book_icon

Scala planeja inaugurar dois Data Centers em 2022

Localizadas no complexo paulista da companhia em Tamboré, na Grande São Paulo, as unidades SP4 e SP5 terão capacidades de 19MW e 9MW, respectivamente

Scala planeja inaugurar dois Data Centers em 2022

A Scala Data Centers, plataforma de Data Centers hiperescaláveis sustentáveis, fundada pela DigitalBridge, avança a etapa de construção de dois novos Data Centers (DCs) no País, chamados SP4 e SP5, localizados no complexo paulista da companhia, em Tamboré, na Grande São Paulo.

Com capacidade total de 18MW, o SP4 será o maior DC vertical da América Latina e o segundo projeto greenfield da Scala, que nasce 100% dedicado e vendido ao mercado hyperscaler. Já o SP5 dispõe de uma capacidade total de 9MW, também desenhada para suprir a demanda do mercado single-tenant.

Além dos investimentos em curso, a Scala tem planejado a construção de SP6, um mega site em seu complexo de Tamboré (SP), e novos campi em Campinas (SP) e Jundiaí (SP), que somarão uma capacidade total da ordem de 300MW

Previstos para iniciar as operações em abril e setembro de 2022, respectivamente, SP4 e SP5 estão inseridos na estratégia de campus da Scala, que consiste em infraestruturas de classe mundial em engenharia e operações para acomodar o crescimento do ambiente de TI dos clientes, em cenários de 10 a 15 anos, com opção de customização e registro comprovado de entrega e disponibilidade. Caracterizado pela neutralidade de rede, o campus da Scala oferece alta conectividade, ampla abordagem de operadoras, oferta de fibra apagada em rotas distintas e infraestrutura subterrânea no condomínio, conferindo gestão integral em ambiente privado.

O SP4 e SP5 estão sendo construídos sob a gestão do Centro de Excelência em Engenharia — do inglês, Center of Excellence (CoE) in Engineering — da Scala, uma iniciativa inédita no segmento latino-americano. O CoE é responsável por toda a cadeia de design e construção dos DCs da companhia, o que traz mais controle, visibilidade aos projetos e maior ganho de escala. Nesse sentido, os DCs da Scala dispõem de uma nova atuação logística e de distribuição, que privilegia a aquisição estratégica de equipamentos críticos — como Chillers e Geradores — de maneira antecipada e conjunta.

Assim como SP3 – DC single-tenant inaugurado no complexo de Tamboré (SP) em agosto deste ano -, os projetos de SP4 e SP5 estão em linha com as especificações da certificação ANSI/TIA-942-B rated 3, que atesta parâmetros de elétrica, mecânica, telecom, arquitetura e segurança para a construção e o design de Data Centers. A certificação é pioneira entre os operadores de colocation do setor na América Latina.

Sustentabilidade

Outro ineditismo dos projetos se refere aos aspectos de sustentabilidade, uma realidade das operações da Scala desde a sua fundação. A construção de SP4 e SP5 segue os parâmetros da certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED) desde os seus estágios iniciais de demolição e não apenas a partir da etapa de construção. Com isso, a Scala confere aos empreendimentos uma camada adicional de rastreabilidade. No quesito energético, SP4 e SP5 já têm garantido 100% de energia renovável e certificada, acordada por meio de contratos estratégicos e de longo prazo.

“SP4 e SP5 traduzem o compromisso da Scala de apoiar o crescimento da infraestrutura de TI dos clientes e evoluir constantemente por meio da adoção de tecnologias de ponta e processos inovadores, tornando tangíveis os benefícios da nossa plataforma”, avalia Marcos Peigo, CEO e cofundador da Scala.

Além dos investimentos em curso, a Scala tem planejado a construção de SP6, um mega site em seu complexo de Tamboré (SP), e novos campi em Campinas (SP) e Jundiaí (SP), que somarão uma capacidade total da ordem de 300MW. No restante da América Latina, os aportes da companhia ocorrem em localidades também estratégicas no México, Chile e Colômbia.

Serviço
www.scaladatacenters.com

Data Center

Hyperscaler

Scala

SP4

SP5

Tamboré

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.