book_icon

Uso de nobreak evita danos em aparelhos causados por apagões

Especialista em eficiência energética explica como proteger eletrônicos residenciais em casos de instabilidade energética

Uso de nobreak evita danos em aparelhos causados por apagões

Na manhã da última terça-feira, 15, um apagão atingiu todas as regiões do Brasil, evento que pode ter gerado prejuízos e riscos para residências menos assistidas como televisores, roteadores, consoles de videogames e computadores danificados pela falta de energia repentina.

Para além dos equipamentos queimados, as oscilações e interrupções no fornecimento de eletricidade em áreas residenciais também podem impactar no trabalho de quem segue o modelo híbrido ou home office. Por isso, o uso de sistemas de energia ininterrupta (nobreaks) residenciais pode contribuir para a prevenção desses problemas.

Por evitar que os eletrônicos queimem, os UPS também protegem a empresa, profissionais em home office ou mesmo gamers de prejuízos financeiros com o conserto ou compra de novos equipamentos, além da perda de Dados em Data Centers e produtividade da operação, o que também resulta no aumento de custos não previstos

“Quando a energia elétrica é interrompida ou quando oscila fora de níveis seguros, o nobreak começa a fornecer, instantaneamente, energia de reserva limpa através de baterias e proteção contra picos de tensão a equipamentos sensíveis conectados”, explica o gerente sênior de vendas de IT Channel & Commercial Industrial da Schneider Electric, Anderson Santos.

O executivo destaca que, para evitar prejuízos diante desse cenário inevitável, é primordial contar com nobreaks ou UPS (Fonte de Energia Ininterrupta, na sigla em inglês), tanto em ambientes residenciais quanto comerciais. Abaixo, o executivo lista quatro vantagens do uso desses aparelhos, principalmente, em casos de apagões:

Conectividade estável: quem usa nobreak, tem maior tempo de vida útil dos eletrônicos, energia limpa, proteção e estabilidade elétrica. “Isso porque sua principal função é garantir que, caso ocorra uma interrupção de eletricidade, os aparelhos eletrônicos não tenham um curto-circuito. E, ainda, garantem conectividade por mais um tempo até que a energia seja restabelecida”, explica.

Proteção patrimonial: por evitar que os eletrônicos queimem, os UPS também protegem a empresa, profissionais em home office ou mesmo gamers de prejuízos financeiros com o conserto ou compra de novos equipamentos, além da perda de Dados em Data Centers e produtividade da operação, o que também resulta no aumento de custos não previstos.

Continuidade de serviço: segundo o executivo, apesar dessa vantagem estar relacionada com a conectividade estável, a não interrupção de uma atividade por falta de energia elétrica é extremamente essencial em lojas, fábricas ou mesmo uma operação crítica, como a UTI de hospital, que não pode ter seus aparelhos desligados nem por um segundo.

Segurança: os nobreaks também garantem a segurança física das instalações e sistemas como um todo. “Câmeras, controles de acesso e outros dispositivos eletrônicos não funcionam sem energia elétrica e deixam os ambientes fisicamente vulneráveis, por isso, os UPS também são vantajosos nesse sentido”, complementa.

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.