Artigos

Como trazer segurança e privacidade para a prática do BYOD

O uso de equipamentos móveis pessoais no trabalho, também conhecido por BYOD, sigla em inglês para bring your own device (traga seu próprio dispositivo, em português), é a opção de muitas das empresas brasileiras. Se, por um lado, esta estratégia traz redução de custos com equipamentos para as organizações e mais comodidade para o colaborador, por outro, pode colocar em risco a segurança da informação se não for implementada com cuidado.

Por isso, uma política de segurança voltada aos dispositivos móveis é tão importante. Ela deve conter normas e procedimentos que o colaborador precisa aceitar, e adotar técnicas para garantir a integridade da informação corporativa. Essa política deve contemplar a capacidade de, por exemplo, restringir downloads de vários tipos de aplicativos para o equipamento.

Pensando na governança e na privacidade de dados sob a perspectiva da LGPD, uma função indispensável na adoção de uma estratégia de BYOD é o Work Profile. Esta funcionalidade cria um perfil de trabalho dentro do dispositivo, e segrega a informação corporativa da informação pessoal. Assim, a empresa só gerencia o perfil de trabalho e o colaborador não abre mão de sua privacidade e autonomia.

Além disso, é possível criar uma loja privada de aplicativos, integrada com Google Play e App Store, da Apple. É uma maneira de possibilitar o uso correto das ferramentas de trabalho, com versões seguras e sempre atualizadas. Normalmente aplicada aos dispositivos móveis da própria empresa, a loja privada pode se tornar um requisito para o BYOD.

Controles eficientes de acesso aos dados internos são outra questão importante a ser observada. A permissão pode ser concedida de acordo com a função e o nível hierárquico que o colaborador ocupa. Adotar senhas e ferramentas de encriptação de informações também é válido. Outra restrição que precisa ser avaliada é o uso de redes públicas de Wi-Fi. Esse tipo de conexão pode facilitar a invasão do equipamento por pessoas mal-intencionadas.

Além disso, com a utilização de dispositivos com os quais os colaboradores já estão familiarizados, a produtividade aumenta, fazendo com que as tarefas sejam finalizadas rapidamente. Este cenário traz a principal vantagem da mobilidade, uma vez que seus colaboradores podem trabalhar de qualquer local, desde que haja acesso à internet.

Por Wally Niz, diretor de Marketing e Vendas da Navita

1 Comentário

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos