book_icon

McAfee: Os próximos passos para a segurança no espaço Sideral

Os novos desafios e inovações em tecnologia têm sido o ímpeto para continuar abrindo fronteiras além do que é imaginável e agora o próximo passo é a incursão no cosmos
McAfee: Os próximos passos para a segurança no espaço Sideral

Em uma postagem recente no blog da McAfee os especialistas Eoin Carroll e Christiaan Beek apresentam as novas descobertas de suas pesquisas, explorando o Espaço 4.0 e quais serão os novos desafios em segurança cibernética que a ocupação de um espaço estelar nos apresentará.
Para os experts, os novos desafios do Espaço 4.0 (a quarta revolução para entender e dominar o espaço sideral) são justificados pelas novas possibilidades que a participação de empresas privadas na corrida espacial dariam na pesquisa e promoção de uma nova abordagem para o uso do espaço para fins comerciais com a incorporação de satélites mais baratos e acessíveis.

A indústria espacial mundial cresceu a uma taxa média de 6,7% ao ano entre 2005 e 2017 e deve aumentar de seu valor atual de US $ 350 bilhões para US $ 1,3 trilhão anualmente até 2030  

Visão geral de novas ameaças
O panorama das ameaças cibernéticas evoluiu enormemente nos últimos 20 anos com a convergência da Tecnologia da Informação (TI), Tecnologia Operacional (OT) e Internet das Coisas (IoT). Portanto, é um desafio constante proteger consumidores, empresas e infraestrutura crítica que a cada dia incorpora inovações tecnológicas que são rapidamente percebidas e aproveitadas pelos cibercriminosos.
Experiências como WannaCry ou BlackHat expuseram as vulnerabilidades às quais os usuários são expostos em todos os tipos de dispositivos conectados à Internet. Mesmo hoje, com a pandemia Covid-19 e a enorme força de trabalho remota, os cibercriminosos sabem muito bem como se adaptar rapidamente para maximizar seus “lucros”. Tudo isso sob o manto da DarkWeb para esconder a identidade e localização física dos servidores ou usar provedores blindados para hospedar sua infraestrutura. Agora vamos transferir tudo isso para as novas fronteiras do espaço.
Contribuições McAfee
Hoje, a possibilidade de chegar ao espaço sideral usando tecnologia que permite gerenciar um sistema de armazenamento virtual não é irrealista e abre oportunidades para os cibercriminosos aproveitarem. Assim, a McAfee vem desenvolvendo uma série de estudos nesta área, que nos permitem entender os novos desafios e manter os usuários o mais seguros possível.
Por exemplo, o relatório McAfee Enterprise Supernova Cloud revelou que uma em cada quatro empresas baixou seus dados confidenciais da Nuvem para um dispositivo pessoal não gerenciado, onde não podem ver ou controlar o que acontece com os dados.
Também que 91% dos serviços em Nuvem não criptografam dados em repouso e menos de 1% dos serviços em Nuvem permitem criptografia com chaves gerenciadas pelo cliente.
As oportunidades oferecidas pelo Space 4.0 apresentam aos cibercriminosos novas formas de ataque e abrem um cenário de ameaças cibernéticas que podem ser divididas em vulnerabilidades descobertas por pesquisadores de segurança e ataques reais relatados na natureza. Isso nos permite entender as tecnologias dentro do ecossistema espacial que são conhecidas por conter vulnerabilidades e quais recursos os invasores têm para ameaçar e qual será a natureza dos ataques.
Nesse contexto, uma investigação de ameaças da McAfee intitulada “Operação North Star”, que teve como objetivo reunir informações sobre programas e tecnologias específicas, mostra um aumento na atividade cibernética maliciosa voltada para a indústria aeroespacial e de defesa.
Valor de dados do Space 4.0
Em sua pesquisa, os especialistas destacam que: “A indústria espacial mundial cresceu a uma taxa média de 6,7% ao ano entre 2005 e 2017 e deve aumentar de seu valor atual de US $ 350 bilhões para US $ 1,3 trilhão anualmente até 2030″.
Esse aumento é impulsionado por novas tecnologias e modelos de negócios que ampliaram o número de partes interessadas e os domínios de aplicativo que atendem de forma lucrativa. O aumento associado no volume e complexidade dos dados, entre outros desenvolvimentos, tem levado a uma preocupação crescente com a segurança e integridade da transferência e armazenamento de dados entre satélites e entre estações terrestres e satélites.
O relatório McAfee Supernova mostra que os dados estão sendo transferidos para fora das empresas e direcionados para a nuvem. Agora veremos a mesma explosão do Espaço 4.0 para a nuvem, à medida que os provedores correm para inovar e monetizar dados de satélites de baixo custo.

Christiaan Beek

cibercriminosos

DarkWeb

Eoin Carroll

Espaço 4.0

McAfee

relatório McAfee Enterprise Supernova Cloud

segurança no espaço Sideral

Space 4.0

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento