book_icon

Nimbi e Systax fecham parceria para oferecer inteligência fiscal

Clientes agora passam a ter acesso a uma base de mais de 23,3 milhões de regras tributárias mantidas e atualizadas diariamente

Nimbi e Systax fecham parceria para oferecer inteligência fiscal

A Nimbi, companhia especializada em soluções para o supply chain, anunciou uma parceria com a Systax, empresa de inteligência fiscal, que sistematiza a tributação de todos os segmentos nas 27 Unidades Federativas. Integrando o Motor de Cálculo Systax Engine em sua solução, a Nimbi passa a ofertar um sistema ainda mais completo em termos de cálculo de tributos, uma vez que seus clientes, agora, passam a ter acesso a uma base de mais de 23,3 milhões de regras tributárias mantidas e atualizadas diariamente pela Systax.

Dessa forma, a solução poderá equalizar as cotações em um processo de compra, possibilitando ao comprador escolher de forma mais inteligente entre cotações variadas que possuam diferentes cargas tributárias, especialmente considerando operações com UFs distintas ou com perfis diversos de fornecedores.

Entendemos que a Systax e a Nimbi possuem sinergia entre os negócios e agregaremos aos clientes todo o nosso know-how nas áreas fiscal e tributária

Com isso, o sistema permitirá segregar os impostos recuperáveis que estão embutidos nos preços das cotações e chegar na escolha do melhor custo (e não apenas do melhor preço). Ou seja, um dos principais benefícios da parceria é a maior assertividade na cotação em relação aos tributos, facilitando a comparação de preços e a escolha do melhor fornecedor, enquanto o grande objetivo é levar agilidade e compliance não apenas para as grandes empresas, mas também para médias e pequenas.

“A Systax é referência de mercado para a parte fiscal e a sua funcionalidade complementa a plataforma Nimbi em um dos nossos principais módulos. Assim, agregamos mais assertividade e agilidade à operação dos nossos clientes, com a garantia de termos o melhor parceiro ao nosso lado”, disse. Carolina Cabral, CEO da Nimbi. “O objetivo da Nimbi é de continuar simplificando o mercado de supply chain e acreditamos que essa ação em conjunto com a Systax só fortalece essa nossa missão, pois transformamos a complexidade do sistema tributário brasileiro em algo automatizado e de fácil acesso aos nossos clientes”, comentou.

Para Jerson Prochnow, CEO da Systax, a colaboração entre as empresas será uma ótima oportunidade de otimizar uma demanda crescente da área de suprimentos, relacionada à tributação, uma vez que “essa área raramente está 100% qualificada para absorver as demandas de tributação no Brasil”, conforme explica o executivo. Além disso, ele prossegue comentando que “por termos uma legislação com alterações frequentes, entendemos que a Systax e a Nimbi possuem sinergia entre os negócios e agregaremos aos clientes todo o nosso know-how nas áreas fiscal e tributária”.

O fato é que as empresas sentem grandes dificuldades em acompanhar a complexidade e o nível de mudanças impostas pelos governos diariamente. Prochnow finaliza pontuando que “se isso já é difícil de ser acompanhado pelas áreas fiscais das empresas, imagine pelos profissionais de compras, considerando que são cerca de 30 novas leis todos os dias”. Ademais, “trazendo mudanças na tributação que já é complexa, principalmente do ICMS, em que diversas características das mercadorias são tomadas como critérios para se impor tributações mais onerosas ou mais favorecidas, multiplicando-se as possibilidades de exceções, entre outros pontos. Desconsiderar isso é perder dinheiro ou acumular riscos”, conclui.

Serviço
www.systax.com.br

Nimbi

parceria

Sypply chain

Systax

Tributos

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.