book_icon

Teleassistência auxilia na liberação de leitos hospitalares

Parceria entre TeleHelp e prefeitura de Santos é estendida

O recente avanço dos casos da COVID-19, tem alarmado a toda população, especialmente àqueles que se encontram na faixa dos 60+. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 13% dos brasileiros se enquadram no grupo de maior risco ao coronavírus, são mais de 28 milhões de pessoas com mais de 60 anos no Brasil. Pioneira no serviço de teleassistência no País, a TeleHelp, ampliou sua parceria com a prefeitura de Santos para monitoramento dos 60+, com o objetivo de auxiliar na otimização da utilização de leitos em hospitais na cidade do litoral paulista durante a pandemia.
“A parceria entre a empresa e a prefeitura já existe há quase seis anos e atendia a mais de 250 pessoas. Expandimos a ação para realizar o monitoramento dos 60+ que tenham tido contato com pessoas infectadas ou que já foram diagnosticados com a COVID-19 e ainda não estejam em estado crítico. A ideia é oferecer ajuda imediata em caso de dúvidas com sintomas, agravo da situação ou até mesmo em momentos de solidão, para que essa pessoa possa se sentir segura e com a saúde assistida durante o período de isolamento”, explica Bruno Mouco, CEO da TeleHelp.

A TeleHelp fornece ao 60+ um botão de emergência, que possui formatos variados, desde equipamentos de mesa até designs mais discretos e modernos, como pulseiras e colares  

A TeleHelp fornece ao 60+ um botão de emergência, que possui formatos variados, desde equipamentos de mesa até designs mais discretos e modernos, como pulseiras e colares. Ao se sentir mal ou precisar de ajuda, o usuário aciona seu botão e é direcionado para a Central de Emergência 24 horas da TeleHelp, com atendentes preparadas para a triagem e direcionamento dos cuidados a serem tomados, incluindo o chamado de ambulância em casos de necessidade. Além disso, semanalmente todos os usuários do serviço recebem uma ligação da Central para verificar seu estado de saúde, são as chamadas ‘Ligações de Bem-Estar’, um diferencial da empresa.
Hoje, o município de Santos possui 20% de sua população acima da faixa dos 60 anos e um contingente de quase dois mil leitos de UTI, no entanto, a cidade absorve internações de toda a Baixada Santista, o que pode ocasionar um déficit de leitos. Desta maneira, a iniciativa que antes era tratada como alternativa de prevenção, hoje é uma aliada da liberação de leitos hospitalares para os mais necessitados.
Com 14 anos de experiência e mais de 400 mil atendimentos realizados, a TeleHelp é um serviço de tele-assistência que oferece autonomia, independência e segurança para o público 60+ ou qualquer pessoa que deseja ter um suporte dentro ou fora de casa. Sua central, com funcionamento 24h, age rapidamente analisando a ocorrência e direcionando para o atendimento mais indicado, acionando a lista de contatos ou uma equipe médica para auxiliar na emergência, garantindo o apoio necessário.

Bruno Mouco

chamadas 'Ligações de Bem-Estar'

COVID-19

liberação de leitos hospitalares

prefeitura de Santos

teleassistência

TeleHelp

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento