book_icon

Fantasia de meme gera demissão na Salesforce Brasil

Três funcionários foram demitidos após intervenção da matriz norte-americana
Fantasia de meme gera demissão na Salesforce Brasil

Festas de fim de ano de empresas sempre rendem episódios de vergonha alheia. No entanto, quando se combina uma dose extra de descontração com uma festa a fantasia com direito a premiação em dinheiro para a melhor produção, as barreiras do limite podem ser facilmente extrapoladas. Foi o que aconteceu com a filial brasileira da Salesforce.

Uma foto registrou o funcionário vestido de um famoso meme, o “Negão do WhatsApp,”ao lado do diretor comercial e gerou mal-estar na companhia

Uma fantasia polêmica na festa de fim de ano da subsidiária brasileira provocou a demissão de três funcionários, sendo um deles o diretor geral de filial, Mauricio Prado. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, um funcionário da área de vendas foi à festa vestido de um famoso meme, o “Negão do WhatsApp”, com uma camiseta azul, chapéu rosa e uma prótese improvisada para simular o pênis de dimensões exageradas do personagem.

Uma foto registrou o funcionário ao lado do diretor comercial e gerou mal-estar na companhia. Uma denúncia anônima chegou à matriz da Salesforce, em San Francisco, nos EUA, que em resposta pediu a demissão do funcionário. Na tentativa de mantê-lo no cargo, o diretor comercial alegou que no Brasil as pessoas são mais liberais. A postura do diretor não agradou. O presidente da filial brasileira decidiu então intervir, alegando que a punição seria exagerada.

A matriz decidiu, por fim, demitir todo mundo: o funcionário de vendas, o diretor comercial e o presidente da Salesforce no Brasil. Ainda, outros dois funcionários que teriam se fantasiado de personagens negros do filme As Branquelas foram suspensos enquanto seu comportamento avaliado pela empresa.

crise

demissão

fantasia

Salesforce Brasil

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.