book_icon

Cisco oferece segurança aprimorada para clientes alimentada por IA

Com soluções unificadas em todo o seu portfólio de segurança, a empresa apresentou novos recursos em toda a Cisco Security Cloud, apoiados por parcerias e aquisições estratégicas

Cisco oferece segurança aprimorada para clientes alimentada por IA

A Cisco, empresa global de redes e segurança corporativas, anunciou novos recursos em toda a Cisco Security Cloud que ampliam sua arquitetura de segurança na era da IA. Com a plataforma de segurança unificada, orientada por IA e entre domínios da Cisco, os clientes experimentarão o equilíbrio da inclinação de poder em favor dos defensores.

“A Cisco Security entregou mais inovação no ano passado do que na década anterior, e este ano entregaremos ainda mais do que no ano passado”, afirmou Jeetu Patel, vice-presidente executivo e gerente-geral de Segurança e Colaboração da Cisco. “Nossos anúncios estão nos ajudando a realizar a visão da Cisco Security Cloud, trazendo aos nossos clientes uma verdadeira plataforma de segurança para um mundo cada vez mais complexo e hiper distribuído. Apoiados por nossas parcerias com outros titãs do setor, aquisições estratégicas e um compromisso com um ecossistema aberto, estamos reimaginando a segurança para nossos clientes”, completou.

Os clientes poderão ver e parar ataques baseados em rede de forma rápida e fácil com uma nova integração nativa em breve para fornecer telemetria de rede de dispositivos Meraki MX diretamente para o Cisco XDR

Em abril deste ano, a Cisco anunciou o Cisco Hypershield, uma nova arquitetura de segurança projetada para defender Data Centers modernos em escala de IA. Projetado para incorporar perfeitamente novos pontos de imposição em sua malha, o Hypershield incorpora a imposição de segurança em máquinas virtuais ou clusters Kubernetes em Nuvens públicas usando uma tecnologia de código aberto chamada eBPF. Ele também é arquitetado para inserir a aplicação de segurança em silício avançado em servidores e dispositivos de rede, como switches.

Agora, a Cisco está dando um grande passo à frente para concretizar sua visão ao anunciar o suporte ao Cisco Hypershield para DPUs AMD Pensando, com disponibilidade direcionada em servidores Cisco Unified Computing System (UCS) e de outros fornecedores líderes de servidores até o final de 2024.

“Estamos entusiasmados em colaborar com a Cisco para integrar as DPUs AMD Pensando com o Cisco Hypershield. Esta parceria reúne a tecnologia de aceleração de hardware de ponta da AMD e as soluções avançadas de segurança da Cisco, permitindo que as empresas alcancem desempenho e flexibilidade de segurança de rede incomparáveis”, disse Soni Jiandani, gerente-geral do Grupo de Tecnologia e Soluções de Rede da AMD. “Ao aproveitar nossas DPUs em servidores de clientes ou em futuras plataformas de rede da Cisco, os usuários do Hypershield podem aproveitar a taxa de transferência de alta capacidade e a aplicação inteligente de políticas sem comprometer o desempenho da carga de trabalho. Essa colaboração representa um passo significativo no fornecimento de soluções de segurança robustas, escaláveis e eficientes para ambientes de Nuvem privada”, comentou.

Aproveitando esse momento, a Cisco também está anunciando suporte para unidades de processamento de infraestrutura Intel (IPUs) com disponibilidade a ser anunciada no futuro. “Estamos satisfeitos com o avanço de nossa colaboração com a Cisco, que combina a aceleração de infraestrutura de ponta das IPUs Intel com a inovadora arquitetura Cisco Hypershield”, disse Pere Monclus, diretor de Tecnologia do Network and Edge Group da Intel. “Essa poderosa combinação marca um salto significativo, ajudando a permitir que as empresas realizem uma arquitetura de segurança distribuída e orientada por IA que vai perfeitamente da nuvem aos datacenters, até a borda com alto desempenho e eficiência energética”, explicou.

O melhor firewall de próxima geração

Pelo segundo ano consecutivo, a SE Labs nomeou o Cisco Secure Firewall como o melhor firewall de próxima geração. A Cisco está avançando em sua liderança de mercado com a introdução do Cisco Firewall 1200 Series, oferecendo até três vezes o desempenho de firewalls competitivos comparáveis. A Série 1200 é uma nova família de dispositivos de segurança de firewall compactos, habilitados para SD-WAN que eliminam a necessidade de ter vários dispositivos para switches, roteadores e firewalls em filiais corporativas. Os primeiros modelos da série devem ser disponibilizados em outubro de 2024.

