Tendências

IEEE revela as tecnologias mais importantes para 2021

Pesquisa aponta Inteligência Artificial, Machine Learning, 5G e Internet das Coisas como destaques

O IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), organização profissional técnica dedicada ao avanço da tecnologia, divulgou os resultados da pesquisa The IEEE 2020 Global Survey of CIOs and CTOs. Foram ouvidos 350 executivos de tecnologia dos Estados Unidos, Reino Unido, China, Índia e Brasil sobre as tecnologias mais importantes para 2021, o impacto da pandemia de Covid-19 na velocidade de adoção de soluções digitais e as indústrias que deverão ser mais impactadas pela tecnologia no ano que vem.

Quando perguntado quais serão as tecnologias mais importantes em 2021, um terço dos entrevistados (32%) disse Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML), seguido por 5G (20%) e Internet das Coisas (14%).

Em comparação ao ano passado, 92% dos CIOs e CTOs acreditam que a empresa está mais bem preparada para responder a uma interrupção potencialmente catastrófica, como uma violação de dados ou desastre natural  

Manufatura (19%), Saúde (18%), Serviços Financeiros (15%) e Educação (13%) são as indústrias que acreditam que serão mais impactadas pela tecnologia em 2021, de acordo com CIOs e CTOS pesquisados. Ao mesmo tempo, mais da metade (52%) dos líderes de tecnologia afirmou que o maior desafio em 2021 será lidar com aspectos da recuperação da Covid-19 em relação às operações de negócios. Esses desafios incluem uma estrutura de trabalho remoto e de escritório híbrida permanente (22%), reabertura e devolução de escritórios e instalações (17%) e gerenciamento de trabalho remoto permanente (13%). Um em cada quatro (25%) dos entrevistados disse que IA e ML terão maior impacto na recuperação global da Covid-19.

No entanto, 11% disseram que a agilidade para interromper e começar iniciativas de TI à medida que esse ambiente imprevisível continue será o maior desafio. Outros 11% citaram ameaças à segurança online, incluindo aquelas relacionadas a funcionários remotos.

A pesquisa também mostrou que 55% dos entrevistados aceleraram a adoção da computação em Nuvem durante a pandemia, 52% disseram a adoção de 5G e 51% teve projetos de IA e ML acelerados. A adoção de IoT (42%), Realidade Aumentada e Virtual (35%) e tecnologias de videoconferência (35%) também foram citadas.

Em comparação ao ano passado, a esmagadora maioria dos CIOs e CTOs (92%) acredita que sua empresa está mais bem preparada para responder a uma interrupção potencialmente catastrófica, como uma violação de dados ou desastre natural. Além disso, daqueles que afirmam estar mais bem preparados, 58% concordam fortemente que a pandemia acelerou a preparação.

As duas principais preocupações dos CIOs e CTOs quando se trata da segurança cibernética de suas organizações são as questões relacionadas à força de trabalho móvel, incluindo funcionários trazendo seus próprios dispositivos para o trabalho (37%), e garantir que a Internet das Coisas (IoT) seja segura ( 35%). Isso não é surpreendente, uma vez que o número de dispositivos conectados, como smartphones, tablets, sensores, robôs e drones está aumentando dramaticamente.

Um pouco mais de um terço (34%) dos entrevistados disseram que podem rastrear e gerenciar 26% a 50% dos dispositivos conectados à rede, enquanto 20% dos entrevistados disseram que podiam rastrear e gerenciar 51% a 75% dos dispositivos conectados.

Serviço
www.ieee.org

 

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos