book_icon

Por que você deve adotar o NVme em sistemas

Simon Besteman é cidadão da França e da Holanda e um veterano da ICT e do setor de data center. Ele tem mais de 20 anos de experiência trabalhando em ISPs, fornecedores e data centers e como um consultor de gestão para um grande número de organizações. Simon ocupou vários cargos de gerencia em empresas multinacionais nas áreas de serviço, vendas e marketing, gerência de operações e desenvolvimento estratégico.

Atualmente, Simon é o CEO da ISPConnect, a coalisão holandesa de provedores de hosting. Como um representante líder no setor, ele publica frequentemente em seu blog assuntos da indústria e normas, sendo um destacado orador em congressos e conferências e um participante das mesas redondas do governo holandês relacionadas às telecomunicações, data centers e Internet. Ele participa de conselhos de diversos grupos da indústria, com foco em educação, emprego e governança.

Definindo a cena SATA
Desde o início do século, a interface padrão para armazenameto tem sido a SATA (Serial AT Attachment), uma interface de barramento de computador entre adaptadores de barramento host e dispositivos de armazenamento como HDD (Hard Disk Drive), drives ópticos e unidades de estado sólido. SATA foi inicialmente projetada para HDDs, o modo tradicional de armazenar dados naquela época. Gradualmente o SSD veio para o primeiro plano e aos poucos começou a substituir os HDDs (Discos Rígidos). O SSD se beneficiou da não existência de discos giratórios e do fato de ser até dez vezes mais rápido e muito mais robusto por não ter partes móveis. SATA tem suas limitações, sendo a velocidade uma delas em termos de tecnologia SSD.

O NVMe está avançando
Em 2010 um novo padrão foi desenvolvido, o NVMe (Non-Volatile Memory Express). Como explica Adrien Viaud, engenheiro de Tecnologia Sênior da Kingston, “este novo padrão foi desenvolvido para utilizar o pleno potencial da tecnologia flash.”

O NVMe como interface tem grandes vantagens em relação à SATA e SAS. “SSD baseado em SATA tem velocidades sequenciais (leitura gravação) de 500 MB/s. Os PCIs (Peripheral Component Interconnect) de hoje baseados em SSDs NVMe Geração 3 oferecem desempenho em torno de 3000 MB/s, o que é seis vezes mais rápido,” explica Viaud.

“Sistemas de clientes (laptops) vêm realizando uma transição em direção ao NVMe há algum tempo,” afirma Tony Hollingsbee, gerente de Negócios SSD da Kingston para EMEA. “Do lado empresarial, a adoção é mais lenta porque os clientes precisam fazer uma escolha: Transição de 100% ou continuar com SATA. Algumas organizações estão satisfeitas com a infraestrutura SATA que possuem.”

“Atualmente, um elemento que diminui o ritmo da transição é a necessidade de investir na infraestrutura certa, o que desempenha um papel importante no cálculo dos custos.” Hollingsbee explica.

Qual a escolha certa para minha aplicação?
O NVMe usa o barramento PCI que é a interface mais rápida no sistema depois do DRAM. Muito embora os preços de mercado tenham baixado ao ponto em que existe uma paridade entre SATA e NVMe, para um benefício total desse fato os servidores talvez precisem ser atualizados tanto em termos de hardware quanto de software. Se você investiu em um novo hardware recentemente, pode achar que se trata de um investimento considerável trocar para servidores compatíveis com NVMe. O ganho, no entanto, é considerável.

“NVMe é para sistemas em que os dados precisam estar disponíveis instantaneamente e para organizações onde cada microssegundo conta. Tem tudo a ver com velocidade e se você está em finanças ou nuvem onde o tempo é essencial, os benefícios do NVMe serão consideráveis: pense em IA (Inteligência Artificial), ou Big Data,” explica Ferdi van der Zwaag, Gerente de Desenvolvimento de Negócios.

Sua aplicação pode se beneficiar do NVMe? Sem dúvida. Você terá um grande impulso de até dez vezes em relaçao a SATA. O desempenho está presente, mas pode beneficiar-se desse impulso? “Essa deve ser a primeira pergunta a ser respondida; minha aplicação pode usar a velocidade do NVMe?”

O futuro da adoção do NVMe
Aplicativos mais novos estão começando a capitalizar o potencial pleno do NVMe. Mas existem mais fatores presentes nessa equação. Está vinculada à atualização de hardware do sistema. “Esta é uma avaliação que precisa ser feita pelas organizações,” acrescenta Hollingsbee.

“Com drives NVMe você pode ter a capacidade de literalmente dezenas de drives SATA ou SAS. O que significa que o custo inicial será também minimizado pelo fato de que você precisará de muito menos hardware e, desse modo, menos espaço de rack em seu data center para alcançar um desempenho comparável e, na verdade, muito mais rápido.”

Ainda há lugar para SATA, mas esta é direção que seguiremos no futuro. Existem inúmeros fatores a serem considerados, como o investimento inicial, mas certifique-se de considerar o custo total de propriedade, e ainda a economia em aspectos como refrigeração devida aos espaços obtidos.

Viaud: “Precisamos olhar para o futuro. Todos querem mais rapidez e maior capacidade. O PCIe Gen 4 está operacional, as especificações do PCIe Gen 5 já foram liberadas. Cada geração dobra o desempenho da anterior em termos de transferência de giga por segundo. À medida que a tecnologia evolui do lado do NAND, os chips flash construídos nos SSDs observarão um movimento paralelo de crescimento da capacidade. Estes serão os dois principais elementos do futuro: velocidades mais rápidas e maior capacidade. Armazenamento mais rápido e maior.”

A hora certa do NVMe
Como você sabe qual o momento certo para migrar para o NVMe? É uma questão complexa com muitos fatores distintos presentes. A Kingston Technology pode ajudá-lo a definir o quadro geral e tomar a decisão certa para o seu ambiente. O serviço “Pergunte a um Especialista” (link abaixo) é a porta de entrada mais rápida para obter orientação personalizada que se ajusta ao seu negócio.

Convidamos você a ouvir o podcast* com Simon Besteman, Adrien Viaud, Tony Hollingsbee e Ferdi van der Zwaag.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

ENCARTE - ESPECIAL DISTRIBUIÇÃO

Prêmio Excelência em Distribuição, e listagem de distribuidores de TIC

Leia nessa edição sobre carreira

ANÁLISES

Evoluções digitais

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

TECNOLOGIA

Arquitetura descentralizada

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

QUALIFICAÇÃO

Na jornada do conhecimento

Junho| 2021 | #47 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento