Informe aqui

Stefanini conquista prêmio Relatório Bancário na categoria Autoatendimento

A Stefanini, uma das mais importantes provedoras globais de soluções de negócios baseadas em tecnologia, conquista o prêmio Relatório Bancário 2018, na categoria Autoatendimento, com o bem-sucedido case desenvolvido para a Caixa Econômica Federal. A 14ª edição do Prêmio Relatório Bancário, promovido pela Cantarino Brasileiro e considerado o mais importante do setor, destacou soluções inovadoras, aliadas a todos os recursos da transformação digital. Ao todo foram inscritos 165 cases únicos, com a participação de 54 instituições financeiras.

O reconhecimento da solução vencedora da Stefanini confirma que os chatbots vieram para ficar. A tecnologia não apenas realiza a interação com o cliente, mas também auxilia os funcionários a fazer consultas de informações para solucionar dúvidas internas e ganhar mais agilidade no dia a dia. Foi o que moveu a Caixa Econômica Federal a desenvolver uma plataforma interna de buscas. E, ao firmar parceria com a Stefanini, o projeto ganhou outra dimensão. Juntas, Caixa e Stefanini criaram uma ferramenta de inteligência artificial batizada de AIXA.

Mais de 150 mil usuários já foram beneficiados via portal de autoatendimento interno da CAIXA ou Skype for Business, resolvendo questões internas, consultas e centenas de outras transações. Trata-se do maior projeto de atendimento cognitivo da Stefanini já realizado no Brasil, levando-se em conta o alto nível de complexidade e integração. As equipes da Caixa e da Stefanini trabalharam em consonância para revisar processos de atendimento dos serviços de tecnologia, ao mesmo tempo em que atuavam na segurança dos dados.
A ferramenta é capaz de interagir com usuários e sistemas por meio de um conjunto de interfaces de texto. As interações passam a seguir fluxos de conversas simples e naturais, permitindo a busca de informações de maneira dinâmica nos sistemas da Caixa, além de facilitar a abertura de tickets de atendimento (Requisições de Serviços e Incidentes). Tudo de forma integrada e intuitiva.
“Estamos orgulhosos de termos sido escolhidos com este projeto de atendimento cognitivo de alto nível de complexidade e integração, além de levarmos em conta preocupações naturais com a segurança dos dados e com os mais variados tipos de credenciais de uso e conteúdos distintos para cada uma delas”, afirma Alexandre Winetzki, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Stefanini.
A maior referência para a criação da AIXA foi a Sophie, uma plataforma da Stefanini muito competitiva para os clientes corporativos. A nova versão da Sophie reduz o tempo de implementação e o custo dos projetos, além de simplificar sua evolução ao se tornar uma plataforma viva, cujo crescimento é parte essencial do relacionamento da Stefanini com cada um de seus clientes. A Sophie foi desenhada em um modelo híbrido, com redes semânticas capazes de representar conceitos e relações, além de contar com um alto nível para as tarefas de linguagem.
A versão 3.2 traz uma série de melhorias no núcleo cognitivo, com implementação de algoritmos genéticos e Common Knowledge Networks (abordagens técnicas únicas no mundo). Nos atuais clientes da solução, o índice de satisfação de usuários, medido em tempo real, é acima de 85%. A companhia tem previsão de implementar a plataforma em pelo menos 40 novos clientes no Brasil, América Latina, Europa e Estados Unidos.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.