book_icon

Como será o Data Center corporativo do futuro?

Novos modelos de negócios exigem inovadoras infraestruturas e soluções de TI que acompanhem as crescentes demandas e desafios. Novas aplicações demandam mais capacidade de processamento, e Data Centers corporativos tradicionais não conseguem atender a essas necessidades, afetando a agilidade e eficiência de processos.

E, também, temos à disposição inovações que levam mais eficiência energética, mais capacidade e mais agilidade que impulsionam a transformação dos data centers, os alinhando às demandas dos negócios.

Para o CIO, esse é mais um desafio: identificar as reais demandas do seu negócio para elaborar um projeto de construção ou retrofit do seu Data Center, avaliando todos os recursos necessários. Para isso, contar com a parceria de uma equipe de IT Consulting contribui para a tomada de decisões mais assertivas.

A jornada para a TI híbrida
Para garantir o espaço em mercados cada vez mais competitivos, as empresas precisam ganhar agilidade, com acesso rápido a novas tecnologias e serviços. Assim, a TI híbrida é o novo normal. As infraestruturas orientadas aos negócios agora são simplificadas e padronizadas.

Os investimentos na capacidade do data center precisam acompanhar o crescimento do negócio. As empresas exigem novos aplicativos para interagir com os clientes, gerenciar cadeias de suprimentos, processar transações e analisar tendências de mercado. Esses aplicativos e os dados devem ser hospedados em instalações seguras e, até hoje, as maiores empresas precisaram de suas próprias instalações para hospedar seus aplicativos e dados mais críticos.

Segundo o estudo IDC Predictions de 2021, no Brasil ainda predominam ambientes tradicionais de TI, mas a jornada para a Nuvem está em andamento, acompanhando uma tendência global. De acordo com o IDC, 83% das empresas brasileiras ainda possuem data center próprio, mas muitas dessas empresas já estão também testando modelos na Nuvem (33% Nuvem pública, 31% Nuvem privada on-premise e 27% Nuvem privada hospedada no provedor). Analistas da consultoria destacam que “a nuvem desempenha um papel cada vez maior e até dominante em todo o setor de TI”.

E, segundo o Gartner, até 2025 metade dos data centers em nuvem implantarão robôs avançados com recursos de Inteligência Artificial e Machine Learning (ML), o que irá gerar um aumento de 30% na eficiência operacional.

Investimento na capacidade de processamento de dados
A maior capacidade de processamento de dados é o objetivo principal dos CIOs quando projetam seus data centers do futuro e concentra grande parte do investimento. Analistas da consultoria Mordor Intelligence indicam que o mercado de serviços de data center foi avaliado em US$ 48,90 bilhões em 2020 e deve atingir US$ 105,6 bilhões em 2026, com um CAGR de 13,69% no período de previsão 2021-2026.

Os líderes empresariais estão enfrentando um influxo de dados e, portanto, eles estão sob pressão para gerenciar todos os dados críticos para os negócios, juntamente com a necessidade constante de superar seus concorrentes.

A tecnologia de Nuvem emergente em Data Centers é um dos principais fatores que impulsionam a demanda por sistemas e tecnologia de data center, alimentando assim o crescimento do mercado. A tecnologia em Nuvem é mais flexível, pois pode ser acessada com diferentes dispositivos e permite a fácil recuperação de dados perdidos. Ao mesmo tempo, a computação em nuvem oferece alta velocidade, o que ajuda os demais negócios a crescer.

Então, a TI híbrida será o futuro do Data Center corporativo? Não podemos aplicar o modelo “one size fits all”. Cada negócio tem as suas especificidades, as variáveis são inúmeras. O que podemos é oferecer uma parceria para identificar essas necessidades e garantir um crescimento sustentável.

Por Ricardo Perdigão, diretor da Tecnocomp.

Data Center corporativo

Ricardo Perdigão

Tecnocomp

TI híbrida

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.