book_icon

Nova aliança traz o Red Hat Enterprise Linux para o Oracle Cloud Infrastructure

Configurações certificadas dos recursos OCI agora podem ser executadas no Red Hat Enterprise Linux, oferecendo mais recursos a clientes

Nova aliança traz o Red Hat Enterprise Linux para o Oracle Cloud Infrastructure

A Red Hat, provedor global de soluções open source, e a Oracle, anunciam a ampliação da aliança entre as companhias com objetivo de oferecer opções de sistemas operacionais para serem executados no Oracle Cloud Infrastructure (OCI). A partir dessa colaboração, o Red Hat Enterprise Linux passa a operar como um sistema operacional compatível com a OCI, melhorando a experiência das organizações que dependem das duas plataformas e otimizando a migração para o ambiente de nuvem e fomentando a transformação digital de aplicações.

De acordo com previsões do Gartner sobre Nuvem pública, em todo o mundo esse tipo de serviço deve crescer 18,5% em 2023, enquanto a previsão de crescimento esperada para aplicações de Cloud fique na média de 20% para os próximos 5 anos. Esse crescimento indica a necessidade de um suporte amplo à escolha do cliente, tanto em termos de provedor de Nuvem quanto de sistema operacional que sustenta esses ecossistemas.

Com essa colaboração, os clientes em comum da Red Hat e da Oracle agora podem criar uma base para futuras implementações de computação no Red Hat Enterprise Linux, mantendo o valor dos investimentos de TI existentes

Segundo dados das duas corporações, 90% das empresas listadas na Fortune 500 utilizam soluções da Red Hat e da Oracle. Para muitos dos presentes nessa lista, o Red Hat Enterprise Linux serve como base do sistema operacional e a OCI oferece serviços de Nuvem de alta performance e de missão crítica para potencializar suas operações digitalização. Agora, por meio da consolidação da parceria, essas organizações podem padronizar suas operações em Nuvem com o Red Hat Enterprise Linux rodando na OCI, o que permite que clientes obtenham uma plataforma em comum que se estende desde seu Data Center até a Nuvem distribuída OCI.

Com essa colaboração estratégica, as configurações certificadas de máquinas virtuais flexíveis OCI agora podem executar o Red Hat Enterprise Linux, e os clientes também podem migrar as cargas de trabalho que já estão em execução no Red Hat Enterprise Linux para o Red Hat Enterprise Linux on OCI com mais confiança. As máquinas virtuais flexíveis OCI podem escalar em incrementos tão pequenos quanto uma única CPU para otimizar o preço por desempenho e minimizar o desperdício de recursos. Os clientes também podem contatar tanto o suporte da Red Hat quanto o da Oracle para ajudar a resolver potenciais problemas, devido a um acordo conjunto de suporte transparente e ampliado.

Suporte completo

Segundo Clay Magouyrk, vice-presidente executivo da Oracle Cloud Infrastructure, um dos principais êxitos da cooperação é a assistência continuada para que clientes das duas plataformas possam aproveitar ao máximo as potencialidades das soluções. “Começando hoje, os clientes podem implementar o Red Hat Enterprise Linux na OCI e receber suporte completo para essas configurações certificadas tanto da Red Hat quanto da Oracle. Aprofundar nossa colaboração no futuro nos fará oferecer suporte a produtos e cargas de trabalho adicionais na OCI para que os clientes tenham mais flexibilidade”, explica o executivo.

O Red Hat Enterprise Linux é carro-chefe do portfólio de tecnologias de Nuvem híbrida da Red Hat, que inclui o Red Hat OpenShift, Red Hat Ansible Automation Platform e outras tecnologias adicionais para dar suporte ao stack moderno nativo em nuvem. Com essa colaboração, os clientes em comum da Red Hat e da Oracle agora podem criar uma base para futuras implementações de computação no Red Hat Enterprise Linux, mantendo o valor dos investimentos de TI existentes.

Além de seu conhecido portfólio de vantagens ao consumidor, a partir da parceria, o Red Hat Enterprise Linux agora é certificado nas máquinas virtuais flexíveis da OCI que oferecem de um a 80 núcleos de CPU em melhorias individuais de CPU, e de 1 GB de memória por CPU até um total de 1024 GB, dependendo do processador. O Red Hat Enterprise Linux é suportado, a princípio, nos modelos de máquina virtual OCI mais recentes usando processadores AMD, Intel e Arm.

Para David Kerr, líder da Red Hat Global Strategic Alliance da integradora global Kyndryl, a colaboração é um grande trunfo para o ecossistema de tecnologia como um todo, principalmente na ponta dos usuários dos serviços das duas companhias. “Estamos muito satisfeitos em ver nossos parceiros de aliança global Oracle e Red Hat oferecerem mais opções aos clientes ao introduzir na OCI o suporte para o Red Hat Enterprise Linux. A Kyndryl e a Red Hat oferecem suporte conjunto a quase 900 clientes em todo o mundo. Assim, temos o prazer de oferecer o Red Hat Enterprise Linux na OCI como uma plataforma de entrega na qual projetamos, construímos, gerenciamos e modernizamos os sistemas de TI”, conclui.

Serviço
www.oracle.com
www.redhat.com

 

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.