Gestão

CEO da Authen, Christopher Spikes dá dicas para gerir equipes em home office

Marca absorve custo de transporte privado para colaboradores que precisam trabalhar presencialmente

Em meio à crise provocada pelo Covid-19, muitas empresas estão tomando todos os cuidados possíveis para evitar que mais pessoas sejam contaminadas. A Authen, primeira empresa brasileira a produzir uma linha de roupas de performance acessível para corredoras brasileiras, possui uma política de home office desde sua origem e, agora, aumenta essa flexibilidade de acordo com o papel de cada funcionário.

Sem autonomia, a equipe não consegue crescer, não se desenvolve. Investir em seus funcionários, pedir e dar feedback são ações que parecem básicas, mas podem atrair os melhores talentos em um cenário onde isso não é praticado com frequência 

De 2018 para 2019, o canal de e-commerce da marca cresceu em torno de 300% com parte da equipe trabalhando de forma remota em alguns dias da semana. Vendo o cenário atual e empresas precisando recorrer ao home office, Christopher Spikes, fundador e CEO da Authen, dá dicas para empreendedores a respeito dos três pontos essenciais para o sucesso de uma empresa cuja equipe está em home office:

1) Definir os objetivos mensuráveis diariamente e semanalmente

2) Eliminar hierarquia e formalidade: é preciso agir como se estivesse na mesma sala (não esperando encontros presenciais para resolver pontos importantes e utilizando os meios de comunicação para “quebrar paredes”)

3) Não contar 100% com a auto-disciplina do time: desenhar a necessidade de follow necessário de acordo com o nível de senioridade da pessoa que está trabalhando remotamente. Desta forma, é possível mapear os diferentes níveis de esforço e checkpoints individualmente. Assim, os gestores mantêm o contato com seus funcionários para estabelecer prioridades, mas, de acordo com o nível de senioridade do colaborador, cresce a expectativa de independência para entregar tarefas de forma compatível com as necessidades da empresa.

Outro diferencial da Authen é oferecer “autonomia real” para todos os integrantes da equipe. A marca acredita no desenvolvimento pessoal de seus colaboradores, fazendo com que eles cresçam por meio de seus erros e acertos, sempre buscando a melhor versão de si mesmos. A autonomia dada pela empresa faz com que seus funcionários sintam autorresponsabilidade. “Sem autonomia, a equipe não consegue crescer, não se desenvolve. Investir em seus funcionários, pedir e dar feedback são ações que parecem básicas, mas podem atrair os melhores talentos em um cenário onde isso não é praticado com frequência”, comenta Christopher.

A equipe da Authen, que conta com 35 colaboradores, está distribuída entre alguns times, como o de vendas, em que certos funcionários precisam trabalhar de forma presencial. Pensando neles e na sociedade, a Authen adotou uma política para eliminar o uso do transporte público, absorvendo os custos de meios particulares de locomoção. Já outros times, como o de vendas online, trabalharão de forma totalmente remota.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos