Informe aqui

Systemic Bilingual lança plataforma digital gamificada para ensino de inglês

Nova ferramenta complementa o processo de aquisição de língua inglesa de forma lúdica para aumentar o engajamento dos alunos por meio de aulas mais visuais e interativas

O Systemic – primeiro programa de educação bilíngue do país, lança oficialmente, durante a Bett Educar 2018 a sua plataforma digital cujo desenvolvimento demandou um investimento de R$ 4 milhões. Trata-se de um poderoso recurso tecnológico que, além de complementarem de forma motivadora e lúdica o processo de aquisição da língua inglesa, apoiará o desenvolvimento pedagógico dos professores. Durante o evento, que acontece de 8 a 11 de maio, no São Paulo Expo, em São Paulo, os visitantes poderão experimentar a plataforma em tablets e laptops disponíveis no estande do Systemic. O estande conta também, com um espaço onde acontecerão encontros, rodas de conversa e mini palestras, com educadores, liderados pelas especialistas educacionais e diretoras do Systemic Bilingual, Vanessa e Fátima Tenório.
“A Educar é uma grande oportunidade para colocarmos a comunidade pedagógica em contato direto com a nova plataforma cujos principais objetivos são aprimorar as iniciativas pedagógicas e promover a inclusão digital”, afirma Vanessa Tenório.
As funcionalidades do novo recurso foram desenvolvidas para atender às necessidades de alunos e professores promovendo um aprendizado individualizado e colaborativo, além de um suporte personalizado. Por empregar o conceito de gamificação, a plataforma é altamente amigável e atraente para os alunos. O estudante depara-se com uma interface de jogo já ao entrar e, ao navegar, amplia seu vocabulário, por meio do conteúdo em inglês. As fases do jogo são temáticas como o corpo humano, sistema solar, entre outros e, na medida em que evolui, o estudante ganha prêmios como armaduras, moedas, entre outras recompensas e avança para novos níveis. São inúmeras as atividades interativas que aumentam o interesse e a motivação, promovendo o engajamento e a colaboração entre os alunos. “Esperamos muito envolvimento por parte do aluno, pois o ambiente virtual criado é muito lúdico, retira o aluno do contexto de sala de aula e ainda permite que ele jogue em sua casa, interaja com outros jogadores, aumentando sua interação com o idioma”, comenta Fátima Tenório.
Para os professores, a plataforma proporcionará uma abordagem ativa e dinâmica para estimular ainda mais a criatividade em comparação aos modelos pedagógicos convencionais. Ao combinar o uso da educação tecnológica com as interações presenciais, os professores conseguem aplicar o conceito de aprendizagem híbrida, integrando as tecnologias digitais ao dia a dia da sala de aula. Com um sistema de monitoramento das aulas, o recurso auxilia o professor, corrigindo rotas e orientando-o pedagogicamente. Por meio da plataforma, os especialistas do Systemic conseguem assistir às aulas ministradas, pausar a cena desejada, acrescentar comentários e orientações, capacitando o professor de maneira rápida e eficiente. Além disso, ferramentas apoiam o professor a compreender o perfil de cada aluno, aprimorando a tomada de decisão pedagógica. A plataforma permite ainda que o aluno ou professor reutilize conteúdos de altíssima qualidade de professores de todo o país. O projeto foi desenvolvido sob a responsabilidade do Professor Doutor Ig Ilbert, líder de inovação e pesquisador-chefe do Systemic.
System Tour Imersão: No estande haverá área reservada para a System Tour e o Imersão System, programa que há 26 anos leva alunos para os Estado Unidos para uma experiência única de estudo, lazer, cultura e crescimento pessoal. Em 2017 foi inaugurada a Global Faces, escola que ensina inglês para estrangeiros nos EUA, a primeira escola americana a ensinar inglês para estrangeiros de forma interdisciplinar e por meio de aulas prática e temáticas (marketing, informática, finanças domésticas, culinária, dança, esportes, etc). Os alunos ficam em condomínios fechados de alto padrão, de 10 a 12 alunos por casa com 2 monitores. Em suas casas, os alunos são responsáveis por toda organização, alimentação, administração de tempo e recursos. Indicado para alunos de 12 a 17 anos. As atividades culturais fazem parte do programa assim como os passeios aos parques da Disney.