book_icon

Por que o futuro da tecnologia depende das Engenharias de Software e Computação?

Como o próprio nome diz, a Transformação Digital tem alterado a forma como vivemos e trabalhamos. Setores como saúde, educação, indústria e serviços foram completamente transformados com a chegada de novas tecnologias, aumentando a demanda por especialistas nessas ferramentas.

Neste cenário, é fundamental que as lideranças em todas as áreas reconheçam a importância de duas profissões específicas: engenheiros de software e de computação. Esses profissionais são indispensáveis para a inovação e são essenciais para qualquer empresa que queira ser competitiva na era digital.

Engenharia de Software
Os engenheiros de software são responsáveis pelo desenvolvimento e manutenção da parte lógica dos sistemas computacionais. Eles podem atuar no projeto, desenvolvimento, teste e aperfeiçoamento das aplicações tecnológicas das empresas, garantindo que funcionem de maneira eficiente e segura. Utilizando diversas linguagens de programação e frameworks, esses profissionais produzem e aprimoram soluções que vão desde aplicativos móveis até sistemas complexos de gestão empresarial.

Além disso, os engenheiros de software também são vitais na integração de novas tecnologias, como a Inteligência Artificial (IA), nos serviços já existentes da organização. Isso não só adapta as operações da empresa às mudanças do mercado, como também podem aumentar suas defesas contra ciberataques e vulnerabilidades.

Atualmente, qualquer atividade digital de uma organização depende desses especialistas, principalmente se ela deseja personalizar suas ações conforme suas necessidades específicas.

O relatório “Estudo Mercado Brasileiro de Software — Panorama e Tendências 2024”, da Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES), mostra que 30% dos investimentos em tecnologia no Brasil foram no mercado de software, registrando US$ 15 bilhões de um total de quase US$ 50 bilhões.

Engenharia da Computação
Os engenheiros de computação focam essencialmente na Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) de novos de novos sistemas computacionais, seja a nível de hardware (parte física) ou software (parte lógica). Isso é essencial para o lançamento de tecnologias emergentes, especialmente em áreas como dispositivos embarcados, visão computacional, processamento de linguagem natural, entre outros.

Esses especialistas possuem habilidades em desenvolvimento de software, eletrônica, IA e análise de Dados. No campo do Big Data, por exemplo, eles transformam Dados brutos em informações valiosas, descobrindo padrões e tendências que podem não ser aparentes à primeira vista.

O avanço do 5G é uma prova disso. O setor de telecomunicações só pode expandir essa tecnologia com a melhoria de sua infraestrutura crítica, trazendo novas aplicações de Internet das Coisas (IoT) e automação industrial. Os profissionais que atuam nessa área devem ter o conhecimento para elevar a estrutura de conectividade, garantindo mais rapidez e eficácia aos sistemas das organizações.

Importância da formação de novos profissionais
À medida que avançamos para uma era cada vez mais digitalizada, a relevância dos engenheiros de software e de computação só tende a crescer. A ascensão da IA exemplifica essa perspectiva; segundo um estudo do Boston Consulting Group (BCG), 89% das lideranças globais consideram as ferramentas desta categoria como prioridades tecnológicas para 2024. Portanto, o futuro do mercado exige equipes de especialistas com domínio dessas tecnologias.

Toda inovação precisa de profissionais capacitados por trás dela. É imperativo que o papel desses profissionais seja reconhecido não apenas do ponto de vista produtivo, mas também educacional.

Portanto, priorizar a formação de pessoas capacitadas nessas áreas garantirá que as operações das empresas funcionem sem problemas nos próximos anos, permitindo a criação de projetos inovadores e uma caminhada próspera na economia digital.

Por Renzo Mesquita, professor e coordenador dos cursos de Engenharia de Computação e Engenharia de Software no Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel  

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.