Tecnologia

Intel e Microsoft levam Inteligência Artificial às bordas

Acordo permitirá criação e implementação da próxima geração de aplicações de redes neurais profundas em sistemas Windows

Durante o lançamento do Windows ML (Windows Machine Learning) no Windows Developer Day, a Microsoft anunciou que a plataforma criada para permitir aos desenvolvedores realizar tarefas de aprendizado de máquina no sistema operacional será compatível com unidades de processamento visual (vision processing unit, na sigla em inglês) Intel Movidius.

A combinação entre Windows ML eVPU Intel tem potencial para viabilizar recursos de sistema operacional e aplicações mais inteligentes

Os chips foram desenvolvidos especificamente para acelerar cargas de trabalho de inteligência artificial nas bordas. Com isso, será possível criar e implementar a próxima geração de aplicações de redes neurais profundas em sistemas Windows.

O Movidius Myriad X é o primeiro system-on-chip (SOC) do mundo fornecido com um mecanismo de computação neural dedicado para acelerar o Deep Learning. Essa terceira geração de VPUs da Intel foi projetada especificamente para suportar redes neurais profundas de alta velocidade, com baixo consumo de energia, evitando assim que tarefas específicas de IA sobrecarreguem outros tipos de hardware.

Ao garantir a compatibilidade do Windows ML com as VPUs da Intel, a Microsoft oferecerá aos desenvolvedores independentes de software (ISVs) a opção de uma solução dedicada de inferência de aprendizagem profunda, liberando o hardware tradicional para outras cargas de trabalho ou reduzindo o consumo de energia de sistema total, sem a necessidade de um código personalizado.

A combinação entre Windows ML eVPU Intel tem potencial para viabilizar recursos de sistema operacional e aplicações mais inteligentes, tais como assistentes pessoais, segurança por biometria, busca e reconhecimento inteligente de músicas e fotos, entre outras.

“A tecnologia de processamento visual vai proporcionar experiências de IA cada vez mais sofisticadas para centenas de milhões de usuários Microsoft em todo o mundo”, explica Remi El-Ouezzane, vice-presidente e gerente geral da Intel Movidius.

“Esse anúncio é apenas o exemplo mais recente de como a Intel está acelerando o cumprimento da promessa de migrar a IA dos data centers para os dispositivos nas bordas oferecendo alto desempenho e baixo consumo de energia”.

“A estreita colaboração entre Microsoft e Intel vai permitir que desenvolvedores de todo o mundo possam criar experiências de IA mágicas e envolventes usando o Windows ML e a VPU Intel Movidius”, afirma Kevin Gallo, vice-presidente corporativo para Windows Developer Platform da Microsoft.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.