book_icon

Nova diretoria do TI Rio planeja impulsionar mercado de tecnologia

Conexões com importantes players do mercado, celebração de um legado e o posicionamento sobre o propósito do TI Rio, que representa as empresas de tecnologia do Estado do Rio de Janeiro, para os próximos anos

Nova diretoria do TI Rio planeja impulsionar mercado de tecnologia

Assim foi o evento que marcou a posse da diretoria que representará a entidade no quadriênio 2024-2027. Em sua fala, o presidente empossado, Alberto Blois, pontuou os movimentos em que o TI Rio se dedicará neste novo momento.

“O TI RIO é uma entidade com mais de 30 anos de existência que sempre buscou levar conteúdos relevantes aos seus representados e capitanear temas importantes para o segmento e para a sociedade como um todo, como os desafios e oportunidades do uso da Inteligência Artificial, o fomento de startups; e em temas técnicos, como o e-Social, LGPD, Reforma Tributária, desoneração da folha de pagamento, apenas para citar alguns”.

Realizado no Fairmont, a posse reuniu a nova diretoria, autoridades institucionais, empresários latino-americanos e europeus e formadores de opinião, que estarão junto do TI Rio para a realização de importantes iniciativas.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do município do Rio de Janeiro, Chicão Bulhões, falou sobre a interação entre as empresas de tecnologia e o momento que a cidade vive. “Queremos transformar o Rio de Janeiro na capital da Inovação e da Tecnologia na América Latina, estamos dando os primeiros passos para isso, aproveitando todo o potencial que a cidade já tem. O hub tecnológico Porto Maravalley e o IMPA Tech são alguns desses passos, e o TI Rio será um importante parceiro estratégico nessa e em outras iniciativas”, afirma.

O momento é realmente oportuno para o mercado de tecnologia. O Rio de Janeiro já recebeu duas edições da Web Summit, marca que se consolidou como a maior convenção de tecnologia da Europa. A Prefeitura do Rio estima que o impacto econômico das seis edições (2023-2028) do Web Summit Rio em R$ 1,5 bilhão.

Responsável por guiar uma diretoria do TI Rio nos próximos anos, Alberto Blois fala sobre os desafios do setor: “Sabemos que um dos impasses é a formação de mão de obra cada vez mais qualificada. Acreditamos que o Brasil, e em particular o Rio de Janeiro, é celeiro de excelentes faculdades, de muitas tecnologias inovadoras, e precisamos deixar de ser exportadores de CPFs e CNPJs”.

Alinhado com este posicionamento, Sérgio Ribeiro, diretor Regional do Senac Rio e representante do Sistema Fecomércio no evento, falou sobre as ações futuras entre TI Rio e o Sistema S. “O Sistema Fecomércio do Rio de Janeiro está firme no propósito de recuperar a vocação do Rio de Janeiro para ser protagonista da economia criativa. E as empresas de Tecnologia têm papel fundamental nesta guinada. Pretendemos formar profissionais que possam contribuir com as demandas das empresas”, afirma.

Diretoria TI Rio.jpg
(Créditos: ASCOM TI Rio)

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.