Destaque Tecnologia

5GtoB: o primeiro grande lançamento da Huawei em 2021

A empresa chinesa trabalhou com operadoras e outros parceiros da indústria para desenvolver uma solução completa, que cobre vendas, operações e serviços

A Huawei lançou na segunda-feira (22/2) a solução 5GtoB. O anúncio foi feito por Ryan Ding (foto), diretor executivo da Huawei e presidente do Carrier Business Group, em uma apresentação no fórum 5G Brings New Value, um pré-evento do MWC Shanghai 2021, que começa hoje e vai até quinta-feira (25/2) em Xangai, na China. Durante seu discurso, Ding falou também sobre os desenvolvimentos, retornos comerciais e oportunidades para a digitalização da indústria que o 5G trará.

Mas o grande momento do evento foi o lançamento oficial da solução 5GtoB, que visa criar novo valor para todos os participantes da cadeia de valor da indústria. Ding disse que a Huawei trabalhou com operadoras e outros parceiros da indústria para desenvolver uma solução completa, que cobre vendas, operações e serviços – a solução 5GtoB. Essa solução simplificará as transações para usuários corporativos, ajudará as operadoras a monetizar seus recursos de rede e permitirá que os parceiros inovem com mais eficiência, criando novo valor para cada participante envolvido.

A base de usuários 5G móvel atingiu 220 milhões e as conexões de banda larga sem fio doméstica chegaram a 1,05 milhão, um aumento de 17 e 21 vezes, respectivamente, em relação ao ano anterior. Ding afirma que esses números triplicarão em 2021

A solução 5GtoB da Huawei inclui quatro partes: Rede 5GtoB, NaaS 5GtoB, App Engine 5GtoB e Marketplace 5GtoB. Com a rede 5GtoB servindo como a infraestrutura da solução 5G, a Huawei continuará a desenvolver suas capacidades no fornecimento de serviços 5GtoB baseados em cenários, incluindo planejamento, construção, manutenção e otimização de rede.

Com 5GtoB NaaS, os recursos de rede podem ser orquestrados em ofertas antes de serem lançados, tornando mais fácil para usuários corporativos e desenvolvedores de aplicativos usarem redes 5G e permitindo que os próprios usuários gerenciem redes de campus 5G.

O 5GtoB App Engine é um centro de inovação de aplicativos, em que os desenvolvedores de aplicativos e integradores de sistemas podem acessar os recursos de rede 5G das operadoras. Isso torna o desenvolvimento de aplicativos 5GtoB mais eficiente e a integração de aplicativos mais fácil. Ele também serve como uma ponte entre os recursos de rede 5G e os aplicativos 5GtoB, permitindo o desenvolvimento e lançamento de serviços ágeis.

Por fim, o 5GtoB Marketplace é um supermercado digital tudo-em-um na Nuvem, onde os usuários corporativos podem adquirir as soluções 5G industriais de que precisam.

Ding comentou que a Huawei trabalhou com operadoras, parceiros e usuários corporativos para aplicar a solução 5GtoB primeiro na indústria do aço. Com seus recursos e experiência incorporados a essa plataforma, as soluções 5G industriais, como rotação automatizada de tarugos, montagem remota assistida por Realidade Aumentada (RA) e inspeção de qualidade da superfície de aço, podem ser padronizadas e replicadas rapidamente.

Em seu discurso, Ding enfatizou que a digitalização do setor será um mercado enorme, mas que os desenvolvimentos da infraestrutura digital variam muito entre os setores e os cenários de aplicativos também. Além disso, os padrões digitais relacionados ainda não existem. Como tal, ele pediu a todos os participantes do setor que trabalhassem juntos para estabelecer padrões abrangentes de 5GtoB e um ecossistema para impulsionar a digitalização do setor. Ele ainda reiterou o compromisso da Huawei em investir no ecossistema e nos padrões e apoiar a digitalização da indústria.

Panorama 5G

Segundo o executivo, a indústria 5G tem se desenvolvido mais rápido do que o esperado, com as operadoras já observando retornos comerciais com a primeira onda de lançamentos 5G. A base de usuários 5G e o número de dispositivos em uso comercial explodiram desde 2019. No final de 2020, 380 dispositivos 5G haviam chegado ao mercado, 8 vezes mais do que no ano anterior. A base de usuários 5G móvel atingiu 220 milhões e as conexões de banda larga sem fio doméstica chegaram a 1,05 milhão, um aumento de 17 e 21 vezes, respectivamente, em relação ao ano anterior. Ding afirma que esses números triplicarão em 2021.

Para o executivo da Huawei, os preços dos telefones 5G também estão caindo rapidamente. Já existem várias unidades no mercado com preços abaixo de US$ 150 e cerca de 30 telefones de configuação média e baixa com preços abaixo de US$ 300. De acordo com Ding, o ecossistema de telefonia móvel 5G se tornará tão maduro quanto o 4G nos próximos um a dois anos, à medida que as implementações de rede continuam e a base de usuários continua crescendo.

Nos mercados que implantaram o 5G primeiro, as operadoras já começaram a colher retornos comerciais. Na China e na Coreia do Sul, as receitas das operadoras continuam a aumentar, pois a base de usuários 5G cresceu mais rápido do que em outros países. A operadora finlandesa DNA e a operadora saudita Zain também alcançaram resultados financeiros impressionantes nas fases iniciais de sua implantação comercial do 5G.

Serviço
www.huawei.com

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos