arrow ECS.

“A grande mudança é que antes as licenças eram feitas por terabyes. Agora está mais flexível e é possível escolher o modelo de licenciamento que mais se adapta ao negócio da empresa”, afirma Lobo. Além de licença perpétua, que dura em média de 2 a 5 anos, é possível ter o subscription com custo recorrente, de cerca de 1 ano.

Lobo explica que a estratégia de canais inclui o aumento de parceiros para a oferta da plataforma, especialmente os multivendors e os especializados em determinadas tecnologias. “O cliente já se convenceu que precisa de convergência de infra”, pontua. As verticais potenciais são finanças, telecom e healthcare e, embora tenha mais atuação em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro; a empresa consegue via parceiros e virtualmente atender o Brasil inteiro.

Em 20 anos de atuação, sendo oito no Brasil, a empresa tem a operação baseada em três principais componentes: apps, cargas de trabalho e infraestrutura. Já o armazenamento dos dados na nuvem, no mobile e em aplicações, provê um índice dinâmico que dá visibilidade total, assim como de um repositório virtual para facilitar o acesso e uma camada de gerenciamento e operações, a qual permite automatizar, orquestrar, governar e acessar de forma segura todos esses dados.

A Cloudification, ponto central nas empresas, assegura a escolha de qualquer nuvem, aplicação, storage vendor e virtualizador, para que possam mover, migrar e converter os workloads a qualquer momento. Além de funcionar como a hiperconvergência entre estes espaços, a Commvault viabiliza a jornada das nuvens públicas e do modelo de TI self-service.

Commvault

gestão de dados

Nuvem

Programa de canal

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento