book_icon

Nava afirma que com Inteligência Artificial empresas aumentam a produtividade

De acordo com o Gartner, a receita gerada por softwares de Inteligência Artificial deve atingir a marca de 62,5 bilhões de dólares em 2022, o que representa um crescimento de aproximadamente 21% em relação ao valor em 2021, quando o faturamento global foi de 51,5 bilhões de dólares

Nava afirma que com Inteligência Artificial empresas aumentam a produtividade

Para Jeniffer Nolasco, líder técnico da Nava Technology for Business, companhia de serviços e soluções de negócios e tecnologia, a Inteligência Artificial incrementa os produtos e serviços das empresas. “Os ganhos em eficiência e produtividade são os benefícios mais comuns da implementação da IA dentro das organizações, já que a tecnologia é ótima para substituir humanos em demandas repetitivas em escalas de alta velocidade. Ao mesmo tempo, ao remover essas tarefas das responsabilidades de humanos, permite que eles façam trabalhos de maior complexidade, levando as organizações a minimizarem os custos”, destaca.

Segundo relatório do Gartner, poucos trabalhos serão substituídos por IA, mas quase todas as atividades passarão por alguma automação ou por aprimoramento digital

Entre os principais segmentos que prometem movimentar o mercado de Inteligência Artificial, estão as áreas de Finanças & Contabilidade, Saúde, TI, Segurança e Customer Experience (experiência do consumidor). Por meio de soluções de última geração, as empresas terão sistemas corporativos inteligentes suficientemente para analisar os dados, antecipar futuro e fazer previsões, automatizar tarefas cotidianas e lembrar de atividades que demandam uma maior atenção do colaborador.

Segundo relatório do Gartner, poucos trabalhos serão substituídos por IA, mas quase todas as atividades passarão por alguma automação ou por aprimoramento digital.

O Gartner prevê, ainda, que metade das empresas do mundo deverá alcançar um grau de maturidade do emprego de softwares de inteligência artificial até 2025. A receita gerada por essa tecnologia deverá aumentar conforme crescerem os investimentos, especialmente em setores relacionados à coleta e à análise de dados.

“Em geral, as empresas estão aprendendo como se adaptar à Inteligência Artificial. No entanto, aquelas que não investirem em tecnologias emergentes perdem competitividade e, consequentemente, capacidade de resposta ao mercado”, afirma Jeniffer.

Serviço
nava.com.br

Customer Experience (experiência do consumidor).

Gartner

Inteligência Artificial

Jeniffer Nolasco

O seu endereço de e-mail não será publicado.


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento