Internacional

Uma Web mais segura depende de educação, política e tecnologia

Para CEO da Unisys Corporation, governos e empresas devem adotar tecnologias avançadas para garantir segurança na Internet

De acordo com o presidente e CEO da Unisys Corporation, Peter Altabef, instituições governamentais e empresas, junto à academia e aos cidadãos, devem agir para garantir que avanços tecnológicos sejam implementados para promover a segurança na Internet. O pronunciamento foi feito durante a conferência CES Government 2019, em Las Vegas, Estados Unidos.

Em apresentação intitulada “The Cyber Moonshot Imperative”, baseada em sua função presidindo o grupo de trabalho Cyber Moonshot da Comissão Consultiva de Telecomunicações para Segurança Nacional, Nstac, acrônimo em inglês, da Casa Branca, Altabef abordou o objetivo de ter uma Internet mais segura e as mudanças fundamentais necessárias para alcançá-lo – modificações mandatórias em todos os níveis da sociedade, desde educação e política de privacidade até tecnologia.

“Para implementar as mudanças necessárias, governos e empresas precisarão explorar ativamente novas tecnologias, entre elas comunicação 5G, inteligência artificial e biometria, para nos garantir mais segurança – não apenas melhor acesso”, destaca Altabef. “Nosso relatório da Nstac prevê um caminho para assegurar melhor proteção à Internet, respeitando também a privacidade”, afirma o executivo.

Fundada em 1982 pelo então presidente Reagan e por um ato do Congresso estadunidense, a Nstac é encarregada de fornecer informações e recomendações ao presidente no que diz respeito à segurança nacional. O relatório do Cybersecurity Moonshot inclui um conjunto de sugestões para uma “abordagem no nível da nação” relacionada à Internet – algo semelhante ao que foi anunciado pelo presidente Kennedy para “levar o homem até a lua e trazê-lo de volta em segurança”, no final da década de 1960.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório