book_icon

Atrasos na cadeia de suprimentos aumentam riscos cibernéticos, diz Citrix

O estudo revelou que 80% acreditam que problemas na cadeia de suprimentos podem aumentar o risco de ransomware por não conseguir substituir um hardware e ficar sem suporte do fabricante

Atrasos na cadeia de suprimentos aumentam riscos cibernéticos, diz Citrix

A contínua interrupção da cadeia de suprimentos global está colocando as empresas em maior risco de ataques de ransomware, de acordo com uma nova pesquisa da Citrix. O novo estudo, baseado em uma pesquisa com 200 tomadores de decisão de segurança de TI em empresas do Reino Unido que empregam mais de 250 pessoas, explorou o cenário atual da cadeia de suprimentos e suas potenciais implicações de segurança cibernética.

Com hardwares de infraestrutura importantes, como equipamentos de rede e Data Center sustentados por software, alguns dos quais agora não são suportados, é fundamental que as empresas tenham um perímetro de rede claro e robusto

O estudo revelou que quatro em cada cinco (80%) líderes de segurança acreditam que problemas ou atrasos na cadeia de suprimentos colocaram sua organização em maior risco de ransomware – por exemplo, por não conseguir substituir um hardware e ficar sem suporte. Outros 70% acreditam que sua organização está sendo especificamente visada por ciberataques para obter acesso a sistemas e dados externos, como os de governos ou empresas privadas.

Embora quase dois terços (62%) das organizações pretendam atualizar sua pilha de hardware – incluindo servidores, equipamentos de rede, racks de Data Center, notebooks, smartphones e tablets – pelo menos anualmente, 70% admitiram problemas na cadeia de suprimentos atrasaram essas tentativas.

Esses atrasos resultaram em cerca de duas em cada três (63%) organizações afetadas que confiam em dispositivos dentro de sua arquitetura de TI após o término do período de suporte do fabricante. Mais da metade (57%) dos líderes de segurança de TI impactados pelos atrasos admitiram que poderiam estar confiando em dispositivos cujo período de suporte expirou até um ano atrás.

Muitas organizações podem depender de hardware sem suporte, mas os líderes de segurança de TI estão otimistas sobre seu nível de proteção. De fato, 93% relataram se sentir confiantes nos planos de contingência de sua organização para lidar com falhas causadas por hardware sem suporte – por exemplo, planos de migração rápida para a nuvem, para combater explorações de dia zero que expõem novas superfícies de ataque.

“A crise global da cadeia de suprimentos teve efeitos indiretos significativos em todos os setores, com os líderes de segurança agora sentindo o impacto enquanto buscam proteger suas organizações”, disse Chris Mayers, arquiteto-chefe de segurança da Citrix. “Com hardwares de infraestrutura importantes, como equipamentos de rede e Data Center sustentados por software, alguns dos quais agora não são suportados, é fundamental que as empresas tenham um perímetro de rede claro e robusto. Construída sobre a base de uma nuvem virtualizada, essa arquitetura permite que as empresas contenham novos ataques e impeçam a disseminação de malware e ransomware”, acrescentou Mayers.

Serviço
www.citrix.com

cadeia de suprimentos

Citrix

Data Center

notebook

Ransomware

servidor

tablet

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.