Destaque Gestão

Fábrica de Startups abre Programa de Residentes para microempresas

Com duração de seis meses, iniciativa tem como objetivo reunir startups do segmento - microempresas de tecnologia - que possam contribuir com o desenvolvimento de todo o ecossistema brasileiro

Um hub de inovação do Rio de Janeiro, a Fábrica de Startups, abre pela primeira vez um Programa de Residentes. Com inscrições abertas até o próximo dia 17, a iniciativa tem a duração de seis meses, e visa abrir a oportunidade para startups do mercado tecnológico para contribuírem com o avanço do ecossistema nacional, além de terem acesso a toda a estrutura e benefícios da companhia.

Composto por três fases, o processo seletivo se inicia com uma análise quantitativa, em que é feito um filtro levando em conta critérios como tamanho do time, estágio do produto e maturidade do negócio da startup

De acordo com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), dados de 2019 apontam que o Brasil tem 12.700 startups, um aumento de 27% se comparado ao ano anterior. Com esse programa, a Fábrica de Startups espera colaborar para o aumento desses números, já que muitas microempresas ficarão fortalecidas com seus benefícios, que incluem acesso aos clientes da companhia, os recursos de parceiros (perks), ativação da própria marca e visibilidade, networking com startups e talentos da área, espaço de trabalho, participação em eventos relevantes do setor e valor subsidiado de R$ 600 por posição.”Desde nosso nascimento no Porto Maravilha, recebemos muitos pedidos de startups buscando posições no nosso espaço. Sentimos que chegou o momento de ouvir essa demanda e abrir um programa de residentes. Essa iniciativa tem o objetivo de fortalecer ainda mais o ecossistema carioca, gerando laços e colaborações diárias dentro e fora da nossa sede”, complementa Ula Amaral, CMO e co-fundadora da Fábrica de Startups Brasil.

Composto por três fases, o processo seletivo se inicia com uma análise quantitativa, em que é feito um filtro levando em conta critérios como tamanho do time, estágio do produto e maturidade do negócio da startup. Depois disso, um comitê avalia as selecionadas e define um grupo final com as microempresas melhor avaliadas. Por último, há uma entrevista presencial com o time da Fábrica de Startups, que define quem irá de fato participar da turma de residentes. “No último ano, de acordo com dados da plataforma Crunchbase, o Brasil se consolidou como o terceiro maior criador de startups unicórnio no mundo. Queremos, por meio de nosso trabalho, levar nosso País às primeiras posições e ser a mola propulsora para que os empreendedores brasileiros se sintam cada vez mais corajosos para inovar e tirar do papel seus sonhos”, finaliza Ula Amaral.

Serviço

Programa de Residentes – Fábrica de Startups

Inscrições até 17/03

https://inscricoes.fabricadestartups.com.br/fabstartresidence/

1 Comentário

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos