Tecnologia

PlastCoLab leva inovação para o público na Avenida Paulista

Iniciativa, realizada pelo Movimentos Plástico Transforma, tem como objetivo oferecer à população o contato com tecnologias avançadas, como impressão 3D, drones ou robótica

Quem passar pela Avenida Paulista de 3 a 17 de dezembro vai notar, em frente ao Shopping Cidade São Paulo, uma instalação em formato de um cubo mágico, icônico brinquedo dos anos 80, de 9 metros de altura. Trata-se do PlastColab, um fablab pop-up que tem o objetivo de proporcionar experiências 100% gratuitas ligadas à inovação e criatividade. A iniciativa, realizada pelo Movimentos Plástico Transforma, tem como objetivo oferecer à população o contato com tecnologias avançadas, como impressão 3D, drones ou robótica.

Cubo é um laboratório pop-up com experiências ligadas à inovação e à criatividade, associadas à versatilidade do plástico e ao seu potencial de transformação

A instalação tem três andares e oferece experiências gratuitas. Inspirado no movimento “faça você mesmo”, o cubo é um laboratório pop-up com experiências ligadas à inovação e à criatividade, associadas à versatilidade do plástico e ao seu potencial de transformação.

“Queremos aproximar a população das novas tecnologias e mostrar, de forma prática, o quanto a versatilidade do plástico já faz parte das nossas vidas e como ele continuará importante no futuro”, diz Edison Terra, Vice-Presidente Executivo da Braskem.

No primeiro andar da instalação, onde será possível ver de perto o funcionamento da impressora 3D criada pela Made In Space, empresa norte-americana líder no desenvolvimento de impressoras 3D para operação em gravidade zero e fornecedora da NASA. A máquina foi utilizada por astronautas para a produção de ferramentas utilizando o plástico feito a partir de fonte renovável, cana de açúcar, fornecido pela Braskem. Em uma das oficinas, por exemplo, será possível ao participante criar um drone em impressora 3D.

O PlastCoLab será dividido em três andares. No primeiro andar haverá uma série de exposições interativas, entre elas o hockey de robôs, uma demonstração das inúmeras possibilidades da robótica, e os Bonecxs para Todxs, brinquedos criados pelo pessoal da MiranteLab que têm como proposta uma reflexão sobre padrões e identidades. Ainda no mesmo espaço, também será possível manipular objetos produzidos na impressora 3D do Made In Space.

No segundo andar acontecerão as oficinas, tais como: Impressão 3D na Prática, Robótica para Crianças, Construção de Fliperama e de Moldes Plásticos, Hortas Automatizadas, Oficina de Brinquedos e Oficina de Drones.

A troca de conhecimento continua no terceiro pavimento do PlastCoLab, onde acontecerão palestras com especialistas ligados ao movimento maker. Entre eles, marcam presença Silvana Bahia, diretora de Projetos da Olabi & Preta Lab, projeto que estimula o protagonismo de meninas e mulheres negras e indígenas no campo da inovação e da tecnologia; Heloisa Neves, diretora Executiva da Associação Fab Lab Brasil e que lançou recentemente o livro “Fab Lab: a vanguarda da nova revolução industrial” e a palestrante mirim de 9 anos Manoela Meroti, que empreende desde os 6, vendendo pulseiras de elástico e quadros pintados à mão.

No terceiro andar também serão realizados os Hackathons. O professor Charles Esteves Lima, diretor pedagógico do Adoro Robótica, e Maria Augusta Bueno, diretora do São Paulo Lab, organizarão grupos de até 30 pessoas divididas em times de quatro ou cinco que irão prototipar acessórios em plástico e kits associados ao pensamento maker.

A ação é parte do Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico (PICPlast), iniciativa da ABIPLAST e da Braskem, e funcionará de terça a sexta, das 11h às 19h e sábados e domingos, das 10h às 18h.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.