A Cisco também está anunciando a nova versão 7.6 do Firewall Threat Defense (FTD), disponível para todos os firewalls físicos e virtuais da Cisco. O FTD 7.6 não apenas aumenta a segurança usando IA para evitar ameaças de dia zero e estende o controle de aplicativos para mais de 70 aplicativos de IA generativos para proteger informações confidenciais, mas também simplifica os lançamentos de rede de filial com modelos SD-WAN e firewall pré-construídos e oferece suporte ao provisionamento sem toque.

Dando outro salto gigante, a Cisco está introduzindo o Cisco Security Cloud Control para unificar o gerenciamento para o Cisco Security Cloud, começando com sua malha de segurança de rede, incluindo o Cisco Secure Firewall. Indo além dos assistentes de IA, o Security Cloud Control oferece uma abordagem nativa de IA para apresentar proativamente insights acionáveis e automatizar a resolução em ambientes híbridos.

Os clientes se beneficiam de políticas mais simples e simplificadas e, ao mesmo tempo, aproveitam ao máximo seu investimento em Cisco Security com a configuração ideal. O gerenciamento unificado com o Security Cloud Control deve ser disponibilizado inicialmente em setembro de 2024 com suporte para Secure Firewall Threat Defense, Secure Firewall ASA, Multicloud Defense e Hypershield.

Centro de Operações de Segurança (SOC) do futuro

As empresas de segurança hoje também precisam ser empresas de IA, e isso requer dados. Como criadora da rede, a Cisco tem visibilidade incomparável nos ambientes de TI de seus clientes. Adotando essa noção e aproveitando a integração recentemente anunciada do Cisco Extended Detection and Response (XDR) e do Splunk Enterprise Security, a Cisco continua a unificar seu portfólio de soluções para entregar a promessa do SOC do Futuro, alimentado pela telemetria incomparável da Cisco para detectar melhor o movimento lateral.

Splunk + Cisco Security Cloud: as equipes de operações de segurança podem aproveitar totalmente a telemetria e os alertas da Cisco Security Cloud como parte de um fluxo de trabalho unificado de detecção, investigação e resposta de ameaças no Splunk. O novo Cisco Security Cloud Technology Add-on (TA) para Splunk é uma maneira simples e confiável de obter uma ampla gama de resultados de telemetria e análise do Cisco Security Cloud no Splunk. O Cisco Duo e o Secure Malware Analytics já estão disponíveis, com fontes adicionais a serem adicionadas nos próximos meses.

Cisco XDR + Cisco Meraki MX: os clientes poderão ver e parar ataques baseados em rede de forma rápida e fácil com uma nova integração nativa em breve para fornecer telemetria de rede de dispositivos Meraki MX diretamente para o Cisco XDR. Com apenas alguns cliques, o Cisco XDR pode começar a analisar a telemetria de rede até mesmo em organizações altamente distribuídas e correlacioná-la com outras telemetrias para priorizar ameaças ativas.

Ecossistema de segurança integrado e aberto

No mundo de hoje, onde o cenário de ameaças está evoluindo rapidamente, o apelo das organizações por um ecossistema de segurança integrado e aberto é mais alto do que nunca. O Cisco Security Cloud foi criado para oferecer melhores resultados de segurança para os clientes, evitando a dependência de um único fornecedor, otimizando a parceria com outros titãs do setor contra um adversário comum: o agente mal-intencionado.

Promovendo essa missão e diferenciação com um ecossistema de tecnologia robusto, a Cisco anunciou hoje sua mais recente colaboração com o Google. A Cisco está trabalhando com o Google para trazer proteção contra ameaças e dados baseada em navegador do Chrome Enterprise para aplicativos da Web protegidos pelo Cisco Secure Access. À medida que o trabalho mais moderno acontece na Web, um navegador corporativo seguro fortalece e simplifica a segurança de endpoint como parte de iniciativas mais amplas de confiança zero.

“A Cisco compartilha nossa visão de uma arquitetura de Confiança Zero mais holística que é melhor para os usuários e mais fácil para a equipe de TI implantar e gerenciar”, disse Sunil Potti, gerente-geral e vice-presidente de Segurança em Nuvem do Google Cloud. “Estamos entusiasmados em trabalhar juntos para oferecer uma combinação de proteção baseada em navegador e em nuvem que resulte em uma experiência de usuário segura e sem atrito”, completou.

Esse trabalho se baseia na integração bem-sucedida entre o Chrome Enterprise e o Cisco Duo para permitir acesso de confiança zero de ponta a ponta, incluindo confiança no dispositivo, autorização forte e acesso seguro para aplicativos em dispositivos gerenciados e não gerenciados. Juntas, as empresas estão comprometidas em fornecer soluções de segurança inovadoras que atendam ao cenário em evolução de hoje.

 

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.