book_icon

Estudo da Frost & Sullivam mostra crescimento do mercado de redes digitais

O setor deve acumular US$ 9,21 bilhões em receita até 2030, ante US$ 8,15 bilhões em 2020, um aumento em uma taxa de crescimento anual composta moderada de 1,2%

 

Estudo da Frost & Sullivam mostra crescimento do mercado de redes digitais

Um estudo recente da consultoria Frost & Sullivan, chamado Global Digital Grid (Sensors, Meters e Communications) Growth Opportunities, concluiu que os avanços tecnológicos e a ênfase dos países nas políticas de mudança climática estão acelerando o crescimento do mercado de rede digital global. Infraestrutura obsoletas, a necessidade de maior confiabilidade e resiliência, mais recursos distribuídos e o custo decrescente das soluções digitais também forçarão as economias a adotar uma rede digital. Como resultado, o mercado deve acumular US$ 9,21 bilhões em receita até 2030, ante US$ 8,15 bilhões em 2020, um aumento em uma taxa de crescimento anual composta moderada de 1,2%.

No entanto, a pandemia Covid-19 desacelerou a expansão do mercado no curto e médio prazos. Apesar disso, a indústria provavelmente ultrapassará os níveis de 2019 até 2026, à medida que os projetos de implementação de vigas digitais interrompidos ganham impulso gradualmente e novos projetos começam.

As empresas de equipamentos de rede se concentrarão em oferecer equipamentos de rede habilitados para Internet das Coisas para capturar um mercado considerável, enfrentando os desafios impostos pela rede digital autônoma

Segundo o relatório, a China continuará sendo o maior mercado em termos de potencial de receita para soluções de rede digital até 2030. A decisão do país de substituir os medidores de primeira geração é um dos principais motivos pelos quais ele dominará o mercado global de rede digital. A América do Norte será o segundo maior mercado devido ao aumento nas implementações de medição de segunda geração. Da mesma forma, impulsionada pelos lançamentos de medidores inteligentes, a Europa ocupará o terceiro lugar, seguida pela Ásia-Pacífico (excluindo a China), onde iniciativas de eletrificação, energias renováveis ​​em crescimento e veículos elétricos (VEs) estimulam a adoção da rede digital.

“A integração de tecnologias como equipamento de rede digital, usina de energia virtual (VPP), sistema de gerenciamento de recursos de energia distribuída (Derms), resposta à demanda (DR), 5G, Big Data e Blockchain terá implicações estratégicas no crescimento futuro no espaço da rede”, disse Rajalingam Arikaarampalayam Chinnasamy, diretor da Indústria de Energia e Meio Ambiente da Frost & Sullivan. “Isso intensificará a concorrência entre os fabricantes de equipamentos de rede tradicionais e as start-ups. Como resultado, as empresas de equipamentos de rede se concentrarão em oferecer equipamentos de rede habilitados para Internet das Coisas (IoT) para capturar um mercado considerável, enfrentando os desafios impostos pela rede digital autônoma”, comentou.

Ainda segundo Chinnasamy, tendências globais, como modelos de negócios em evolução – que incluem Software como Serviço (SaaS), Medição Inteligente como Serviço (MaaS), Infraestrutura como Serviço (IaaS) e Resultado como Serviço (OaaS) – e o crescimento na adoção de Analytics e Big Data no espaço da Digital Grid desbloqueará novos fluxos de receita para as empresas. Além disso, medidores inteligentes desempenharão um papel fundamental na inteligência de Borda como um ativo integral para inteligência de rede.

Recomendações

Para aproveitar as oportunidades de crescimento da rede digital, os participantes precisam se concentrar em:

IoT para permitir a integração de equipamentos de T&D e rede: os fabricantes de painéis devem adaptar suas ofertas de produtos para sincronizar com as preferências futuras da indústria.
Fusões e Aquisições (M&A) entre concorrentes estratégicos: as empresas devem fazer parceria com especialistas em análise de dados para desenvolver casos de uso para fornecedores de ecossistemas.
Modelos de negócios como serviço: faça parceria com provedores de Nuvem para projetar aplicativos hospedados em Nuvem que possam desenvolver rapidamente novas funcionalidades para manutenção preditiva e soluções de eficiência energética.
Marketing digital: os fornecedores podem usar os dados massivos dos clientes para reagir rapidamente às mudanças nas tendências do mercado, alavancando uma compreensão inata da psique do consumidor.

Serviço
www.frost.com

5G

Big Data

Blockchain

Estudo

Frost & Sullivan

IaaS

IoT

Rede Digital

SaaS

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.