Informe aqui

FICO é líder do relatório Chartis na categoria prevenção de fraude empresarial

Destaques:

• Chartis nomeia FICO como líder em prevenção de fraudes corporativas;
• Fatores decisores do ranking são análise avançada, flexibilidade, cobertura geográfica e estratégia;
• Plataforma FICO Falcon® protege 2,6 bilhões de veículos de pagamento no mundo.

A FICO, empresa pioneira no uso de análises preditivas e ciência de dados para melhorar as decisões operacionais, anunciou hoje que foi nomeada líder da categoria fraude empresarial do Relatório Chartis “Sistemas de Gestão de Risco de Crimes Financeiros: Fraude Empresarial – Atualização do Mercado em 2018”. O relatório mapeia o surgimento de tecnologias como machine learning na detecção de fraudes e classifica os principais fornecedores em todo o mundo.

“A experiência da FICO em funções antifraude permitiu uma excelente pontuação nas seis categorias do relatório. A análise congnitiva – parte central da plataforma Falcon, que a empresa vem desenvolvendo e fortalecendo – e a variedade de soluções específicas deram à FICO uma pontuação alta para recursos contra fraude de pagamento”, informa o relatório.

“A FICO também se destaca por suas regras e cenários de detecção de fraudes pré-estruturadas, com conexões simples para análise de dados de terceiros e escolha do tipo de análise, incluindo a opção de desenvolver bibliotecas de código aberto com machine learning. Sua extensa variedade de técnicas de detecção (incluindo o uso de Machine Learning e Inteligência Artificial) os atribuiu a pontuação mais alta para esse critério, enquanto a pesquisa sobre fraudes e conformidade também se destacaram fortemente na sua pontuação”, reforça o Relatório Chartis.

Além da tecnologia, a cobertura geográfica foi outro fator no ranking da FICO. O relatório destaca que a expansão da FICO no mundo foi notável, incluindo o forte crescimento na Europa e conquista de clientes na América Latina e Ásia. A forte base de clientes de risco de crédito, juntamente com finanças robustas e uma estratégia abrangente para crescimento contínuo ajudaram a direcionar a FICO ao patamar de líder da categoria.

O relatório ainda menciona o uso de técnicas de inteligência artificial supervionadas, semi-supervisionadas e não supervisionadas, aplicadas pela FICO em todos os tipos de pagamentos, incluindo em tempo real, por dispositivo móvel, transferências, cartões de pagamento, transações sem cartão e aquisição de conta.

“Nossa análise reflete a amplitude das soluções da FICO e sua estratégia para o gerenciamento de fraudes corporativas”, disse Rob Stubbs, Head de Pesquisa da Chartis. “A partir do trabalho desenvolvido com instituições financeiras em todo o mundo, a equipe da FICO desenvolveu um entendimento claro do que é necessário para combater a fraude e o crime financeiro e com isso continua a desenvolver seu roadmap de produtos”, destaca Stubbs.

“Este relatório corrobora nossa abordagem integrada para prevenção à fraudes de pagamentos e crimes financeiros. Passamos anos desenvolvendo a plataforma Falcon para oferecer ao mercado uma solução imbatível no gerenciamento de fraudes corporativas”, diz TJ Horan, vice-presidente de soluções de fraude da FICO.

A plataforma FICO® Falcon® amplia a experiência do consumidor extraindo fraudes de fluxos de pagamento em tempo real, permanecendo invisível durante transações legítimas. Alimentada por mais de 80 patentes em machine learning e inteligência artificial específicas contra fraudes, a Falcon ajuda as instituições financeiras a detectar e evitar fraudes de forma transparente em tempo real. Mais de 2,6 bilhões de contas de pagamento em todo o mundo são protegidas pela Falcon.

Em novembro, a FICO foi reconhecida como uma das principais provedoras de tecnologia de risco do relatório RiskTech100® da Chartis 2019, que classifica os 100 principais players mundiais em categorias específicass de risco e conformidade. Além disso, a FICO ganhou prêmios em inovação, inteligência artificial e riscos cibernéticos.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.