Artigos

O novo profissional de TI da Era Digital

Ao longo de toda a história humana, o desenvolvimento tecnológico sempre teve um papel central como parte das mais diversas revoluções sociais. Nos últimos anos, por exemplo, as soluções digitais estão na origem de uma nova e profunda transformação dentro das empresas, sendo capazes de modificar uma série de processos de produção e viabilizar, entre outras coisas, o surgimento de operações cada vez mais integradas, inteligentes e globais.

As mudanças provocadas pelo avanço dessa nova realidade digital, no entanto, não estão gerando apenas novas oportunidades para as companhias. Em um cenário marcado por inúmeras transformações, a realidade dos profissionais de tecnologia também está sendo alterada com o aumento recorrente de novos conhecimentos e formas de atuação dentro das companhias.

Entre as grandes mudanças nesse contexto está justamente a alteração no papel do profissional de TI como parte efetiva das empresas. Isso porque, com a ascensão de conceitos como Inteligência Artificial, Big Data e Nuvem, as organizações estão passando por uma fase de redesenho completo em suas estruturas, e os especialistas em tecnologia estão sendo demandados para atuarem com novos conhecimentos e para promoverem a transformação dos negócios.

Estamos em um momento no qual as companhias ainda estão entendendo como aplicar as novidades da tecnologia dentro de suas estruturas – e elas precisam que seus especialistas estejam preparados para guiar suas jornadas de digitalização rumo aos melhores resultados.

Com isso, a tendência é que profissionais de tecnologia nessa nova era digital deixem de ter um papel exclusivamente técnico para uma nova função muito mais estratégica e importante no processo de tomada de decisão. Não por acaso, pesquisas globais mostram que a maioria dos Chief Information Officers – CIOs e Chief Technology Officers -CTOs ao redor do mundo estão ajustando seus times para agregar profissionais com visão de negócios.

Dessa forma, é importante que os especialistas das áreas de TI não apenas ampliem seus conhecimentos ligados à tecnologia, mas também reforcem seus diferenciais com o que chamamos de soft skills, que são habilidades adicionais como relacionamento interpessoal, criatividade, resiliência e até mesmo empreendedorismo.

Estima-se que metade dos líderes corporativos do Brasil já estão identificando a capacidade de resolver problemas e a visão de negócios como diferenciais determinantes na hora de contratar um candidato para vagas na área de TI. Eles são unanimes em indicar que as inovações dependem de todas as áreas e que os técnicos devem integrar as equipes com seus conhecimentos, mas atuando para apoiar as companhias na superação das metas empresariais.

Outra habilidade essencial que está sendo muito avaliada é a comunicação. A globalização provocada pela transformação digital tem obrigado que os profissionais reforcem suas habilidades interpessoais, com alto número de palestras, eventos internos e interações com públicos diversos. Há ainda a importância dos idiomas, uma vez que o mundo definitivamente não possui mais fronteiras para trocas de conhecimentos e experiências.

Todas as mudanças provocadas pela transformação digital exigem uma nova postura para aprimoramento de conhecimento. Assim como as empresas estão investindo em novas formas de se fazer negócios, com as inovações mudando as formas como consumimos os produtos e serviços do mercado, é indispensável que os profissionais também redefinam suas capacidades e opções de trabalho para se adaptarem a essa nova realidade.

O ritmo acelerado e a busca constante por inovação exigem novos conhecimentos, novos modelos de atuação e um olhar único sobre o avanço dos negócios. A inovação trazida pela expansão e simplificação do acesso à Internet tem feito com que os profissionais de todas as áreas se preparem para lidar com culturas, idiomas e demandas diferentes. A mobilidade física e digital das companhias também está despertando um novo modelo de atuação, tendo os profissionais técnicos muito mais antenados a tendências e novos modelos de consumo.

Sem dúvida, conhecer as máquinas e conceitos de TI já não é o suficiente para o sucesso de um profissional ou da companhia como um todo. Investir na formação holística, que abrange os mais diversos aspectos da utilização da tecnologia digital e seus efeitos às pessoas, é o melhor caminho que os especialistas e suas organizações obtenham os melhores resultados.

Pensar a tecnologia como parte dos negócios fará a diferença nas empresas que buscam se destacar em seus setores de atuação. As companhias têm muito a ganhar com a contratação de profissionais ou fornecedores de serviços de TI que possuam esse olhar estratégico direcionado para o crescimento dos negócios.

Por Sandra Maura, CEO da Topmind

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos