book_icon

Saiba como a Transformação Digital pode auxiliar a aprimorar a experiência do viajante

Viajar é uma excelente opção para quem quer descansar, expandir os horizontes, conhecer novas culturas e pessoas, viver experiências diferentes e, além de tudo, construir memórias. Para se ter uma ideia da importância do turismo para a economia brasileira, segundo estimativa da consultoria britânica Euromonitor, no ano passado foram realizadas 223,2 milhões de viagens nacionais e 9,2 milhões de internacionais – estas últimas têm ainda a previsão de crescer, até 2022, 3% ao ano. Por isso, em um mercado tão importante para a economia, é preciso olhar com atenção para a todas as soluções que podem melhorar o dia a dia dos viajantes, impactando ainda mais positivamente sua experiência.
A tecnologia, cada vez mais presente na rotina das pessoas, é uma destas soluções. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínua – divulgada em fevereiro deste ano – no Brasil, cerca de 116 milhões de pessoas acessaram a internet em 2016. Além disso, os dados apontaram que 77,1% da população tinha um aparelho celular próprio, uma média de 1,7 aparelho ou linha por usuário. Essa é uma realidade fácil de comprovar – hoje em dia, quando viajamos, um item que nunca falta é o dispositivo móvel. Seja em uma praia ou em um museu, as pessoas nunca se esquecem de fotografar, filmar e compartilhar a experiência.
O uso da tecnologia pelos viajantes é uma tendência global e crescente. Os primeiros passos foram dados pelas companhias aéreas que eliminaram os bilhetes físicos e criaram os chamados e-tickets. Na sequência vieram os “check-ins” online, permitindo que os viajantes deixassem de passar pelos balcões das empresas de aviação e se dirigissem diretamente para as áreas de embarque usando apenas os seus aparelhos celulares. Esta trilha digital seguramente vai se expandir para outras empresas do setor de turismo. Cadeias de hotéis já estão testando soluções de tecnologia que permitirão aos seus usuários acessar os quartos sem passar pela recepção. Na área de seguro-viagem, algumas empresas já oferecem atendimento pelo seu aplicativo sem que o viajante precise ligar para uma central de atendimento. Como poucos cliques no celular o segurado pode agendar a visita de um médico no hotel ou realizar uma consulta por videoconferência, sem se preocupar com as barreiras do idioma. Segundo o Gartner, aproximadamente 85% dos atendimentos vão ser realizados por canais virtuais até 2020.
Seja para um continente diferente ou para uma cidade vizinha, uma das prioridades de quem viaja é não ter dor de cabeça e, por isso, a tecnologia tem se tornado uma excelente aliada. A Transformação Digital no setor é pouco difundida, porém, as iniciativas pioneiras apontam quão positivo é para o mercado ter esse tipo de investimento.
O viajante moderno é conectado e quer ter soluções na palma da mão. As companhias que não enxergarem isso e não pensarem em plataformas que otimizem o atendimento, tendem a perder espaço rapidamente. Além disso as plataformas digitais permitem algo que é o verdadeiro sonho de consumo de todas as empresas: a fidelidade. Quando o viajante se acostuma com uma determinada plataforma ele dificilmente muda.
*Alexandre Camargo é Country Manager da ASSIST CARD, líder mundial dedicada ao oferecimento de assistência integral ao viajante

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.