book_icon

Gartner faz antecipações sobre Digital Workplaces e ESG

Para o Gartner, as capacidades de suporte à decisão e análise ajudam a identificar oportunidades de melhorias que avançam as capacidades de ESG, incluindo considerações ambientais, como as emissões de carbono

Gartner faz antecipações sobre Digital Workplaces e ESG

O Gartner, empresa mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, prevê que até 2027, cerca de 80% dos líderes de locais de trabalho digital (DW – Digital Workplace) integrarão ferramentas eletrônicas de gestão e relatórios ESG (Environmental, Social and Governance) em seus espaços, em comparação com menos de 5% atualmente.

“A sustentabilidade ambiental é uma prioridade crescente para CEOs (Chief Executive Officers) e executivos de negócios, apesar das restritas condições econômicas”, diz Stuart Downes, vice-presidente e Analista do Gartner. “Hoje, poucas ferramentas de Digital Workplace oferecem Dados sobre sustentabilidade, e as que oferecem geralmente se concentram no consumo de energia de dispositivos, que nos locais de trabalho digital representam apenas cerca de 15% das emissões.”

As empresas devem trabalhar com fornecedores de ferramentas, priorizando novas capacidades para medir e relatar os Dados de sustentabilidade que os líderes de ESG exigem

Ofereça soluções que melhorem a sustentabilidade empresarial:
Ao longo dos próximos anos, os requisitos regulatórios para relatórios de ESG entrarão em vigor para empresas na União Europeia e na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC).

“Os líderes de ESG esperam que a TI forneça soluções digitais que melhorem a sustentabilidade empresarial, bem como relatórios aprimorados de tecnologia para atender aos requisitos regulatórios, que devem ser normalizados e centralizados em programas de gestão e relatórios de ESG”, diz Downes. Para o Gartner, as capacidades de suporte à decisão e análise ajudam a identificar oportunidades de melhorias que avançam as capacidades de ESG, incluindo considerações ambientais, como as emissões de carbono.

“O número de dispositivos e equipamentos utilizados por funcionários ganhará destaque à medida que as empresas buscam otimizar as emissões de carbono”, diz Downes. “As empresas devem trabalhar com fornecedores de ferramentas, priorizando novas capacidades para medir e relatar os Dados de sustentabilidade que os líderes de ESG exigem.”

Para otimizar as emissões de carbono, os fornecedores de ferramentas de infraestrutura de locais de trabalho digitais devem adicionar novas capacidades de relatórios de sustentabilidade às suas ofertas, incluindo ferramentas de gerenciamento de Endpoint unificado (UEM), ferramentas de desktop como serviço (DaaS), ferramentas de gerenciamento de experiência digital dos funcionários (DEX) e condutores de plataformas digitais. O foco em capacidades de sustentabilidade ambiental ajudará a atender aos requisitos regulatórios de energia e a reduzir custos à medida que a vida útil dos dispositivos é estendida.

Os clientes do Gartner podem ler mais em “Predicts 2024: Build a Sustainable and Collaborative Digital Workplace Infrastructure.”

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.