book_icon

7 razões que usuários excluem seus aplicativos móveis de seus smartphones!

Não basta pagar pela criação do seu aplicativo precisa pensar como eles vão permanecer no celular do seu usuário
7 razões que usuários excluem seus aplicativos móveis de seus smartphones!

Um estudo da Compuware (2013) relata que em qualquer lugar, de 80 a 90% de todos os aplicativos baixados são usados ​​uma vez e depois são excluídos pelos usuários.Este número parece ser um relatório produzido em 2013, mas só piorou desde então, portanto aqui estão alguns dos motivos mais comuns pelos quais os usuários excluem seu aplicativo para dispositivos móveis.

1 – Problemas técnicos, os famosos Bugs!

Você já voltou a um aplicativo mais de uma vez que caiu enquanto tentava fazê-lo funcionar? Ou um aplicativo que foi tão lento ao renderizar o conteúdo que fez você questionar sua velocidade de conexão wi-fi em um ponto e teve vontade de quebrar o telefone?

Certifique-se de que, no momento em que você terminou a criação do aplicativo mobile, e o enviou para google play o app store, que você fez testes completos no seu fim, bem como através de um conjunto de usuários Beta registrados que podem dar feedback em casos de uso. Os usuários são implacáveis ​​quando se trata de aplicativos que têm erros, falhas ou um tempo de resposta lento.

2 – Transmita Valor ao seu aplicativo!

Descobrirem seu aplicativo e baixá-los nunca foi o suficiente. Como você comunica o valor que seu aplicativo fornece ao usuário faz uma enorme diferença se eles continuam a usar o aplicativo ou excluí-lo. Assegure-se de ter as palavras-chave relevantes para a descoberta de aplicativos e depois de chamar sua atenção, indique claramente qual o valor do seu aplicativo na frente, na descrição ou no sub-texto no nome do aplicativo.

Seja totalmente claro, quanto mais claramente indicar como uma pessoa pode usar este aplicativo para resolver seu problema, melhor é para o seu aplicativo ficar mais tempo no telefone do usuário.

3 – Pense na usuabilidade do seus aplicativo

A experiência do usuário e o design da interface são tão importantes para o aplicativo que, se um usuário encontrar a confusão de navegação e não conseguir obter gratificação rápida, é provável que simplesmente excluam seu aplicativo para dispositivos móveis.
Na criação do seu aplicativo, o designer que será implmementado, seja ele o UI(Designer de Interface) e UX (Designerde Esperiência) não são apenas como o aplicativo irá aparecer, mas também sobre o quão fácil é para o usuário ter seu problema resolvido através da sua aplicação de maneira intuitiva e rapida.

4 – Números infinitos de recursos!

Sabemos que na criação de um aplicativo mobile, queremos colocar todas as funções de uma só vez e exigimos que nossos usuários se adequem a todas essas funcionalidades, não é? Se com a primeira versão você estiver tentando fazer muitas coisas ou resolver muitos problemas dentro do mesmo aplicativo, você não está criando uma forte proposta de valor para seus clientes.

Os melhores aplicativos são aqueles que fazem uma coisa, e eles fazem uma coisa bem. E na medida que ele resolve pequenos problemas e com um período de tempo, através do feedback dos clientes e da extensão natural dos casos de uso, o escopo dos recursos que o aplicativo oferecer irá expandir.

O mais importante no início é ter uma proposta clara e comunicada ao usuário a identificar o aplicativo para esse problema ou solução específica.

5 – Desperte logo o interesse do seu usuário!

Você já deve ter ouvido o termo ver para crer! É exatamrnte assim que você deve pensar quando for criar um aplicativo. Deixe de lado todos aqueles formulários e mostre logo para o que você veio!

Neste caso, ajudá-los a chegar a esse ponto de experiência é a chave. Pedir muita informação antecipada antes mesmo de comunicar o valor pode prejudicar o futuro envolvimento do aplicativo com o usuário.

Se você deve coletar uma grande quantidade de informações do usuário, expande-o em vários intervalos ou em vários pontos do aplicativo, onde é necessário para uma boa experiência do usuário.Faça ele ser lembrado de preencher as informações e não obrigue ele desde o início a essa tortura!

6 – Envolva seu usuário ou crie uma rede de usuários!

Eu sei que nem sempre é possível, mas quando podemos gerar conteúdos com a experiência dos usuários, aonde ele insere conteúdos, opiniões, avaliações e traz uma relevãncia e experiências para outros usuários, provavelmente eles não irão deletar seu aplicativo, e ainda mais, certamente irão a todo o momento checar se existem novas atualizações, pensem no Whatsapp, facebook, instagram e a lista é grande..

Ao criar tal aplicativo, assegure-se de que você seja iniciado em um ambiente controlado e dentro de um grupo de usuários fechado, onde você pode trazer vários segmentos de clientes para a plataforma ao mesmo tempo.

7 – Anúncios em seus aplicativos

Cuidado para não cometer o maior dos erros, e principalmente quando as coisas ” estão dando certo”! A maioria cometeu o erro exigindo dos usuários que recebessem propagandas e publicidades durante a experiência em seu app.

Nesse caso, você acabou por frustrar o usuário mais do que conectá-los o que levou eles a deletar o seu até então maior aplicativo do ramo. Pense bem, é melhor mantermos e crescermos o número de usuários do que passarmos a escravizá-los em infinitos banners e publicidades em nossos aplicativos!

Caso necessite da criação de aplicativos em brasília, entre em contato conosco.

Últimas Notícias
Você também pode gostar

Comentários

Os comentários estão fechados nesse post.
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento