book_icon

Pesquisa revela barreiras enfrentadas pelas empresas no uso de IA Generativa

Apesar de 93% dos entrevistados já utilizarem a tecnologia, empresas lutam contra desafios relacionados à otimização, gerenciamento, proteção e ativação de Dados, conforme pesquisa da Iron Mountain

Pesquisa revela barreiras enfrentadas pelas empresas no uso de IA Generativa

Uma pesquisa da Iron Mountain, empresa global em gerenciamento de informação, fornece insights sobre o que tomadores de decisão de TI e Dados têm a dizer sobre o uso de IA Generativa em suas organizações, os desafios que precisam superar e os benefícios de ter um líder focado em IA. O papel emergente do CAIO – Chief AI Officer pode ajudar as empresas a estabelecer controle sobre a “IA paralela” e capitalizar o potencial desta ferramenta. A pesquisa também revela a importância de uma estratégia unificada de ativos digitais e físicos, auxiliando a liderança a impulsionar o sucesso da IA Generativa.

O estudo com 700 tomadores de decisão de TI e Dados apontou que 93% dos entrevistados já estão usando IA Generativa, mas apesar da ampla adoção, as empresas lutam contra desafios relacionados à tecnologia, particularmente em torno da otimização, gerenciamento, proteção e ativação de Dados, o que cria barreiras à inovação e ao sucesso.

A pesquisa também revela a importância de uma estratégia unificada de ativos digitais e físicos, auxiliando a liderança a impulsionar o sucesso da IA Generativa

Para transformar esses desafios em oportunidades, 98% dos entrevistados veem a necessidade de um líder especializado em IA, um CAIO, que pode acelerar a adoção da IA Generativa e implementar uma estratégia para otimizar tanto ativos físicos quanto digitais como prioridade máxima.

Um total de 96% dos entrevistados disseram que uma estratégia unificada de ativos, ou seja, desbloquear inteligência de ativos físicos e digitais e otimizar a proteção e o gerenciamento desses ativos ao longo de seus ciclos de vida, é essencial para o sucesso da IA Generativa.

Números da Pesquisa
Algumas das maneiras pelas quais as empresas estão usando IA atualmente incluem:
Criação de conteúdo (50%)
Interação com clientes (49%)
Desenvolvimento de código (32%)

Os principais desafios que a IA Generativa traz para as organizações incluem:
Planejamento de recursos para treinar e implementar modelos de IA generativa (38%)
Obtenção, proteção e preparação de dados de ativos físicos e digitais para uso no treinamento de modelos Generativos (38%)
Garantir que os modelos de IA Generativa sejam precisos, imparciais e transparentes (37%)
Proteger e gerenciar os Dados e outros ativos criados pela IA Generativa (36%)

Quando questionados sobre o que a liderança com enfoque em IA pode ajudar a alcançar em relação à IA generativa, a principal resposta foi criar uma estratégia unificada de ativos para otimizar ativos físicos e digitais (50%).

A pesquisa “Capitalizando a Inteligência Artificial Generativa: o papel de um líder dedicado de IA e da estratégia unificada de ativos” ouviu executivos de empresas dos Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Índia e Austrália.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.